A República Tcheca é mais um país da Europa a aceitar brasileiros vacinados. Para entrar no país, é preciso apresentar o Certificado Internacional de Vacinação Completa em inglês

Brasileiros vacinados completamente já podem viajar a passeio para a República Tcheca. A abertura do país europeu para os turistas vindos do Brasil ocorreu no início de setembro e soma-se a outros países da Europa que abriram suas fronteiras.

Para entrar no país, contudo, é preciso apresentar o Certificado Internacional de Vacinação completa (com QR Code), em inglês, com uma das quatro vacinas reconhecidas pela EMA (European Medicine Agency). O órgão sanitário da Europa aprovou os imunizantes da AstraZeneca, Moderna e Janssen. Por enquanto, a Coronavac não é aceita, pois está em análise na EMA desde maio deste ano.

Leia também » Os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Os turistas devem, também, preencher o “Formulário de Chegada” online – disponível no site plf.uzis.cz) – para obter o QR Code que libera a entrada no país. Além disso, é necessário contratar um seguro viagem com cobertura para o tratamento da Covid-19.

Com estes documentos, o turista brasileiro não precisa apresentar exame PCR negativo, tampouco cumprir quarentena para entrar na República Tcheca. No entanto, é necessário estar atento às exigências da companhia aérea escolhida para viajar ao país europeu, assim como dos locais em que fizer escala, caso necessário.

Como obter o Certificado de Vacinação contra a Covid-19

república tcheca

Foto: William Zhan / Unsplash

Apesar de o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) do Ministério da Saúde ainda não ser válido para a Covid-19, somente para a Febre Amarela, você pode emitir o Certificado Digital de Vacinação contra a Covid-19 emitido pelo ConecteSUS – plataforma do Sistema Único de Saúde (SUS).

Já fizemos um post detalhado sobre como obter este documento, mas vou relembrar aqui os principais passos. Vale destacar, no entanto, que a princípio o certificado digital de vacinação não tem validade internacional, ficando a critério de cada país decidir sobre sua aceitação. Por isso, antes de viajar, consulte sempre as regras com a embaixada do destino.

Porém, o documento reúne todas as informações sobre a imunização contra a Covid-19, inclusive com QR Code, como é exigido pela República Tcheca para liberar a entrada de brasileiros vacinados.

1º passo: Acesso ao Conecte SUS com a conta gov.br

Se você já tem uma conta gov.br, basta acessar a plataforma Conecte SUS e clicar no botão “Acessar” no bloco azul intitulado “Cidadão”. Uma nova página será carregada, com um botão azul na parte inferior escrito “Entrar com gov.br”. Clique nele e faça seu login.

Para quem não tem a conta gov.br, será necessário, antes, acessar este link e clicar em “Iniciar”. Em uma nova página que será aberta, clique no botão “Crie sua conta gov.br” e escolha entre as opções de cadastro: CPF, login com QR Code, seu banco, seu certificado digital e seu certificado digital em nuvem. A opção mais simples é a do CPF.

Após preencher os dados solicitados, o sistema encaminhará uma confirmação por e-mail ou SMS, que você deverá copiar e colar no campo indicado. Por fim, você será direcionado para a área de criação da senha, com no mínimo 8 caracteres. Pronto, seu cadastro estará pronto e você poderá acessar o Conecte SUS.

2º passo: Emissão do certificado de vacinação contra a Covid-19

Após acessar o Conecte SUS na web ou no aplicativo em seu smartphone, clique no ícone “Vacinas”. Nele, você poderá ver todas as informações relativas à sua imunização, como qual tipo de vacina e quantas doses recebeu, lote de fabricação, datas e locais das aplicações.

Na parte inferior desta página, você verá um botão intitulado “Carteira de Vacinação Digital”. Clique nele. Automaticamente será gerado um documento, com validade de um ano, com todas essas informações e um QR Code que poderá ser utilizado pelas autoridades competentes para validar sua autenticidade. Para salvá-lo, clique na opção “PDF” na parte superior da página. O site ou aplicativo fará o download do certificado para seu computador ou smartphone.

Quem já tomou as duas doses do imunizante ou a dose única da Jansen, pode emitir o certificado em português, espanhol ou inglês. Basta clicar em uma das bandeiras dos países correspondentes, localizadas ao lado do botão “PDF” para gerar o documento no idioma desejado. O cidadão que tomou apenas uma dose das vacinas que necessitam de duas aplicações para se imunizar, só poderá emitir o certificado digital do SUS em português.

