Entenda como identificar perfis falsos de empresas de turismo que oferecem promoções com objetivo de aplicar golpes e roubar dados dos viajantes

É cada vez mais comum golpes através de perfis falsos de empresas de turismo, hotéis, pousadas e restaurantes nas redes sociais. A tática, geralmente, é a mesma: os golpistas entram em contato com os viajantes oferecendo sorteios de diárias ou viagens. Em contrapartida, pedem os dados pessoais e, com eles, clonam o Whatsapp para pedir dinheiro para os conhecidos do usuário. Em outros casos, enviam vírus que roubam senhas e dados bancários.

E os prejuízos decorrentes dos golpes se entendem para as empresas de turismo que, além de terem que dedicar tempo para identificar e denunciar os perfis falsos, têm suas marcas comprometidas. Mas, então, como identificar a ação destes golpistas? Há algumas medidas de segurança que podem ajudar tanto viajantes quanto hotéis, pousadas, restaurantes e agências de turismo a não cair nesses golpes.

Leia também » Os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Golpes com perfis falsos

perfis falsos turismo

Foto: Adem AY / Unsplash

A criação de perfis falsos está entre os golpes mais praticados na internet, atualmente. Através deles, os golpistas ofertam produtos, serviços e promoções inexistentes com o intuito de acessar os dados dos usuários. Em alguns casos, pedem o preenchimento de formulários, através dos quais obtêm informações para, por exemplo, clonar o Whatsapp da vítima e, assim, contatar familiares e conhecidos para pedir dinheiro via Pix.

Em outras ocasiões, pedem que os viajantes confirmem o interesse nas ofertas clicando em links que contém vírus capazes de roubar senhas e dados bancários. Há, ainda, relatos de usuários que tiveram suas contas nas redes sociais invadidas, inclusive com a perda total de controle sobre as postagens e interações com seguidores. Para se ter ideia, somente entre outubro e novembro de 2020, o Facebook tirou do ar 1,3 bilhão de contas fake.

No caso dos perfis falsos de empresas de turismo, geralmente, os golpistas usam como isca a oferta de diárias em hotéis e pousadas, jantares em restaurantes ou promoções de passagens e passeios. Mas há formas de identificar as contas fakes para não cair nesse tipo de golpe. Confira!

Perfis falsos de empresas de turismo: como identificar

perfis falsos turismo

Foto: Rodion Kutsaev / Unsplash

O primeiro passo ao receber uma oferta de uma empresa de turismo na internet é consultar o canal oficial do estabelecimento. Não limite sua busca apenas a uma rede social ou site. Pesquise todas as formas de contato – ligue, se preciso – e confirme os dados de quem está partindo a suposta promoção através de buscas no Google e em outras plataformas online.

Em relação às redes sociais, existem algumas maneiras de identificar os perfis falsos das empresas de turismo. A primeira delas é confirmar o nome da conta. Se o estabelecimento tiver um site, confirme se ele te direciona para o mesmo perfil que mandou mensagem na rede social.

Preste atenção, ainda, à forma como a conta está endereçada. Nesse sentido, suspeite de letras duplicadas, underlines, pontos e travessões. Isto porque as empresas, assim como nós, usam seus nomes inteiros, sem muitos caracteres diferenciados.

Confira, ainda, como está a bio do perfil que, nas contas oficiais, costuma ser completa, com todos os dados de contato da empresa de turismo. Desconfie também de perfis com comentário desabilitado. Veja as curtidas nas publicações e comentários. E atente-se à quantidade de seguidores. Geralmente, as contas fakes têm um número inferior em relação a conta oficial – entre 500 a mil seguidores. E nunca – nunca mesmo! – clique em links enviados por direct, Whatsapp ou Direct antes de ter certeza de que não é um golpe.

