A partir de 2022 o acesso a Veneza será controlado. A cidade de Veneza contará com um sistema de catracas acionadas através de um aplicativo para controlar a entrada de turistas em seu centro histórico.

O projeto de catracas em Veneza vem sendo analisado desde 2018, e agora é um fato consumado, a partir do verão de 2022 para adentrar a belíssima Veneza, cidade sobre as águas, vai ser necessário passar por catracas. Isso deveria ter ocorrido já em 2020, porém foi adiado devido à pandemia.

Veneza cobrará ingressos?

Essa é a pergunta que não quer calar: ingressos para entrar em Veneza?

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Na verdade, a ideia é controlar a entrada de turistas e cobrar a taxa apenas daqueles que não pernoitam no centro histórico da cidade. Mesmo após a pandemia, a cidade já voltou a bater o índice de 80 mil turistas ao dia. A taxa será de 8 euros (com variações), ficando em torno de R$50 reais, sendo baseado na cotação atual do euro. O sistema de catracas será acionado através de um aplicativo. Essa iniciativa foi anunciada em 11/07/2021 pelo Prefeito Luigi Brugnaro e tem o intuito de minimizar o turismo em massa, pois tudo que Veneza tem de belo tem de frágil.

“Haverá catracas, assim como aquelas de mercado, e será possível passar com um app, com base na disponibilidade no momento. Cidadãos sempre terão a senha da catraca, mas visitantes a terão durante o período de hospedagem”, disse Brugnaro.

Essas regras foram aprovadas por 22 dos 33 representantes locais presentes na votação.

Brugnaro ressalta que é algo novo, haverá dificuldades mas que Veneza não abrirá mão disso. É pretendido com essa arrecadação aproveitar o grande fluxo de turistas na cidade, que às vezes superlotam e forçam os preços a subirem demasiadamente. Será incluso dentro desses valores a manutenção da cidade e seu acervo histórico.

Novas regras para visitar Veneza

regras para visitar Veneza

Foto: Federico Beccari / Unsplash

Para você que planeja visitar a cidade, essas novas regras, embora acrescente um gasto extra, não deve ser vista com maus olhos, já que a cidade terá menos visitantes ao mesmo tempo, deixando os locais mais espaçosos e os preços tendenciosamente cairão.

Há quem diga da taxa de entrada “tal qual um museu”, e não deixa de ser. Destacamos que há isenção da taxa nestes determinados casos: crianças menores de 6 anos, esportistas, torcedores de qualquer esporte que cheguem em veículos públicos e as autoridades institucionais. Moradores, trabalhadores e estudantes terão acesso livre.

Catracas, ingressos e reservas antecipadas

veneza itália

Foto: Dan Novac / Unsplash

Para turistas que estiverem hospedados em hotéis da região não haverá acréscimo de valor e a entrada e saída está completamente liberada. Para turistas de cruzeiros (desde 01/08 os navios estão proibidos de atracarem no centro histórico de Veneza) ou aqueles conhecidos como “bate e volta”, esses sim terão de reservar com antecedência e pagar a taxa. O valor varia de 3 a 10 Euros entre baixa e alta temporada respectivamente. Entende-se que esses turistas não gastam nada ou quase nada na cidade devido a não pousarem no local e às vezes nem se alimentarem em um restaurante e como consequência superlotam o centro histórico. A liberação das catracas vai acontecer através de um aplicativo.

Com catraca ou sem catraca é inegável que visitar Veneza é especial, uma cidade atípica, repleta de coisas inusitadas, muita comida boa. Antes de adentrar a um restaurante em Veneza, atente-se a cobrança de dois valores: o preço do serviço (coperto) e a porcentagem de impostos (servizio) que incluem na conta. Alguns restaurantes já tem essas taxas inclusas no preço final.

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

10 hotéis bem recomendados para se hospedar em Cuiabá

Artigo anterior

Cânions de Cambará do Sul terão acesso cobrado; veja tarifas

Artigo seguinte

Você pode gostar