Qual a melhor época para viajar para a Europa?

Descubra qual é a melhor época para planejar sua viagem ao continente europeu

A Europa é o continente que mais recebe turistas no mundo e os brasileiros não são exceção à regra. O velho mundo tem muitos atrativos, sejam culturais, históricos ou naturais. Isso faz com que viajar para a outra ponta do oceano atlântico seja um programa para qualquer estação.

Porém, para escolher a melhor época para viajar para a Europa é preciso saber o que se espera da viagem. Aqui, você encontra algumas dicas para planejar a viagem perfeita.

Leia também:

Roteiro de trem na Europa: 10 dias por Barcelona, Madri e sul da Espanha
Aplicativo ajuda viajantes a criar roteiros personalizados na Europa
100 cidades para visitar na Europa
Conheça 7 rotas turísticas para você fazer de trem na Europa

Verão

Alta-temporada no velho continente, o verão é quando a vida transborda pelas cidades europeias. É a época de férias escolares e o frio finalmente deu uma trégua, fazendo com que sair de casa seja a única coisa que os europeus querem fazer.

Durante os meses de julho a setembro os europeus parecem ter reencontrado a vontade de viver, todos os restaurantes e bares bombam, sendo necessário até fazer reserva para garantir uma mesa. Os parques ficam cada vez mais verdes e lotados, assim como os pontos turísticos. Se você não gosta de muvuca então não planeje uma viagem para as cidades mais visitadas da Europa como Roma, Barcelona ou Londres. Tudo estará lotado a todo tempo. Mas isso não quer dizer que não será possível aproveitar a viagem. Os pontos turísticos são muito bem estruturados e preparados para o grande fluxo de turistas na alta-temporada, mas prepare-se para as filas.

O verão também é quando a maioria dos grandes eventos de música acontecem, como o Lovebox na Inglaterra, o Electrobeach Music Festival na França e o Open Beatz Festival na Alemanha.

Fora os grandes eventos, pequenos festivais de verão aparecem em várias cidades europeias. Ruas são fechadas e abarrotadas de food trucks com comidas típicas do lugar, palcos são montados em praças públicas para receberem os mais diferenciados estilos de música, em shows que começam a tarde e vão até o outro dia.

Outro ponto muito importante a ser levado em consideração se pretende ir a Europa no verão são as altas temperaturas. Pode parecer que não, mas os 40º graus são facilmente alcançados no auge da estação nas cidades europeias. Nesse último verão a cidade de Alicante, na Espanha alcançou os incríveis 45 graus em meados de julho.

Porém, se você pretende ir para destinos como as praias da Península Ibérica, sul da Itália ou as ilhas paradisíacas da Grécia as altas temperaturas vem a calhar. Além de que os dias são mais longos, o sol e céu azul são sempre presentes e as chuvas são incomuns, tornando possível aproveitar ao máximo, e se refrescar, nas águas do mar mediterrâneo.

Uma desvantagem de viajar no verão são os preços salgados em praticamente todos os lugares turísticos. O clima, o alto fluxo de turistas e as férias escolares encarecem tudo por lá.

Barcelona. Foto: Alexandr E

Outono

No outono o fluxo de turistas ainda é grande, mas já não é tão intenso quantos nos meses anteriores. Ótima época para viajar se você não se dá bem com temperaturas extremas. Nos meses de setembro e outubro, até meados de novembro, o calor começa a dar uma trégua, mas o frio congelante do inverno ainda não deu às caras.

Fazer os famosos walking tours pelos pontos turísticos famosos das cidades europeias possui um charme a mais com as folhas das árvores ganhando aquela coloração alaranjada, fazendo com que o turista se sinta dentro de uma comédia romântica de Hollywood. O ambiente atrai principalmente casais pela atmosfera romântica que o outono trás.

Mas engana-se quem pensa que junto com o verão a animação também deixa o continente. Os festivais continuam, outubro é o mês das festas europeias mais famosas internacionalmente. Na Alemanha temos o famosíssimo Oktoberfest, que ocorre do final de setembro até o começo de outubro. Na Espanha temos o Festival de Pilares em Saragoça e o Festival Medieval em Alcalá de Henares, um dos maiores festivais históricos do país.

Nessa época os preços diminuem um pouco, mas ainda sofrem com a alta do turismo.

Paris. Foto: via Flickr – thegdnona

Inverno

O inverno é a baixa-temporada na Europa. Junto com as temperaturas, os preços e o fluxo de turistas caem drasticamente.

Nós brasileiros somos atraídos pelos meses de frio no continente europeu, mas esquecemos que não estamos acostumados a ele. Em alguns países a temperatura chega aos -20ºC no auge da estação, congelando rios e a respiração de quem se aventurar pelas ruas cobertas de neve. Porém, o inverno tem seus atrativos como qualquer outra estação.

Não muito convidativo para práticas ao ar livre, as temperaturas baixas dessa estação são ótimas para programas indoors, como museus e galerias. E o que a Europa tem de sobra são museus e galerias. Aproveite para apreciar as obras de arte dos mais aclamados artistas da história. Dizem que é necessário mais de um mês para ver todas as peças de um dos maiores acervos do mundo, o Museu do Louvre, em Paris, onde estão algumas das obras mais famosas do mundo como a Mona Lisa de Leonardo Da Vinci e a Vênus de Milo.

Para os esportistas e aqueles que sonham em ver neve uma vez na vida as estações de esqui são mais que perfeitas nessa época do ano. A região dos Alpes, que abrange parte da França, Suíça e Itália convidam todos aqueles que desejam se aventurar em seus picos nevados.

Mas, um dos atrativos mais diferenciados para os turistas advindos de um país tropical são com certeza os Mercados de Natal. Final de novembro e dezembro as ruas de cidades como Viena, na Áustria se transformam em cenários mágicos. O turista se sente como se estivesse no universo de Quebra Nozes, cercado por árvores iluminadas, decoração típica natalina e barracas que vendem artesanato e enchem o ar com o aroma de castanha, batatas ao forno, fruta confeitada, pão temperado e vinho quente.

Alemanha. Foto: Alexander Ponick

Primavera

Nos meses de março a junho o calor começa a voltar às cidades europeias. Porém, os preços ainda não subiram e as temperaturas não estão altas o suficiente para derreter a neve nos pontos mais altos, fazendo com que a primavera seja a época perfeita para qualquer tipo de viagem à Europa.

Com os climas amenos de meia estação, passeios ao ar livre como walking tours podem ser realizados, assim como atividades indoors sem o desconforto do calor ou frio intensos. A paisagem durante a primavera também é uma das mais lindas e românticas. Os parques e ruas se enchem de cor com o desabrochar das flores.

Com a volta do calor, os festivais também voltam a aparecer. Em abril e maio, por exemplo, é quando acontecem o Springfest em Stuttgart, na Alemanha e o Primavera Sound Festival em Barcelona, na Espanha.

Os preços ainda estão baixos nessa época do ano, mas cuidado com as datas da viagem. Em abril há o feriado de Páscoa, a Semana Santa, em que a maioria das escolas e universidades entram em recesso. Por causa desse curto período de folga dos estudantes, os preços das viagens e hospedagens tendem a subir um pouco nessa semana.

Holanda. Foto: Stephanie Falzone


- Descubra o hotel ideal para você, reserve seu hotel com o Booking.com.
- Encontre pacotes de viagem em oferta com a CVCSubmarino ViagensDecolar.com.
- Pesquise os melhores preços de passagens aéreas em tempo real para a sua viagem.