Com paisagens estonteantes e uma gama boa de atrações naturais, a Ilha de San Andrés se tornou um dos destinos mais visitados da Colômbia e merece sua atenção, caso você esteja planejando fazer uma visita no país. Pensando nisso, listamos uma série de dicas úteis para você conhecer San Andrés sem passar perrengue.

Ilhas minúsculas rodeados por diversas tonalidades impressionantes de azul, praias badaladas, pontos de mergulho com ótima visualização de fauna marinha, mirantes, ótimas opções de passeios (você precisa ter uma experiência com o parasail) e um centrinho charmoso, são alguns dos pontos de interesse deste destino colombiano tão querido e disputado.

Apesar de pequena, San Andrés oferece uma gama grande de atividades e pode ser uma opção mais econômica para quem deseja conhecer as águas cristalinas da região do Caribe, já é considerada um dos destinos caribenhos mais baratos para visitar.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Dicas úteis de San Andrés

Dicas úteis san andrés

Dicas úteis de San Andrés: onde fica, visto, como chegar e mais. Foto: Divulgação

Onde fica 

A Ilha de San Andrés está localizada a 775 km a noroeste da costa colombiana. Apesar de estar muito mais próxima da Nicarágua (a menos de 200 km), a ilha faz parte do território da Colômbia, no departamento insular colombiano, chamado de arquipélago de Santo André, Providência e Santa Catarina, situado na extremidade ocidental do Mar das Caraíbas.

A ilha não é grande, são apenas 26 km, onde é possível conhecer as duas extremidades da ilhota em um único dia.

Como chegar em San Andrés

A única maneira de chegar em San Andrés é de avião, uma vez que é muito longe para qualquer ferry navegar.

Brasileiros que desejam conhecer San Andrés contam com três empresas: Avianca (com conexão em Bogotá), LAN (com conexão em Lima) e Copa Airlines (com conexão no Panamá). Se você já estiver viajando pelo país também é possível utilizar as companhias low-cost que operam no país: a Vivaair e a Wingo.

Taxa de turismo para entrar em San Andrés

Para entrar na Ilha de San Andrés os turistas precisam pagar uma taxa de turismo obrigatória no valor de 124.000 COP (maio/2022), sendo isentas apenas crianças de até 6 anos e pessoas que permanecerem na ilha por menos de 24 horas.

O Bilhete turístico deve ser adquirida no aeroporto de origem, ou seja, no último trecho ou conexão antes de embarcar para San Andrés.

A taxa pode ser paga em cartão de crédito ou espécie (pesos ou dólar). Vale ressaltar que ao sair da ilha o documento é solicitado, então guarde muito bem a Tarjeta de Turismo de San Andres.

Vacina e Visto para San Andrés

Brasileiros podem ingressar na Colômbia somente com a carteira de identidade RG ou com passaporte. O RG precisa ter sido emitido há menos de 10 anos.

Para maiores dúvidas sobre documentação o ideal é entrar no site do Portal Consular do Itamaraty. Brasileiros não precisam de visto para viajar para San Andrés.

Seguro viagem para San Andres

Não é obrigatório ter seguro viagem para ir até San Andrés na Colômbia, entretanto, baseando-se na localização do destino, muitas vezes pode ser essencial.

A Ilha de San Andrés está isolada e a probabilidade de você ter algum problema com atrasos de voo, bagagens e outros itens logísticos é um pouco alta. Sem contar na cobertura médica e hospitalar garantida pelo seguro.

Como ir do Aeroporto para o Hotel

O aeroporto de San Andrés está localizado bem ao lado do centro – está a apenas 1,2 km da Praia Spratt Bight. Os táxis em San Andrés precisam ser negociados antes de iniciar o trajeto. Normalmente a corrida do aeroporto à beira-mar central deve sair entre 15 e 20 mil pesos. Se você não tiver pesos, também há a opção de pagar em dólar — provavelmente, 10 dólares (o que dá quase o dobro dos 15 mil pesos).

Para hotéis localizados mais ao sul da ilha, como o bairro de San Luis, o taxista deve cobrar entre 25 e 30 mil pesos.

Melhor época para visitar San Andrés

Apesar de possuir clima quente o ano inteiro, com temperaturas de pelo menos 27ºC, que é a média de temperatura anual do local, a melhor época para ir a San Andrés é entre janeiro e maio, quando o clima está mais estável e chove pouco.

Evite visitar a ilha entre setembro e novembro, quando chove demais e o arquipélago pode sofrer com a passagem de tempestades tropicais e até mesmo furacões. Vale lembrar que a Ilha de San Andrés não está inserida na rota de furacões, mas pode sim, ser afetada indiretamente por furacões no Caribe, principalmente com ventos fortes e muitas chuvas.

Qual moeda levar para San Andrés 

A moeda oficial da ilha é o peso colombiano (COP), porém o dólar também é aceito normalmente em praticamente todos os estabelecimentos. Apenas fique atento às conversões utilizadas pelos estabelecimentos, que podem não ser tão interessantes e compensatórias.

Os cartões de crédito são amplamente aceitos e há inúmeros bancos e caixas eletrônicos para fazer saques na cidade.

Onde se hospedar em San Andres

Muitos turistas que já conhecem outros destinos caribenhos acham que as hospedagens são um dos pontos baixos de San Andrés. O padrão dos hotéis é inferior não só a outras ilhas do Caribe, como aos destinos de praia do Brasil.

San Andrés oferece acomodações para todos os perfis de turistas. Você poderá optar entre hotéis all inclusives – embora não possam ser comparados com hotéis de destinos caribenhos mais conhecidos como Cancún e Punta Cana, a quartos compartilhados em hostels e albergues. Outra opção muito utilizada é a locação de imóveis no Airbnb.

Em relação a localização, há basicamente quatro bairros na ilha toda:

  • North End (conhecida como zona Peatonal, o centro da cidade)
  • San Luis
  • La Loma
  • Sound Bay

Há hotéis espalhados por toda ilha, porém os bairros mais bem localizados de San Andrés estão nas redondezas da Peatonal e das lojas do centrinho da cidade, situado na área da ponta norte/nordeste. Quem se hospeda nessa região poderá fazer muitas coisas caminhando, como conhecer as lojas ou ir aos restaurantes.

Já o turista que pretende ficar em uma região mais calma, pode optar se hospedar em Rocky Cay e San Luis, mas precisará de algum transporte alternativo para chegar ao centro e ao porto, onde saem a maioria dos passeios.

Como se locomover em San Andrés

A ilha de San Andrés é relativamente pequena, ela possui 26 quilômetros de extensão e é possível se locomover de diversas formas:

  • Carro alugado: É uma boa opção se está com crianças de colo ou se deseja ter mais comodidade durante a viagem, no entanto, pode sair mais caro do que usar táxi.
  • Táxi: Como mencionado anteriormente, a ilha não é muito grande e tem seus principais pontos turísticos com fácil acesso.
  • Moto táxi: Essa é a opção mais econômica e indicada para quem estpa viajando sozinho ou com poucas bagagens.
  • Carrinho de Golfe: Ao circular pela ilha você verá muitas empresas que alugam scooters, bugs e carrinhos de golf.Essa é a opção mais utilizadas por turistas que vão em grupos e famílias.
  • Ônibus e Chiva: você vai encontrar uma linha de ônibus que circula por toda a ilha e custa cerca de 3 mil COP, a opção mais econômica. Outra alternativa é usar a famosa Chiva, um ônibus todos colorido, sem janelas, de madeira e que passa por diversas atrações turísticas.

Sinal de internet 

A internet na ilha de San Andrés é um pouco precária, mas é possível utilizar redes sociais e responder e-mails sem muita dor de cabeça. Dificilmente você não vai encontrar WI-FI de qualidade em restaurantes e até mesmo em hotéis de padrões elevados.

Chip de celular 

Vale a pena ter conexão o tempo todo durante a sua estada em San Andrés. Com ele você vai poder usar aplicativos que vão te ajudar durante a viagem como Google Maps, TripAdvisor e é claro, as redes sociais.

Você pode comprar um chip local em San Andrés da Movistar, Claro, Avantel, Tigo e Virgin, sendo as duas primeiras as mais utilizadas pelos colombianos. É possível encontrar chips pré-pagos em Supermercados, Farmácias, Shopping, com ambulantes e em cafeterias.

Os pacotes pré-pagos mais comuns são os com números de dias definidos e a principal vantagem é que você pode planejar exatamente por quanto tempo irá utilizá-los.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

O que fazer em San Andrés: 19 atrações incríveis para conhecer na ilha

Artigo anterior

Onde se hospedar em San Andrés: melhores bairros e hotéis da ilha

Artigo seguinte

Você pode gostar