Quais outros países da Europa já aceitam brasileiros vacinados

Assim como a República Tcheca, outros países da Europa já abriram suas fronteiras para a entrada de brasileiros, apesar de o nosso país ainda ser considerado um local de alto risco para a Covid-19.

Entre as nações que já aceitam receber os turistas brasileiros totalmente vacinados, estão Espanha, Finlândia, Irlanda, Inglaterra, Portugal e Suíça. Alemanha e França também aceitam, mas com restrição aos imunizados com a Coronavac, como ocorre com a República Tcheca.

No entanto, como já alertamos, é necessário estar atento às regras das companhias aéreas e dos outros países em que necessite fazer escala. Além disso, ainda que os turistas brasileiros possam desembarcar nessas nações que citamos, não é garantido que ele consiga transitar por outros países da União Europeia e do Espaço Schengen.

A verdade é que cada país tem suas próprias exigências com relação ao ingresso de turistas de outras partes do mundo. Para te ajudar a saber para onde é possível viajar e quais os requisitos, vamos listar alguns a seguir:

  • Alemanha: pessoas totalmente vacinadas com uma das quatro vacinas reconhecidas pela EMA – sendo considerada a imunização completa após 14 dias da segunda dose ou da dose única da Janssen. Necessita do certificado digital Covid da UE ou um comprovante de vacinação comparável, digital ou em papel, em idioma alemão, inglês, francês, italiano ou espanhol.
  • Espanha: qualquer pessoa completamente vacinada 14 dias antes da viagem, com certificado de vacinação correspondente.
  • Finlândia: turistas totalmente vacinados, com imunização completa a pelo menos 7 dias antes da viagem.
  • França: viajantes brasileiros totalmente vacinados podem entrar no país se apresentarem um comprovante de vacinação completa e uma declaração solene de que não apresentam nenhum sintoma de infecção pela Covid-19, nem tiveram contato com pessoas que testaram positivo.
  • Holanda: aceita as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A imunização é considerada completa após os seguintes prazos: 14 dias após a segunda dose ou 28 dias após a dose única da Janssen. Este país europeu aceita o comprovante de vacinação (físico ou digital) emitido pelo Ministério da Saúde do Brasil em português.
  • Inglaterra: os turistas totalmente vacinados contra a covid-19 devem, antes de viajar, agendar e pagar por um teste de Covid-19 a ser realizado no segundo dia após a chegada ao país. Além disso, devem preencher o formulário de localização de passageiros e só poderão sair da quarentena se o resultado do teste for negativo.
  • Irlanda: não é necessário teste ou quarentena se o viajante apresentar um comprovante válido de vacinação, em inglês ou irlandês, ou de recuperação da Covid-19. O país aceita as vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos e considerada a imunização completa após 15 dias da segunda dose da AstraZeneca, sete dias da segunda dose da Pfizer-Biontech e 14 dias da segunda dose da Moderna ou da dose única da Janssen.
  • Portugal: aceita turistas brasileiros mediante a apresentação do teste negativo de PCR realizado nas 72 horas antes do embarque ou um teste rápido de antígeno feito nas 24 horas anteriores à viagem.
  • Suíça: recebe turistas brasileiros totalmente vacinados com imunizantes aprovados pela OMS. O país considera a imunização completa 11 dias após a aplicação da segunda dose das vacinas ou 22 dias após a data de vacinação com a dose única da Janssen. Os viajantes podem apresentar o comprovante de vacinação em papel que foi fornecido pelo posto de vacinação brasileiro.

Dica extra para a sua viagem

Para encontrar inúmeras opções de acomodação e reservar hotéis e pousadas durante a viagem, utilizamos o Booking.com - disponível em milhares de destinos. Para economizar com voos, consultamos primeiro as passagens aéreas na MaxMilhas, - quase sempre encontramos os melhores preços tanto no Brasil quanto no exterior. As passagens podem ser emitidas mesmo para quem não tem milhas aéreas.

Outras dicas úteis

Encontre informações úteis sobre os melhores destinos do mundo, com guias de viagens especializados sobre diferentes lugares para conhecer no Brasil e no exterior. São milhares de dicas de viagens com sugestões de onde ir na sua viagem, recomendação de hotéis, notícias atualizadas e muito mais.

Precisa de um carro na sua viagem? Encontre aluguel de carro na Rentcars e cote modelos diferentes podendo ser parcelado em até 10x. Já para passeios e ingressos antecipados, fechamos tudo sempre pela Get Your Guide.




Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Você já conhece a plataforma de vidro sobre um abismo na Serra Gaúcha?

Artigo anterior

12 pousadas super charmosas para viajar com seu amor no interior de São Paulo

Artigo seguinte

Você pode gostar