Diário de bordo – Roteiro de 3, 5 ou 7 dias em Alagoas

O estado de Alagoas possuí um dos litorais mais belos do país, águas claras, piscinas naturais formadas entre corais, coqueirais gigantes moldurando praias desertas e cidades históricas fazem da região, um dos destinos mais populares do nordeste.

O Guia Viajar Melhor preparou um roteiro de 7 dias para você curtir os melhores destinos e atrações turísticas de todo o estado.

#Dia1 – Conhecendo a capital Maceió

Comece o dia conhecendo as principais praias da capital, Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara. Em uma curta caminhada é possível curtir as paisagens dessa parte do litoral alagoano, que mesmo estando na capital possuí belezas semelhantes a qualquer outra praia paradisíaca do estado. Em Pajuçara não deixe de conferir o passeio de jangada até as piscinas naturais, um ótimo lugar para contemplar a beleza da capital alagoana.

Durante o final da tarde a dica é fazer um viagem pela história e cultural do estado, conhecendo atrações como a Catedral Metropolitana de Maceió, o Palácio Floriano Peixoto e o bairro histórico de Jaraguá com diversas construções históricas.

Leia também:

Turismo em Maceió: o que ver e fazer
Praia do Gunga e suas falésias coloridas
Férias em Maragogi – Guia completo do que fazer na cidade
Principais passeios para fazer em Maragogi, Porto de Galinhas, Tamandaré e região
Rota Ecológica, piscinas naturais e praias desertas no litoral norte de Alagoas

Para conhecer o melhor da culinária alagoana, indicamos o Bodega do Sertão, um famoso restaurante de comidas tipicas com um agradável ambiente temático, que te remete estar no sertão nordestino. Separe também um tempo para conferir os artesanatos locais na feirinha de Pajuçara. Se a ideia é conhecer os principais atrativos da capital, veja mais nesse outro link dedicado exclusivamente a Maceió.

8448109225_d27df61b16_z

#Dia2 – Marechal Deodoro, Barra de São Miguel e a Praia do Gunga

Depois de um reforçado café da manhã é hora de partir para Marechal Deodoro, um pequeno município a apenas 30 km de Maceió, por lá o destino é a badalada Praia do Francês. A praia é bem movimentada, uma barreira de corais que corta essa parte do litoral deixa as águas bem calmas, formando uma imensa piscina natural. Andando para o lado direito da praia é possível avistar um ernome coqueiral cercando as areias da praia.

O município de Barra de São Miguel está a apenas 10 km de distância. A Praia do Niquím, que está localizada na pequena orla de Barra de São Miguel é um parada estratégica para quem pretende conhecer a Praia do Gunga, já que o local oferece passeios de barcos até a atração.

O visual dessa praia não é muito diferente da Praia do Francês, já que as águas também são calmas e cortadas pela barreira, a diferença é que o local é mais tranquilo e possuí um movimento de pessoas bem menor. Ideal para famílias ou pessoas que estão procurando lugares mais pacatos.

A Praia do Gunga, possuí um acesso fácil através de uma enorme fazenda de cocos. Logo na entrada é possível avistar um mirante de toda a região, o custo para subir no local é de apenas R$2,00 para manutenção. Ao entrar, basta se identificar e respeitar os pedidos de preservação do local. Se você foi para Alagoas pensando em usar e abusar da Praia do Gunga, a dica é passar um dia inteiro por lá, acredite, você não irá se arrepender. Diversas atividades e passeios são oferecidos logo na entrada da praia, entre eles o visitante pode escolher por sobrevoar a região em um bote inflável, brincar de banana boat, flyboard ou pilotar um quadriciclo e conhecer as famosas falésias do Gunga (passeio obrigatório para fazer quando estiver por lá). As barracas e restaurantes começam a fechar apenas por volta das 17hrs, então você tem o dia todo para aproveitar.

IMG_3393IMG_3196IMG_3377

#Dia 3 – Porto de Pedras

Depois de desbravar um pouco do litoral sul de Alagoas, é hora de subir para o norte atrás das praias mais paradisíacas do estado. Uma das paradas mais conhecidas para se hospedar neste lado do litoral é o município de São Miguel dos Milagres, mas também indicamos ficar na simpática cidade de Porto de Pedras, uma antiga vila de pescador com ruas calmas pontilhadas de casinhas históricas coloridas. A região está no caminho de quem segue de Maceió para Maragogi, o clima é de cidadezinha, não há orla nem grandes estruturas turísticas, por lá quem manda é o sossego. O destino é ideal para todos os perfis de viajantes e bolsos, seja você um mochileiro que quer conhecer melhor o litoral alagoano ou um casal que buscam praias paradisíacas em hospedagens de charme, por lá você encontra a viagem perfeita.

Definitivamente é impossível não se apaixonar por essa cidade. O pequeno litoral do município é composto por 4 praias que podem ser conhecidas em um dia, mas o ideal é curtir o máximo que puder em cada ponto. Aproveite o dia de chegada para conhecer mais a cidade e descansar na Praia de Porto de Pedras, principal praia do município que já possuí uma beleza indescritível. A praia tem uma vista privilegiada da costa do município vizinho, Japaratinga, acessado pela balsa no rio Manguaba.

