Como é se hospedar em um hotel de selva na Amazônia

Hotéis, chalés e pequenas pousadas oferecem a opção de pernoite na maior floresta tropical do mundo

Partindo de Manaus, a maior cidade do estado do Amazonas ou partindo de Belém, capital do Pará, inúmeros roteiros proporcionam a oportunidade de dormir na floresta brasileira, seja em um hotel, uma pousada ou mesmo a bordo de um barco regional. As hospedagens misturam conforto e aventura, alinhando a experiência de dormir em uma das áreas mais preservadas do planeta. Os jungle hotels – como são chamados fora do Brasil – caíram na graça dos estrangeiros que se encantam com o prazer de dormir no meio da Amazônia.

Em Manaus seguindo em direção as cidades do interior é possível conhecer inúmeras comunidades ribeirinhas e pequenos povoados que habitam as praias beira rio. Os trajetos podem ser feitos por barco ou por terra para conhecer alguns desses povoados. Além das milhares de espécies de animais e flora em abundância, muitas pessoas também vivem e sobrevivem no coração da Amazônia. São várias cidades, vilarejos, reservas indígenas e pequenas comunidades espalhadas pelos rios, canais e igarapés que entrecortam toda a selva. Nas áreas mais isoladas não existem grandes construções e as famílias dividem o cenário apenas com imensidão da floresta.

Os cenários da Amazônia variam muito conforme a época do ano, mas são sempre encantadores para quem visita a região para observar animais ou ter a experiência de ficar em uma dessas comunidades. Apesar de ter algumas estradas, a maioria do acesso é feito de barco. No geral, mais de 80% do transporte na Amazônia é feito por barco, então, inevitavelmente você precisa usar esses veículos para ir para esses povoados longe das capitais. A maioria das pousadas e hotéis de selva também oferecem a opção de transfer, pegando o turista no aeroporto ou no hotel da cidade e levando até o hotel de selva. Então o ideal é sempre verificar se o seu hotel oferece essa opção.

Assim como na capital do Amazonas, para viagens feitas no Pará, partindo de Belém ou de Santarém, também há opções para dormir em barcos de rede na Rota dos Rios, roteiro que cruza as duas maiores capitais da floresta dormindo em barcos de linha, um transporte muito popular na região norte. Essa também pode ser uma alternativa para quem tem mais dias pela região e quer explorar a Amazônia de um jeito marcante.

Se a ideia for se hospedar em uma pousada ou em um hotel de selva para contemplar as estrelas, ouvir o som da floresta, observar animais ou fazer pequenas expedições, vários hotéis e pousadas oferecem estruturas para diferentes perfis de viajantes. Em algumas delas também está incluso opcionais para “sobrevivência na floresta” com camping selvagem. As opções vão desde hospedagens mais acessíveis até categorias mais luxuosas. Confira algumas delas e reserve o seu hotel de selva com a total segurança pelo Booking.com.

Hospedagem em Comunidade Ribeirinha

Partindo de Santarém, no Pará, a Comunidade de Anã é um pequeno povoado localizado na beira do Rio Arapiuns. A comunidade é uma das atrações para quem visita Alter do Chão e seus arredores. Nessa região também foi adotado um projeto de turismo de base comunitária que está mudando o cenário local.

O projeto foi feito em parceria com a ONG Saúde e Alegria, que busca oferecer o turismo de vivência em uma das regiões mais remotas do planeta. A Comunidade de Anã conta com uma pousada comunitária que serve como base para os visitantes da vila, onde o turista pode ficar hospedado e conhecer mais sobre a rotina tranquila do povoado. Também há a opção de se hospedar na casa de moradores, com acomodação em rede, proporcionando uma vivência ainda mais intensa. Se você quer mais informações sobre a Comunidade de Anã, nós fomos conhecer a comunidade e falamos um pouco dela no artigo como o turismo de base comunitária pode transformar a Amazônia.

Hotéis de Selva na Amazônia

Grand Amazon – Barco Hotel

E se a ideia do barco te anima, mas você também não abre mão de conforto, o Grand Amazon do grupo europeu Iberostar é o único barco hotel com partidas semanais saindo de Manaus. Outros barcos menos luxuosos também oferecem as opções de pernoite em embarcações regionais, conhecidos como “cruzeiros amazônicos.

Reserve aqui.

Foto: Divulgação Iberostar

Anavilhanas Jungle Lodge

Às margens do Rio Negro, a 180km de Manaus, o Anavilhanas Jungle Lodge é uma versão de jungle hotel mais luxuosa, servindo como um hotel de charme com total conforto. O Anavilhanas Jungle Lodge fica diante do Arquipélago de Anavilhanas, no município de Novo Airão, no Amazonas. O hotel também oferece o transfer que pega o turista no hotel da cidade ou aeroporto e leva até o interior o complexo na floresta.

O hotel também faz parte do seleto grupo Roteiros de Charme e conta com uma estrutura completa para receber casais, famílias e pequenos grupos de amigo. Para os hóspedes, também são oferecidas diferentes atividades com trilhas ecológicas, canoagem, focagem noturna de animais, observação de botos, pescaria recreativa, entre outras.

Reserve aqui.

Foto: Divulgação Anavilhanas

Juma Lodge

O Juma Lodge está localizada em uma pequena península coberta por uma mata nativa, típica da Amazônia, em uma das áreas mais preservadas da floresta. O hotel também oferece passeios pela selva e o máximo de exclusividade em seus 21 bangalôs, todos suspensos entre a copa das árvores, construídos em palafitas totalmente integrado à natureza.

As acomodações tem opcionais com vista para a floresta, para o Rio Juma ou uma visão panorâmica de ambos no maior bangalô do hotel. Todos oferecem estrutura completa totalmente equipadas para garantir extremo conforto mesmo em uma das regiões mais remotas do mundo.

Reserve aqui.

Foto: Divulgação Juma Lodge

Cristalino Lodge

Premiado como um dos 25 melhores eco lodges do mundo pela National Geographic, o Cristalino Lodge é um hotel de selva que está localizado em uma reserva particular na região Sul da Amazônia, no município de Alta Floresta em Mato Grosso.

O eco lodge também oferece diferentes atividades para contemplação do bioma local com trilhas, canoagem, passeios ecológicos, observação de aves e outros animais, workshop e oficinas de fotografias com profissionais renomados, além de uma imersão única na floresta para quem quer se apaixonar de vez pela Amazônia.

Reserve aqui.