Um guia para visitar o que há de melhor em um dos principais bairros do Rio de Janeiro

Bairro tranquilo da Zona Oeste da capital fluminense, a Barra da Tijuca é vizinha de regiões como São Conrado, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá e é, a exemplo do último, uma das localidades que mais prosperaram ao longo dos séculos XX e XXI. Para se ter uma ideia, a “Barra” contava pouco menos de 25 mil habitantes em 1980. Hoje já são quase 400 mil!

Muito por conta das Olimpíadas de 2016, o bairro recebeu grandes investimentos em infraestrutura e é hoje a região com maior IDH de toda a cidade do Rio de Janeiro, com uma pontuação de 0,972 – motivo suficiente para dar uma olhadinha em apartamentos à venda na Barra da Tijuca, sem dúvida.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Reunimos para o conteúdo de hoje alguns dos passeios mais interessantes para se fazer por lá. Confira!

Lugares para conhecer na Barra da Tijuca

Foto: Wikimedia

Parque Nacional da Tijuca

Com 2 milhões de visitantes por ano, o Parque Nacional da Tijuca oferece aos visitantes a possibilidade de fazer trilhas, grutas e cachoeiras em meio a um dos mais belos cenários de toda a cidade.

Lá no próprio parque, você poderá visitar uma série de outros pontos turísticos famosos da cidade, como o Corcovado, o Pico da Tijuca e a Pedra da Gávea. Com quase 4.000 hectares, é uma ótima opção para quem gosta de se colocar em contato com a natureza durante as viagens.

Casa do Remo

No Rio de Janeiro é comum encontrar praticantes de uma série de esportes aquáticos como windsurf, caiaque e outras modalidades praticadas na água. Para os amantes do stand up paddle, nossa indicação fica para a Casa do Remo, lugar destinado à prática e ao aprendizado dessa categoria.

Além de disponibilizar o aluguel de equipamentos aos visitantes, o espaço fica em um lindo local repleto de belas paisagens como manguezais, florestas e praias, além de um simpático barzinho para quem quer ir e apenas relaxar um pouco.

Sítio Roberto Burle Marx

Localizado em uma região de vegetação nativa de plantas tropicais, o Sítio Roberto Burle Marx oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer pouco mais de 3.500 espécies de plantas que compõem a flora da região.

O espaço foi a casa do aclamado paisagista Roberto Burle Marx por mais de 20 anos, até a sua morte em 1994 e, além do imenso acervo botânico, traz concertos e exposições que completam a belíssima experiência de quem escolhe o local para passear.

Bosque da Barra

Com cerca de 50 hectares, o Bosque da Barra é uma das belezas naturais do Rio de Janeiro. Lá é possível caminhar, “dar um rolé” de bicicleta e ainda entrar em contato com a riquíssima natureza do espaço que, além da exuberante flora, abriga animais como capivaras e saguis.

Uma das práticas mais realizadas pelos moradores da Barra é justamente reunir a família e os amigos para um delicioso piquenique no interior do bosque. Perfeito para o fim de tarde!

Barra da Tijuca

Foto: Wikimedia

Dica extra:

É importante ressaltar que ao sair para passear pela Barra da Tijuca e conhecer suas atrações, não deixe de lado as regras de distanciamento social e as boas práticas bem-vindas durante a pandemia, como a utilização de máscara e a higienização constante das mãos. 

Que você tenha um ótimo passeio e aproveite o melhor do Rio de Janeiro. Até a próxima!

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

O que fazer em João Pessoa: 14 atrações e passeios em casal ou família

Artigo anterior

De norte a sul: 36 praias imperdíveis para conhecer na Bahia

Artigo seguinte

Você pode gostar