Uma das atrações mais famosas de Bonito (MS), a Nascente Azul está prestes a inaugurar um museu subaquático

Mato Grosso do Sul terá um adicional que colocará o estado na rota dos apreciadores de turismo e sustentabilidade. Ainda em outubro estreia o Museu Subaquático de Bonito, mantido pelo balneário Nascente Azul e que oferece uma experiência em mergulho que só possui similares em países como França e Chipre.

O local fica num lago a quatro mil metros de profundidade, no mesmo ponto onde já funciona um serviço de mergulho. A ideia não poderia ser mais simples: acrescentar ao cenário estátuas de artistas locais concentradas no tema sustentabilidade e preservação ambiental. Pense na clássica imagem de estátuas no fundo de aquários com vegetação ao redor e peixes passando. Agora imagine isso com você no lugar dos peixes…

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Instrutores de mergulho estarão no local aptos a orientar os visitantes, que podem, inclusive, levar seus filhos a partir dos 10 anos. Divididos em grupos de até quatro pessoas, munidos de cilindros de ar fornecidos, os visitantes acompanham a visita num ambiente totalmente controlado e concebido para incluir até quem nunca mergulhou antes.

“Esse lago tem águas correntes vindas direto da nascente e abriga uma rica biodiversidade aquática, com peixes de diferentes espécies, como o piraputanga, o pacu, o lambari, o dourado, o piau e tantos outros”, explica o comunicado oficial do Nascente Azul.

Além de apreciar as obras de arte e os peixes, os visitantes poderão, também, verificar o processo de integração entre as estátuas e a flora aquática. A intenção é deixar as estátuas serem aos poucos consumidas pelas plantas até se tornarem parte integrante do cenário. Sabe as fotos do Titanic no fundo do oceano Atlântico? Pode imaginar as estátuas do museu no mesmo estado…

Intrigado? Basta lembrar dos demais museus subaquáticos existentes pelo mundo e garantimos que você não vai se arrepender. Afinal, são pontos turísticos extremamente procurados e apreciados no mundo todo. Duvida? Então veja só a lista de similares existente e onde se localizam:

  • Museu Subaquático de Arte – Cancún, México
  • Parque de Esculturas Subaquáticas de Granada – Granada
  • Museu Atlântico – Ilha de Lanzarote, Espanha
  • Museu Subaquático de Cannes – Cannes, França
  • Museu de Escultura Subaquática Ayia Napa – Ayia Napa, Chipre
  • Museu de Arte Subaquática – Townsville, Austrália (o primeiro do mundo)
  • Museu de Arte Subaquática – Walton County (Flórida), Estados Unidos

Como Visitar

O contato para visitar o museu pode ser feito via internet no site oficial do balneário  (www.nascenteazul.com.br). Vale lembrar que o mergulho oferecido por lá é o único mergulho do Brasil certificado com o ISO 21101 emitido pela ABNT, que trata do sistema de gestão da segurança no turismo de aventura.

Para os amantes do ecoturismo a Nascente Azul conta ainda com outras atrações como flutuação em águas cristalinas, trilhas para contemplação da mata, balneário com praia, quiosques e circuito de aventura sobre o lago, pêndulo humano, tirolesa, bar e restaurante, além de vários pontos considerados  “instagramáveis”.

Atrações em Bonito

nascente azul

Foto: Divulgação

Aproveite sua estada na cidade e estique as canelas para conhecer outras atrações naturais que certamente irão complementar a experiência natural do museu subaquático. Veja a seguir seis destaques:

Gruta do Lago Azul – Desça 300 degraus e observe estalactites e estalagmites, de preferência entre os meses de dezembro e janeiro.

Rio Sucuri – Considerado o mais transparente do Brasil. Um guia o ajuda a percorrer os 1.900 metros de rio, oferecendo um contato ímpar com a natureza.

Lagoa Misteriosa – Um lugar muito procurado para mergulhos e flutuação, tem esse nome devido a não se conhecer exatamente onde termina.

Aquário Natural Baía Bonita – com dias horas de flutuação para turistas com guias. Aprecie a companhia de peixes e conheça mais da vegetação aquática.

Cachoeira Serras da Bodoquena – Localizado no portal de entrada para o Pantanal. Com direito a banho de cachoeira, visitas a grutas e descida de bote.

Boca da Onça Ecotur – Doze cachoeiras e muita vegetação para aqueles que querem distância dos grandes centros urbanos. São mais de 5 mil metros em meio a uma mata plenamente preservada.

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Jaguatirica e filhote são flagrados no Parque das Neblinas

Artigo seguinte

Você pode gostar