A campanha de vacinação em Porto Alegre segue com um total de 21.604.416 doses recebidas no estado e 20.290.392 delas distribuídas, segundo os números divulgados pelo site de monitoramento oficial da Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul. Para a capital riograndense foram destinadas 2.819.576 doses, sendo que 2.541.091 foram aplicadas, o que corresponde a 90,1% da população da cidade.

A Prefeitura de Porto Alegre irá manter a vacinação contra a Covid-19 em 43 locais, dentre eles o Shopping João Pessoa e mais 42 unidades de saúde, seis delas com atendimento até as 21h (Belém Novo, Diretor Pestana, Primeiro de Maio, Ramos, São Carlos e Tristeza). A aplicação da dose de reforço estará disponível para aqueles que foram vacinados com a primeira dose de vacina Janssen até 10 de novembro e para aqueles que receberam a segunda dose dos demais imunizantes até 10 de setembro.

vacinação covid em porto alegre

Foto: Divulgação

Abaixo está o esquema de vacinação conforme divulgado originalmente pelo site oficial da Prefeitura de Porto Alegre, válido a partir de 10 de janeiro, Os endereços e horários podem ser conferidos no site original:

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Primeira dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com 12 anos ou mais:

  • Onde: 42 unidades de saúde mais Shopping João Pessoa
  • Documentação: documento de identidade com CPF

Segunda dose para vacinados com Coronavac/Butantan para pessoas que receberam a primeira dose até 13 de dezembro (28 dias):

  • Onde: 14 unidades de saúde mais Shopping João Pessoa
  • Documentação: identidade com CPF e carteira com registro da primeira aplicação

Segunda dose para vacinados com Pfizer/BioNTech e Oxford/AstraZeneca para pessoas que receberam a primeira dose até 15 de novembro (oito semanas):

  • Onde: 42 unidades de saúde e Shopping João Pessoa
  • Documentação: identidade com CPF e carteira com registro da primeira aplicação

Terceira dose (dose de reforço) para pessoas acima de 18 anos vacinadas com a segunda dose até 10 de setembro (quatro meses) e imunossuprimidos com a segunda dose até 13 de dezembro (28 dias):

  • Onde: 42 unidades de saúde e Shopping João Pessoa
  • Documentação: documento de identidade com CPF e carteira de vacinação com o registro das duas doses. Imunossuprimidos devem apresentar também comprovante da condição de saúde por meio de atestado médico, nota de alta hospitalar ou receita de medicação.

Dose de reforço da Janssen para pessoas vacinadas com a primeira dose da Janssen até 10 de novembro (dois meses):

  • Onde: oito unidades de saúde (Álvaro Difini, Assis Brasil, Glória, IAPI, Santa Cecília, Santa Marta, São Carlos e Tristeza) mais Shopping João Pessoa
  • Documentação: documento de identidade com CPF e carteira de vacinação com o registro da Janssen.

Os horários de funcionamento dos postos de saúde são:

  • Praça da Bíblia – Horário: 9 às 16 horas
  • UBS José Pereta – Horário: 9 às 14h30
  • Centro de Saúde (CSII) – Horário: 9 às 14h30
  • UBS Nova Poá – Horário: 9 às 14h30
  • UBS Wellington Lopes  – Horário: 9 às 14h30
  • UBS Calmon Viana – Horário: 9 às 14h30
  • UBS Vila Jaú – Horário: 9 às 14h30
  • UBS Santa Helena – Horário: 9 às 14h30

Outra novidade que fica acessível a partir do dia 10 de janeiro é que as 132 unidades de saúde passam a realizar testes rápidos em pessoas com sintomas de Covid-19. “Nosso objetivo é ganhar mais velocidade no diagnóstico de pessoas contaminadas”, disse a diretora de Atenção Primária em Saúde, Caroline Schirmer, quando do anúncio oficial.

A Secretaria Municipal da Saúde ampliou os locais onde esse tipo de teste está sendo feito como um esforço para mudar a estratégia para frear a propagação da variante Ômicron. O diagnóstico sai com muito mais rapidez (em menos de 30 minutos). Segundo o secretário Mauro Sparta, “quanto antes o resultado, mais cedo conseguimos isolar o indivíduo que testa positivo. Assim evitamos a proliferação da doença”.

Aqueles que tiverem resultado negativo, mas que ainda sentirem os sintomas, serão encaminhados para realização de teste RT-PCR a partir das unidades de atendimento.

Mesmo durante o final de semana os esforços no combate ao vírus continuam com toda a força. No domingo, dia 9 de janeiro, a prefeitura divulgou o balanço dos testes de antígeno oferecidos em nove unidades de saúde. Foram no total 1.080 testes rápidos para Covid-19, com 313 resultados positivos.

Também foram coletados 39  exames de RT-PCR originários da Unidade Navegantes e 48 na de Morro Santana. O teste foi disponibilizado das 9h às 16h, para pessoas que apresenavam sintomas como febre ou calafrio, dor de garganta, tosse, dor de cabeça, coriza, diarreia, alteração no olfato ou no paladar e dor no corpo.

O grande volume de pacientes que diziam apresentar esses sintomas fez com que a vacinação em si não acontecesse. O serviço deve ser tomado a partir de segunda, dia 10.

É preciso lembrar também que é época de gripe e que esta campanha para esta vacina acontece ao mesmo que a da Covid. Como os sintomas são semelhantes para as duas doenças, é necessário ficar atento a alguns detalhes. Confira algumas dúvidas comuns retiradas do site da Prefeitura:

  • Quem fez a vacinação contra a Covid-19 precisa esperar para se vacinar contra a gripe? 

É possível fazer as duas vacinas no mesmo dia. Não há necessidade de intervalo mínimo de 14 dias entre doses da vacina contra gripe e da Covid-19.

  • Pessoas com Covid-19 não podem se vacinar contra a gripe? 

É preciso aguardar 28 dias desde o início de sintomas para receber a vacina da gripe.

  • Pessoas com gripe podem receber a vacina contra a doença? 

É preciso aguardar passar o quadro agudo de gripe para receber a vacina

  • Onde posso fazer o teste rápido de influenza?

Não existe teste ambulatorial de influenza na rede SUS do Brasil. Em Porto Alegre, são realizados testes em casos de internação hospitalar, de acordo com protocolo do Ministério da Saúde.

  • Tomei a vacina da gripe em 2021. Posso tomar de novo agora? 

Não, é preciso aguardar o início da campanha com as novas cepas em 2022. A campanha ainda não tem data definida.

  • Quais são os grupos prioritários que não alcançaram a meta de imunização em Porto Alegre? 

Crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, professores, puérperas, forças de Segurança, pessoas com comorbidades e deficiência não atingiram a meta. Em 2021, a meta na capital foi alcançada somente nos grupos de idosos e indígenas.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Calendário de Vacinação 2022 Aracaju – Sergipe 

Artigo anterior

Calendário de Vacinação 2022 Brasília – Distrito Federal

Artigo seguinte

Você pode gostar