Depois de curtir o litoral e andar um pouco pelo centro de Porto de Pedras é hora de conferir a paisagem em uma outra perspectiva, no farol da cidade. O acesso para a atração é bem fácil, uma rua de paralelepípedo ao lado da antiga cadeia leva até a construção. Do alto é possível ver toda a beleza da região, litoral, zona rural, o rio Manguaba e a cidade de Japaratinga.

IMG_3718 IMG_3724

#Dia 4 – Praia do Patacho e Santuário do Peixe Boi

Uma maneira ótima de começar o dia é fazer uma caminhada até a paradisíaca Praia do Patacho. Para os mais dispostos o percurso pode ser feito a pé, apenas 6 km pelo litoral em cenário pra lá de agradável, são apenas 35 min de passeio saindo do centro. O lugar não possui estrutura de restaurantes, apenas alguns hotéis e pousadas de charme. Algumas delas oferecem Day-Use para turistas que estão na praia e desejam utilizar uma piscina ou almoçar. Andar é a melhor maneira de curtir o Patacho, coqueiros que parecem não acabar nunca são encontrados em todos os formatos, lembrando paisagens caribenhas. O acesso de carro também é permitido sendo me média 10km de distância, já que a rodovia não é beira mar.

Durante a tarde o visitante pode conhecer outro cenário da região, em um passeio de jangada pelo Rio Tatuamunha para fazer observação do peixe boi, uma atração bem famosa na comunidade. A associação que cuida do passeio limita a quantidade de visitantes por vez, tendo como objetivo garantir a preservação local, para isso indicamos que consulte a disponibilidade no período da sua viagem.

IMG_3733 IMG_3808

#Dia 5 – Japaratinga

Atravessando a balsa de Porto de Pedras chega em Japaratinga, município que faz fronteira com Maragogi. Aproveite para tirar muitas fotos durante o percurso, muitas paisagens maravilhosas são vistas nesse trecho.

A praia de Japaratinga como dita é a mais próxima da vila, a praia de águas mornas e mansas possuí boa estrutura de bares e restaurantes. O município possui 15 km de litoral contendo praias  para todos os gostos, como a Praia de Bitingui, Barreiras do Boqueirão e a Praia do Boqueirão.

IMG_4033

#Dia 6 – Praia de Maragogi

O mar de Maragogi parece ser de mentira, diversos tons de azul compõem essa parte do litoral alagoano, a atração principal do destino são as piscinas naturais que aparecem durante as marés baixas. Como os passeios costumam ser bem rápidos (em média 1:30) separe o primeiro dia para conhecer o litoral do município, mas não se esquença de consultar a tabela de marés, conforme falamos detalhadamente nessa matéria aqui.

São 10 praias ao todo: a praia de Maragogi, Ponta de Mangue, Barra Grande, Xaréu, Dourado, Camacho, Burgalhau, Peroba, São Bento e a mais conhecida da região, a Praia de Antunes, que surpreende os visitantes com um cenário totalmente caribenho.

Durante o almoço ou no final da tarde a melhor opção é curtir o por do sol e a vista maravilhosa que o restaurante Alto do Cruzeiro oferece. Localizado na parte mais alta da cidade o estabelecimento está em um ponto privilegiado proporcionando uma vista panorâmica da orla e do mar de Maragogi.

IMG_4018 IMG_3897

#Dia 7 – Piscinas naturais de Maragogi e retorno a Maceió

Os passeios para as piscinas naturais em Maragogi são feitos somente durante as marés baixas e tem duração aproximadamente de 1:30hr. Antes de marcar o dia para realizar o passeio é aconselhável conferir a tábua da maré para saber será possível realizar o percurso.

As piscinas ficam a 6 km mar a dentro e é bem conhecida por ser a segunda maior barreira de corais do mundo. O local também abriga uma rica faúna marinha que pode ser conferida nos mergulhos oferecidos pelas agências locais.

DCIM115GOPRO DCIM115GOPRO

+ info:

Bodega do Sertão
Av. Dr. Júlio Marques Luz nº79
jatiúca – Maceió – Alagoas
Tel: (82) 3327-4446
www.bodegadosertao.com.br

Associassão do Peixe Boi
Rua Luiz Ferreira Dorta, 25
Tatuamunha – Porto de Pedras – Alagoas
Tel: (82) 3298-6247
www.associacaopeixeboi.com.br

Costa Azul Turismo
Av. Candido Portinari, 370
Maragogi – Alagoas
Tel: (82) 3296-2087
www.costazulturismo.com.br

Fotos: Juliano Pessoa, GuiaViajaMelhor.com

Planeje sua viagem:

Encontre o melhor preço de hospedagens, passagens aéreas e promoções em tempo real sem pagar nada a mais por isso. Pesquise o seu voo em todas as companhias de uma só vez e tenha certeza de ter feito o melhor negócio. Planeje: Passagens Aéreas | Reservar Hotéis

Booking.com

1 comentário

  1. Vale a pena conhecer a praia do Francês. Uma beleza única, praia para todos os gostos. Para quem procura tranquilidade para a família ou para quem busca pegar uma onda. A Praia do Francês conta com diversos bares e restaurantes, inclusive na orla. Para se hospedar várias opções de hotéis e pousadas para todos os gostos e bolsos. Um lugar realmente lindo e que vale a pena conhecer.
    Para quem quer se informar antes de arrumar as malas um site que oferece boas informações:
    http://vouprofrances.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *