Hotéis do Rio de Janeiro se adaptam a protocolos sanitários e reforçam cuidados para receber hóspedes durante a pandemia. Conheça as ações:

As palavras de ordem para todas as viagens, atualmente, são saúde e segurança. O novo viajante somente apostará em um destino se todos os serviços oferecerem condições seguras contra a Covid-19, incluindo as hospedagens. 

Em todo o mundo, hotéis estão se adaptando aos protocolos sanitários para receber os hóspedes durante a pandemia com segurança. E aqui no Brasil não é diferente.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

No Rio de Janeiro, que hoje aparece entre os destinos mais procurados por turistas no pós-pandemia, as redes hoteleiras reformularam as condutas de atendimento e passaram a oferecer serviços adequados ao momento que vivemos.

Para você que está programando uma viagem para lá, é importante saber como os hotéis do Rio de Janeiro se adaptaram durante a pandemia. Os principais grupos hoteleiros estão prontos para oferecer hospedagens seguras, sem comprometer o atendimento com excelência.

Como hotéis do Rio se adaptaram durante a pandemia

Para além do fornecimento de máscaras e álcool em gel, quando se trata de hospedagem existe uma série de ações necessárias para oferecer ambientes seguros. Por isso, as principais autoridades sanitárias criaram protocolos rígidos para que hotéis voltassem a operar.

Mas como os hotéis do Rio se adaptaram durante a pandemia? Entre as medidas essenciais, as redes hoteleiras capacitaram seus colaboradores às novas regras de saúde e segurança, adequaram espaços para garantir o distanciamento social e criaram serviços para facilitar o atendimento. 

Além disso, investiram pesado em equipamentos e procedimentos de higienização de quartos e áreas comuns.

Confira, a seguir, como três principais hotéis do Rio de Janeiro estão trabalhando para garantir uma estadia segura para seus hóspedes aproveitarem o melhor da Cidade Maravilhosa.

Pestana Rio Atlântica
Hotéis do Rio de Janeiro se adaptam para receber hóspedes durante a pandemia

Foto: Divulgação/Pestana Rio Atlântica

Integrante da rede portuguesa Pestana Hotel Group, o Pestana Rio Atlântica criou a campanha “Covid-19: Be safe, Be Positive, Be Inspired”. Com ela, adotou uma série de medidas de cumprimento das recomendações sanitárias das autoridades em saúde. 

Toda equipe de colaboradores do Pestana utiliza equipamentos de segurança. A capacidade e os protocolos de desinfecção das áreas públicas foram revistos, assim como foram colocados dispensadores de álcool em gel em várias áreas do hotel. 

Além disso, o hotel conta com um colaborador especialmente dedicado a inspecionar o cumprimento dos protocolos de higiene. Identificado como Health & Safety Ambassador, esse colaborador também fica disponível para tirar qualquer dúvida ou prestar atendimento relacionado à Covid-19.

O Pestana Rio Atlântica ainda oferece canais de comunicação para o hóspede tirar todas as dúvidas antes da estadia, assim como atualizou as FAQS – Pergunta Respondidas Frequentemente. Por fim, disponibiliza um aplicativo para a realização de check-in e check-out online.

Yoo2 Rio de Janeiro
Hotéis do Rio de Janeiro se adaptam para receber hóspedes durante a pandemia

Foto: Divulgação/Yoo2 Rio

O Yoo2 Rio de Janeiro, do grupo InterCity Hotels, reabriu em julho com novos procedimentos para receber os hóspedes durante a pandemia. Para garantir uma estadia segura, criou um protocolo robusto, em parceria com o infectologista Dr. Claudio Stadnik, que visa o bem estar dos hóspedes, funcionários e parceiros.

Os colaboradores foram capacitados para cumprirem os novos procedimentos e atendimento ao hóspede. Todos utilizam equipamentos de segurança e tem a temperatura medida diariamente.

Para a higienização dos ambientes, o Yoo2 Rio utiliza purificadores de ar com alto potencial de desinfecção. Os apartamentos recebem limpeza de padrão hospitalar, incluindo os enxovais e equipamentos de ar condicionado.

Há estações de álcool em gel em todas as áreas comuns do hotel e todos os hóspedes recebem frascos individuais e reutilizáveis. Além disso, todas as áreas foram readequadas para garantir o distanciamento social.

Em relação à alimentação, o Yoo2 adaptou os protocolos de higienização e adequou a forma de servir. O café da manhã passou a ser servido em porções individuais a la carte ou em lunch box. Outra opção é o Room Service, em que as refeições são servidas no quarto.  

Fairmont Copacabana
Hotéis do Rio de Janeiro se adaptam para receber hóspedes durante a pandemia

Foto: Divulgação/Fairmont Copacabana

Após cinco meses fechado, o Fairmont Copacabana reabriu em setembro com o selo AllSafe, criado pela rede Accor em parceria com a Bureau Veritas. Em outras palavras, está operando com a garantia de protocolos de biossegurança e higiene. 

Colaboradores e hóspedes têm a temperatura medida e recebem toda orientação para seguirem as regras de segurança e manutenção do distanciamento social. 

Há álcool em gel disponível nas áreas comuns. O Fairmont ainda oferece embalagens individuais e máscaras para os hóspedes. 

A higienização de todos os ambientes do hotel foi intensificada, realizada com produtos recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Os quartos são desinfetados diariamente e, a cada saída de hóspede, ficam 24 horas desocupados antes de serem disponibilizados para nova estadia. Controles remotos, ar condicionado e enxovais também são rigorosamente limpos.

Os serviços de alimentação passaram a ser no sistema a la carte e os cardápios tornaram-se digitais. Tudo para evitar o compartilhamento de objetos. Além disso, a entrega de alimentos no Room Service passou a ser feita em embalagens lacradas.   

Cresce procura por acomodações de longa estadia 

Foto: Unsplash

A adoção de todas essas medidas de saúde para evitar a propagação da Covid-19 tornaram os hotéis lugares seguros para se ficar. 

Tanto que alguns viajantes têm optado por ficar em hotéis, no período de quarentena ao retornarem ao Brasil, ao invés de seguirem direto para suas casas. 

Da mesma forma, turistas impedidos de retornarem a seus países por conta do fechamento de fronteiras, têm procurado os hotéis para estadias de longa duração. 

Aliás, essa é uma modalidade de hospedagem que cresceu durante a pandemia. Profissionais da saúde, trabalhadores em home office, famílias e turistas têm procurado mais por esse tipo de serviço. 

Conhecidas como extended stays ou long stays, as longas estadias em hotéis têm atraído vários tipos de hóspedes. Isto porque permitem se hospedar com segurança em lugares constantemente higienizados e que, ainda, oferecem opções de lazer.  

Leia também:

» 10 lugares para tirar fotos no Rio de Janeiro
» Dicas de turismo na cidade do Rio de Janeiro
» 18 lugares incríveis no Rio de Janeiro que poucas pessoas conhecem
» Saco de Mamanguá em Paraty: o único fiorde tropical do mundo

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Hotéis Pestana criam ação especial para reservas feitas no mês de janeiro

Artigo anterior

11 castelos impressionantes para conhecer em Portugal

Artigo seguinte

Você pode gostar