Os números divulgados pela página da Prefeitura Municipal de Campinas mostram o quanto o assunto é levado a sério pelos seus servidores da saúde. No total foram aplicadas 2.153.651 doses de vacinas, sendo 967.845 de primeira dose; 957.124 de segunda e dose única, mais 228.682 doses adicionais.

A cidade divulgou recentemente redução de 99% nas mortes por covid-19 e casos confirmados em relação ao pico da pandemia e no começo do mês de dezembro. Entre 7 e 13 de março, no auge da pandemia, foram registrados 207 óbitos e 4.288 novos casos. recentemente, entre 5 e 11 de dezembro, houve duas mortes e 53 casos. Os números foram divulgados em transmissão ao vivo pela internet pelo prefeito Dário Saadi no último dia 17 de dezembro.

O prefeito lembrou em entrevista recente que em abril de 2021, 450 pessoas na cidade foram internadas e 122 foram atendidas, mas aguardavam leitos de UTI. “Os resultados que estamos anunciando agora são fruto de um trabalho enorme, difícil e extremamente técnico que começou com severas restrições. Com excelentes vacinações, conseguimos essa realidade”, disse o prefeito.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

vacinação campinas

Foto: Divulgação

Os números da Prefeitura mostram que 94,3% da população recebeu pelo menos uma dose da vacina e 93,6% da população tem um programa de vacinação completo. Para Andrea von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), apesar dos dados positivos, é preciso ter cautela, como uso de máscaras e higienização das mãos. “Esses números nos dão a sensação de que vencemos a pandemia, mas a doença não nos acalmou e uma nova preocupação surgiu no mundo”, disse

No dia 15 de janeiro acontece o Dia de D de Vacinação Para Dose Adicional. em 35.560 vagas distribuídas em 56 Centros de Saúde (CS) e no Centro de Referência à Saúde do Idoso (CRI). Confira a seguir quem pode tomar vaciona nesse dia.

A vacina, nesse dia, é recomendada para todas as pessoas com 18 anos ou mais, que já receberam a 2ª Dose ou a Dose Única da Janssen e cumprem o prazo informado abaixo:

Se você recebeu a 2a Dose da vacina Coronavac-Sinovac/Butantan OU vacina Pfizer OU vacina AstraZeneca: aguardar 122 dias para a Dose Adicional (4 meses).

Se você recebeu uma Dose Única da vacina Janssen: aguardar 61 dias para a Dose Adicional (2 meses).

Observação: Todas as pessoas com alto grau de imunossupressão devem aguardar 28 dias independente da vacina recebida. Neste caso escolha o botão de agendamento abaixo: Agende aqui: Dose Adicional para imunossuprimidos.

ORIENTAÇÃO MÉDICOS e PACIENTES:  Baixe e utilize o Formulário Médico para indicação da Dose Adicional da vacina para pessoas com alto grau de imunossupressão. Importante: é necessário que o número do CRM esteja nítido e legível, pois será obrigatório para inserção no sistema de vacinação.

Algumas das dúvidas recebidas sobre a vacinação do Dia D estão listadas abaixo. A Prefeitura se esforçou em atender todas as dúvidas, mas sabe que ainda há muito para ser esclarecido, portanto, se ainda assim houver algo que voc~e deseje saber, entre em contato com o site da Prefeitura.

Os pontos em questão são:

  • Em caso da pessoa estiver agendada para receber a Dose Adicional em outro dia e deseja alterar para o dia 15/01 é permitido desde que já esteja com a vacinação completa dentro do prazo estabelecido.
  • Se estiver com sintomas gripais na data do agendamento, a vacina não poderá ser aplicada. Neste caso, deve fazer o reagendamento no site com a escolha de uma data para após os sintomas acabarem. Lembrando que os sintomas citados incluem calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, diarreia ou ainda não sentir cheiro ou gosto.
  • O agendamento não deve ser feito caso a pessoa esteja acamada. Neste caso, um familiar ou responsável deve entrar em contato no Centro de Saúde mais próximo.
  • Não é possível fazer o agendamento para Dose Adicional antes de completar o prazo mínimo estabelecido.
  • Caso a pessoa tenha recebido as primeiras doses da vacina em outra cidade/estado ou país e agora está em Campinas, ela pode agendar a Dose Adicional na cidade desde que comprove que está com a vacinação completa e dentro do prazo estabelecido.
  • A equipe de atendimento pelo telefone 160 pode orientar se tiver dificuldade para fazer o agendamento. Caso não consiga por qualquer motivo, procure o Centro de Saúde mais próximo.

Para viajantes com destino ao exterior que tenham esquema vacinal completo com Coronavac/Sinovac/Butantan e tencionem ir para países cujos órgãos regulatórios não incluíram este imunizante até o momento na sua lista de vacinas autorizadas, as observações são as seguintes:

Viajante com 18 anos ou mais, vacinados em Campinas, exclusivamente para aqueles que receberam a 2ª Dose há mais de 28 dias e que tomaram Coronavac/Sinvac/Butantan. Neste caso, é obrigatório comprovante de vacinação em um dos Centros de Imunização ou Centros de Saúde na cidade de Campinas e apresentação de documentação que comprove a viagem (bilhete de transporte aéreo, portuário emitido), além de documento que comprove a exigência do país a um imunobiológico específico (documento emitido por consulado do país de destino, via site).

Importante: conforme 28ª atualização do Documento Técnico Campanha de Vacinação contra a covid-19 CVE, a dose adicional poderá ser realizada em viajantes ao exterior, nos casos de pessoas que tenham esquema vacinal completo com o imunobiológico Sinovac/Butantan, e tenham como destino países cujos órgãos regulatórios não incluíram este imunizante até o momento na sua lista de vacinas autorizadas. Esclarecemos que até o presente momento não há contraindicação de realização de dose adicional para gestantes ou puérperas, desde que essa seja realizada com as vacinas da Pfizer.

Outro pojto importante: não é indicada a realização de “nova” dose adicional, ou seja, mais de uma dose adicional, em casos de pessoas que já tenham esquema vacinal completo e que já tenham procedido com dose adicional de imunobiológico que no momento ainda não conste na lista de vacinas autorizadas pelo país de destino do viajante.

Em caso da pessoa agendada teve diagnóstico confirmado para covid-19 no período de 30 dias que antecedem o agendamento ou estiver com sintomas gripais justamente na data do agendamento, a vacina adicional não poderá ser aplicada. Nestes casos, deve fazer o reagendamento no site. Escolha uma data apenas quando os sintomas acabarem, que incluem febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou gustativos (não sentir cheiro ou gosto), diarreia, rinorreia (corrimento nasal).

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Calendário de Vacinação 2022 Florianópolis – Santa Catarina

Artigo anterior

Calendário de Vacinação 2022 Pelotas – Rio Grande do Sul 

Artigo seguinte

Você pode gostar