O que fazer ao identificar um perfil falso?

redes sociais

Foto: Austin Distel / Unsplash

Sempre que identificar um perfil falso de empresa de turismo, denuncie diretamente na rede social. Os administradores da plataforma irão confirmar que se trata de uma conta fake e retirá-la do ar. E, caso não haja o banimento em alguns dias após a denúncia, vale a pena alertar quem teve o perfil clonado, assim o hotel, pousada, restaurante ou agência poderá recorrer a um boletim de ocorrência contra os golpistas.

Do mesmo modo, se você já foi vítima do golpe, não deixe de registrar o caso em uma delegacia. Essa medida é de extrema importância para que as autoridades entendam como esses golpes são feitos e, assim, identificar os criminosos e combater a prática nas plataformas online.

Medidas de segurança das redes sociais

Os golpes com perfis falsos de empresas de turismos são mais comuns no Facebook, Instagram e Whatsapp. Sobre isto, as redes sociais afirmam que têm ferramentas de segurança que visam coibir este tipo de prática. Além disso, ressaltam a importância da denúncia dos usuários ao identificar as contas fakes.

Entre as medidas de segurança, o Instagram recomenda os recursos Autenticação de Dois Fatores e Solicitações de Login. De acordo com a rede social, os dois são capazes de barrar a invasão de contas, desde que acionados pelos usuários.

“Recomendamos que as pessoas façam uso das ferramentas de segurança disponíveis, não compartilhem os códigos de autenticação recebidos e denunciem publicações e contas que considerarem suspeitas ou que finjam se passar por outra pessoa, marca ou negócio. Manter nossa comunidade segura é uma das nossas prioridades e uma área em que buscamos melhorar constantemente”, afirmou a equipe do Instagram em nota à imprensa no início de 2022.

Já o WhatsApp afirmou, também em nota, que “a empresa oferece mecanismos para que seus usuários se protejam de golpes na plataforma e recomenda a ativação da confirmação em duas etapas, que funciona como uma camada extra de segurança para as contas”. Nesse sentido, o aplicativo ressaltou que esse recurso possibilita o cadastro de um e-mail (opcional) e de uma senha (PIN) de seis dígitos (obrigatório), solicitado periodicamente para o usuário se necessário para confirmar o número no WhatsApp.

“Este PIN, assim como o código de verificação enviado por SMS, não deve ser compartilhado com outras pessoas, nem mesmo amigos próximos ou familiares. Também é importante ressaltar que o WhatsApp não entra em contato proativamente com nenhum usuário por telefone para solicitar qualquer tipo de recadastramento de senha ou da confirmação em duas etapas”, destacou na nota à imprensa.

Dica extra para reservar hotéis

Para encontrar inúmeras opções de acomodação e reservar hotéis e pousadas com os melhores preços, utilizamos o Booking.com - disponível em milhares de destinos.

Passagens aéreas mais baratas

Para economizar com voos, consultamos primeiro as passagens aéreas na MaxMilhas, - quase sempre encontramos os melhores preços tanto no Brasil quanto no exterior. As passagens podem ser emitidas mesmo para quem não tem milhas aéreas.

Outras dicas úteis

Encontre informações úteis sobre os melhores destinos do mundo, com guias de viagens especializados sobre diferentes lugares para conhecer no Brasil e no exterior. São milhares de dicas de viagens com sugestões de onde ir na sua viagem, recomendação de hotéis, notícias atualizadas e muito mais.

Precisa de um carro na sua viagem? Encontre aluguel de carro na Rentcars e cote modelos diferentes podendo ser parcelado em até 10x. Já para passeios e ingressos antecipados, fechamos tudo sempre pela Get Your Guide.

Deseja falar com a redação, promover a sua marca ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

  Inscreva-se em nosso canal:
 

Planeje sua Viagem


Fazenda no interior de SP ganha mega balanço

Artigo anterior

Lago Atitlán: o lago rodeado de vulcões e aldeias maias, na Guatemala

Artigo seguinte

Você pode gostar