Caminho dos Cânions, conheça uma das regiões mais belas de Santa Catarina

O Caminho dos Cânios é o nome de uma impressionante região turística catarinense localizada no extremo sul do estado famosa por abrigar uma parte do Parque Nacional de Aparados da Serra e da Serra Geral, essa região é considerada um paraíso para amantes do ecoturismo.

Os cânions do Parque Nacional Aparados da Serra marcam a divisa entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Municípios como Jacinto Machado, Timbé do Sul e Morro Grande são os melhores lugares para começar a explorar as atrações turísticas do local, como os cânions Itaimbezinho, Fortaleza, Malacara, Churriado, Faxinalzinho, Josafaz e Amola Foca.

A região do Caminho dos Cânions também conta com duas cidades no litoral catarinense: Araranguá e Sombrio, ambas localizadas em uma parte bem preservada do estado om boa infraestrutura de comércio e serviços, além de praias, dunas, furnas e um dos mais belos cartões-postais de Santa Catarina: o Morro dos Conventos.

O município de Praia Grande está localizado na parte baixa dos cânions protegidos pelo parque nacional. Cachoeiras, piscinas naturais, rios e penhascos gigantescos fazem do destino um paraíso ecoturístico por excelência. A cidade oferece boa estrutura turística, com hotéis, pousadas e operadoras receptivas que fazem oferecem diversos passeios para os turistas.

Praia Grande Praia Grande2 Praia Grande3 Praia Grande5

Ecoturismo e esportes de aventura são as atividades mais comuns dessa região, como o trekking pelo Cânion do Itaimbezinho que dura aproximadamente 9 km (ida e volta), passando pelo interior de um dos cânions mais famosos dos Aparados da Serra. O caminho cruza o leito do Rio do Boi cerca de 30 vezes e há diversas cascatas e piscinas naturais. O acompanhamento de guia credenciado é obrigatório. Acesso pelo Posto de Informações e Controle do Parque Nacional Aparados da Serra.

O município de Jacinto Machado fica mais próximo do Cânion Fortaleza, o maior da região e um dos maiores do Brasil, chegando até 1.157 metros de altura. rilhas centenárias utilizadas pelos tropeiros, cachoeiras, piscinas naturais, rios pedregosos e vegetação exuberante são encontradas em toda localidade.

Jacinto Machado1 Jacinto Machado2

Atrações:

Cânion Fortaleza
Trilha de aproximadamente 6 horas pelo interior do Cânion Fortaleza, atravessando a exuberante mata nativa e o leito do Rio da Pedra, passando por trechos de alto grau de dificuldade. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

Mirante do Fortaleza
Trilha de fácil acesso, mas de longa duração, percorrendo as bordas do cânion até o mirante, de onde se avista o litoral e a divisa entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

Cachoeira do Tigre Preto
A partir do Mirante do Fortaleza há uma trilha levando a várias quedas-d’água (algumas com mais de 400 m de altura) e à Pedra do Segredo, uma emblemática formação rochosa. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

Morro Carasal
Elevação em frente ao Cânion Fortaleza com magnífica vista panorâmica da região. O trekking pelo morro é feito por trilha íngreme, de alto grau de dificuldade, passando por campos e florestas. Situado na localidade de Engenho Velho, numa propriedade rural. As visitas devem ser agendadas com os condutores de ecoturismo locais.

Cânion da Pedra
Rapel e canyoning são ótimas opções para explorar as belezas naturais do lugar, também conhecido como Cânion do Fundo das Bonecas. O trekking pelo leito do Rio Pai José, ao longo dos 4.000 m de extensão do cânion, revela agradáveis surpresas como as cascatas Tobogã e Anna Schiratta. Acesso na comunidade Costão da Pedra.

No extremo sul do litoral catarinense, a cidade de Araranguá tem como os principais atrativos as belas praias da região, lagoas, dunas, restingas, furnas e a foz do Rio Araranguá.

slider1 slider2

Morro dos Conventos, o principal cartão postal da região.

Morro-Dos-Conventos-Dunas_sandboard-Ararangua-2540

As dunas do Morro dos Conventos formam uma rampa de 30 m de altura, possibilitando descidas que atingem até 35 km/h. No local há também um farol de 1953 e um mirante com vista panorâmica da região. Voo livre e sandboard são algumas das opções para se aventurar nesses cenários. O trekking também é uma boa dica para quem quer conhecer o morro e explorar as grutas, dunas e trilhas do local.

A cidade de Balneário Gaivota possuí praias interligadas, e zonas de Mata Atlântica, o destino é considerado como tranquilo a maior parte do ano. Apenas no verão, turistas vindos principalmente do Rio Grande do Sul mudam a rotina da cidade, ocupando os hotéis, pousadas e casas de veraneio. Surfe, pesca e motonáutica são praticados em toda a orla de cerca de 23 km. A movimentada Praia da Gaivota, no Centro, e a sossegada Lagoa Cortada, próxima à Praia da Janaína, são os principais atrativos do balneário.

slider14 slider24

Além das atrações naturai que cercam o município de Sombrio, a indústrias calçadistas, moveleiras e artesanais são outro ponto forte do crescimento do turismo local. Não deixe também de fazer um passeio pela Lagoa do Sombrio – a maior lagoa de água doce do estado – o Morro da Moça e o complexo Furnas de Sombrio, conjunto de quatro grutas localizado às margens da BR-101.

slider13 slider23 slider33

Planeje sua viagem:

Encontre o melhor preço de hospedagens, passagens aéreas e promoções em tempo real sem pagar nada a mais por isso. Pesquise o seu voo em todas as companhias de uma só vez e tenha certeza de ter feito o melhor negócio. Planeje: Passagens Aéreas | Reservar Hotéis

Leia também:

Toda elegância do Vale Europeu em Santa Catarina
Destino Florianópolis: saiba como aproveitar melhor a capital catarinense
As melhores praias de Santa Catarina
As melhores praias para curtir o litoral sul brasileiro
Cidades serranas para curtir o inverno no Brasil
Viajando para a Serra Gaúcha, o que fazer na região

Via.

Booking.com