O que tem de legal em Seul?

Seul hoje é uma cidade global e importantíssima para a economia e cultura do mundo. Isso é resultado do boom econômico que ocorreu na Coreia do Sul após a Guerra da Coreia na década de 50. Sede de empresas como Samsung, LG e Hyundai-Kia, a cidade é um destino turístico como muitas oportunidades. A cidade hoje é completamente diferente do que era há um século atrás – acredite, a cidade é bastante antiga e foi fundada no século I d.c. Por hoje ser um polo econômico, Seul é uma das cidades mais visitadas do mundo – e você vai entender aqui mais ou menos o porquê disso. São várias atrações que misturam o passado e o futuro da Coreia do Sul e da humanidade como um todo.

Korea-Seoul-Blue_House_(Cheongwadae)_Reception_Center_0688&9-07_cropped

Dentre as atrações históricas há diversos templos e “portais” para quem quer se inserir na cultura sul-coreana. No Heunginjimin, por exemplo, existe uma lenda interessante. Reza a mesma que se você estiver bem vestido a sua frente, você será abençoado com boa sorte. O Gyeongbokgung é o antigo palácio da dinastia Joseon e é maravilhoso também. Mas se você quiser conhecer algo mais atual, vale a pena fazer o tour oficial na “Casa Azul” (foto), cujo nome em coreano é Cheongwadae. Ela é a residência oficial do presidente da Coréia do Sul. Há também, quanto aos templos, o Jongmyo. Neste templo ocorrem os rituais reais. No primeiro domingo de maio há um ritual anual bem bacana também, para celebrar a milenar cultura coreana.

Passando para a questão esportiva, Seul já foi sede dos dois principais eventos esportivos na Terra. O primeiro foi os jogos Olímpicos de 1988, no Estádio Olímpico de Seul. Caso você queira conhecer a estrutura do estádio, o recém-formado Seoul E-Land FC joga suas partidas lá. E o outro, naturalmente você deve se recordar, é o estádio da Copa do Mundo FIFA 2002 de Seul (foto abaixo). Nele a França sofreu a histórica zebra contra Senegal na abertura da Copa e os sonhos sul-coreanos foram destruídos contra a Alemanha na semi-final. O FC Seoul joga lá se você quiser dar uma passadinha no estádio. Além disso, pelo fato de ser um epicentro turístico, Seul é uma das sedes do Asian-Pacific Poker Tour. A sequência de eventos é uma das principais da Ásia no esporte das cartinhas e a etapa de Seul começou neste mês de abril (mais especificamente no domingo, dia 5).

maxresdefault

Um dos passeios mais interessantes (e nojentos, dependendo da pessoa) são os mercados de comida coreana. A foto abaixo é do Noryangjin Market. Lá você vai encontrar toda sorte de comidas típicas – incluindo polvos vivos (é sério). O fator “nossa, eles comem isso?!” pode ser o maior atrativo do local. Se você estiver mais perto deste, há outro mercado de comida também, o Gwangjang Market. Em ambos o fator “uau, que coisa esquisita” é algo que aparece na cabeça dos ocidentais.

p1020015-1m

Essas são apenas algumas das atrações que você pode encontrar em Seul. A maior parte delas diz respeito ao período anterior do boom econômico – e é bem interessante conhece-las justamente por isso. É como se um pedaço da cultura sul-coreana ainda estivesse presa no tempo. Claro, você pode visitar o novo também – como os estádios que listamos acima – ou outras atrações – como por exemplo os parques de diversão. Seul tem vários deles, como o Lotte World e o Seoul Land (foto abaixo).

img_3906

Enfim, Seul é uma das cidades mais bacanas do oriente. Considerando sua proximidade com Tóquio via avião, quem faz uma viagem turística ao Japão pode pensar, caso tenha um dinheiro extra no montante separado para a viagem, em visitar Seul também – afinal de contas, a cultura oriental não se resume em Japão e China. A Coreia do Sul é bastante rica culturalmente falando, como vimos acima, e uma passada por lá é algo que pode enriquecer alguém – em todos os aspectos, como uma boa viagem deve fazê-lo.

Planeje sua viagem:

Encontre o melhor preço de hospedagens, passagens aéreas e promoções em tempo real sem pagar nada a mais por isso. Pesquise o seu voo em todas as companhias de uma só vez e tenha certeza de ter feito o melhor negócio. Planeje: Passagens Aéreas | Reservar Hotéis 

Leia também:

100 destinos para conhecer no Brasil
Jovem dá a volta na Europa gastando apenas 1 euro por dia
Americano viaja durante 50 anos e conhece todos os países do mundo
Viajando o mundo como voluntário: uma viagem para o bem
Destinos exóticos para visitar no Brasil