Diário de Bordo – 3 ou 5 dias em Florianópolis

A capital do estado de Santa Catarina é um prato cheio para todos os tipos de viajantes, no centro os grandes prédios que circulam a orla de Florianópolis junto a uma noite agitada trazem a capital o ar de grande metrópole. Bairros mais afastados como a Barra da Lagoa, Campeche e Ingleses são perfeitos para curtir e relaxar em meio a beleza que a “Ilha da Magia” como é carinhosamente chamada pelos nativos tem a oferecer.

Se você está planejando viajar para Florianópolis, não deixe de curtir esse roteiro de até 5 dias que o Guia Viajar Melhor preparou.

#Dia1 – Roteiro pelo Centro Histórico e Ponte Hercílio Luz

Aproveite o primeiro dia para conhecer o centro histórico da cidade, passe pelo Mercado Público, a Praça XV de Novembro e a Catedral Metropolitana de Florianópolis erguida entre os anos de 1753 e 1773 e a Rua Felipe Schmidt uma das mais antigas da cidade e hoje abriga diversos comércios.

A sugestão para o final da tarde é passear pela região do trapiche da Av. Beira-Mar Norte pela orla e caminhar até a Ponte Hercílio Luz, o cartão postal da cidade.

532565703_e38e8e4193_z

#Dia2 – Praia Mole e Praia da Joaquina

Localizadas no centro da Ilha de Florianópolis, as praias mais famosas possuem um acesso fácil e estão a poucos metros uma da outra. A primeira parada é a Praia da Joaquina, logo na entrada é possível ver as dunas que se formam em frente ao litoral.

Para os mais aventureiros, atividades como sandboard, que seria um snowboard na areia são oferecidos, para os que não querem se arriscar vale descer sentado também. A praia possuí alguns restaurantes na entrada, ao lado direito um enorme litoral acompanhado por diversas dunas, ao lado esquerdo diversas pedras oferecem um ângulo diferente para curtir a praia.

A Praia Mole está entre os bairros da Lagoa da Conceição e a Barra da Lagoa, sua entrada encontra-se no meio da pista. Muito procurada por surfistas, também é famosa por ter uma grande badalação e conta com uma pequena estrutura de bares e restaurantes, além de algumas pousadas na região. O Formato de dragão que envolve o litoral ao lado direito rede ótimas fotos. Ao lado esquerdo fica a entrada a praia naturalista de Galheta.

joaquina praia mole

#Dia3 – Barra da Lagoa, piscinas naturais e Lagoa da Conceição

Um dos lugares mais aconchegantes sem dúvida é a Barra da Lagoa. Urbanizada e repleta de bares e restaurantes populares, o bairro da Barra da Lagoa é bastante simpática e movimentada por conta das águas clarinhas. Ficando a apenas 20 quilômetros do Centro da cidade.

As atrações ficam por conta do espigão que leva a um pequeno farol, o canal da Barra que deságua em alto mar e a piscina natural com acesso em uma trilha que começa ao lado esquerdo da prainha.

Situado no centro geográfico da Ilha de Santa Catarina, o bairro Lagoa da Conceição reúne praias, dunas, montanhas e a maior lagoa de Florianópolis. Piqueniques, caminhadas, passeio de pedalinho, escunas e caiaque também fazem parte do cenário.

Para quem vem em turma e quer badalação à noite, o Centrinho da Lagoa é a aposta certa. Além de importante recanto histórico, a Lagoa da Conceição é um dos principais redutos da vida noturna de Florianópolis, com diversos bares e restaurantes.

barra lagoa

#Dia4 – Sul da Ilha: Campeche, Praia da Armação e Pântano do Sul

Com ondas fortes e boas para o surf, São 11,5 quilômetros de praia com areias brancas e fofas que costumam ficar desertas em alguns trechos da orla. O Campeche também é famoso pela paradisíaca Ilha do Campeche, localizada a cerca de 2 quilômetros da praia. Há vários passeios de barcos e escunas especialmente para a Ilha, alguns até com monitoramento de guias, que saem da Praia da Armação, Barra da Lagoa e do próprio Campeche. Lá você encontra sítios arqueológicos, trilhas e se levar o snorkel pode ver lindos peixes por entre as pedras. Também há mergulho profissional nesta área.

A praia da armação possuí uma paisagem surpreendente com morros uma ilha e dezenas e barquinhos de pescadores espalhados pelo mar. Localizada a 25km do centro de Florianópolis. É um dos principais núcleos de pesca artesanal da ilha, com várias comunidades pesqueiras.

Outra importante colônia de pescadores fica na praia do Pântano do Sul, com pouco mais de dois quilômetros de extensão e repleta de bares e restaurantes especializados em frutos do mar. Em alguns trechos, as ondas fracas atraem famílias com crianças.

armacao 16618022488_812f66ef90_z

#Dia5 – Norte da Ilha: Jurerê, Canasvieira e Ingleses

Um dos destinos mais movimentados da ilha durante as datas festivas, o balneário de Canasvieira possuí águas claras e um excelente infraestrutura atraindo muitos argentinos, uruguaios e paraguaios.

Ingleses é um dos principais destinos de turistas durante todo o ano, isso porque o bairro conta com grande estrutura de serviços na praia e até um pequeno shopping center. Bares, shows, restaurantes, casas noturnas e o forte comércio garantem a diversão de famílias e jovens à noite.

Após grandes investimentos em urbanização e preocupação ambiental, Jurerê Internacional ganhou visibilidade no mundo inteiro. O bairro é bem planejado, arborizado e limpo. As mansões que lá se encontram, além dos carros importados e da badalação, deram a Jurerê Internacional o apelido de Miami brasileira. Durante o verão, a praia vira sinônimo de gente jovem, bonita e rica.

canasvieira

Planeje sua viagem:

Encontre o melhor preço de hospedagens, passagens aéreas e promoções em tempo real sem pagar nada a mais por isso. Pesquise o seu voo em todas as companhias de uma só vez e tenha certeza de ter feito o melhor negócio. Planeje: Passagens Aéreas | Reservar Hotéis

Leia também:

Destino Florianópolis: saiba como aproveitar melhor a capital catarinense
As melhores praias de Santa Catarina
As melhores praias para curtir o litoral sul brasileiro
Cidades serranas para curtir o inverno no Brasil
Viajando para a Serra Gaúcha, o que fazer na região
Toda elegância do Vale Europeu em Santa Catarina

Booking.com