Saiba quais documentos os turistas brasileiros precisam para entrar em Portugal, segundo novas regras 

Após um longo período de restrições e proibição às viagens não essenciais, Portugal reabriu recentemente as fronteiras para os turistas brasileiros que viajam ao país em busca de lazer. 

Com novas medidas que permitem flexibilização das regras, não é necessário um período de quarentena antes da viagem para entrar em Portugal, nem obrigatório o comprovante de vacinação. Contudo, o teste negativo de COVID é exigência

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Listamos a seguir as documentações necessárias para os brasileiros que desejam visitar o país europeu, segundo as regras atualizadas em virtude da COVID.

Novas regras e fronteiras em Portugal

Foto: Guido Radig / Wikimedia Commons

Novas regras para entrar em Portugal

O que brasileiros precisam antes de viajar? Entre a documentação habitual solicitada, em consideração à situação pandêmica atual, o viajante deverá apresentar:

  • Passaporte válido, com validade superior à 3 meses;
  • Passagens de ida e volta;
  • Seguro de viagem internacional, obrigatório em toda a Europa, com cobertura total à sua estadia no país;
  • Comprovante de hospedagem (reserva de pousada ou hotel) ou carta convite de um familiar que irá recebê-lo;
  • Comprovante de estabilidade financeira para se manter no país durante a viagem;
  • Teste Molecular PCR emitido até 72 horas antes do embarque; 

ou

  • Teste rápido de antígeno, com no máximo 48 horas de antecedência.

O resultado do teste poderá ser exigido em vários momentos, desde o check-in até o balcão de imigração no país. 

Já as crianças menores de 12 anos não precisam apresentar o exame para entrar em Portugal.

É importante lembrar que, como as regras têm sido revistas pelo governo português a cada 15 dias, as medidas que permitem a entrada de turistas brasileiros são válidas até 16 de setembro, variando conforme a evolução da situação epidemiológica. 

E para as viagens essenciais?

As regras permanecem as mesmas para quem precisa ingressar ao país por motivo essencial:

  • Motivo de estudo: deverá ser apresentado visto de estudante e carta de aceite de uma universidade ou curso do país;
  • Motivo profissional: é necessário um visto de trabalho, solicitado ainda no Brasil; 
  • Motivo de saúde: diagnóstico médico que ateste a necessidade do tratamento em Portugal;
  • Razões humanitárias: apresentar documento emitido pela instituição a qual irá prestar ajuda comunitária. 
Novas regras viajar para Portugal

Foto: Alex Paganelli / Unsplash

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Portugal aberto para brasileiros; saiba mais!

Artigo anterior

Falta ou má manutenção periódica das aeronaves ainda é uma das principais causas de acidentes aéreos

Artigo seguinte

Você pode gostar