De acordo com o projeto, o roteiro terá 1,3 mil quilômetros de extensão e atravessa a região de Coquinbo, no Chile, e as províncias argentinas de San Juan, La Rioja, Catamarca e Santiago del Estero

O Inprotur (Instituto Nacional de Promoção Turística da Argentina) e o Sernatur (Serviço Nacional de Turismo) do Chile acabam de lançar uma ação de promoção ao enoturismo. Juntos, os dois países pretendem desenvolver a mais longa rota de vinho do mundo.

A rota evoca o caminho feito pelos conquistadores em 1553 quando, após constituir a atual cidade chilena de La Serena, atravessaram os territórios sanjuaninos, catamarquenhos e riojanos para finalmente fundar a cidade mãe da Argentina, Santiago del Estero.

Leia também » 100 lugares para viajar no Brasil em 2021

A ideia é que o trajeto convide o mundo para viver essa história e conhecer os vinhos produzidos nos dois países.

Leia também:

» Viagem de trem: veja os 15 roteiros mais espetaculares do mundo
» Trem turístico ligará Belo Horizonte ao Instituto Inhotim
» México constrói trem que fará tour na Rota Maya
» Excursão de trem visita à fábrica de tequilas mais conhecida no mundo

 

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Reserve passagens aéreas com até 40% de desconto para qualquer destino.
Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Trem da Tequila apresenta novo vagão com vistas incríveis e coquetéis ilimitados

Artigo anterior

Esse destino mineiro está entre os refúgios mais cobiçados para quem adora natureza

Artigo seguinte

Você pode gostar