Conheça as principais obras de Aleijadinho, artista barroco brasileiro considerado um dos maiores escultores e arquitetos do período colonial

Poucas pessoas sabem a história por trás de um dos maiores ícones da arte tradicional brasileira. Filho de uma escrava com um famoso mestre de obras português, Antônio Francisco de Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, é frequentemente citado em livros e nas salas de aula.

Mas, apesar do apelido ser conhecido, a fama do escultor, entalhador e arquiteto, considerado o maior representante da arte barroca em Minas Gerais, deveria ser ainda mais valorizada.

O artista deixou um importante legado histórico-cultural durante o Ciclo do Ouro, através de sua arte ao mesmo tempo em que as cidades históricas de Minas Gerais estavam no auge do seu desenvolvimento. Com suas esculturas produzidas em pedra-sabão, seus entalhes de madeira e seus belíssimos projetos de altares e igrejas, o artista inegavelmente se tornou a maior referência quando o assunto é arte barroca brasileira

Quem foi Aleijadinho

O Aleijadinho, como era popularmente chamado, teve uma grande contribuição nas linguagens estéticas que criou em Minas Gerais, sendo reconhecido por especialistas do mundo todo.

As principais obras de Aleijadinho mostram a precisão dos entalhes e técnicas empregadas pelo artista, sempre à frente de sua época. Antônio Francisco Lisboa nasceu na cidade de Ouro Preto (antiga Vila Rica), em 29 de agosto de 1738. Ainda criança, Aleijadinho aprendeu a esculpir observando os trabalhos produzidos por seu pai e seu tio Antônio Francisco Pombal, um renomado entalhador da época.

História do Aleijadinho: quando a doença começou a se manifestar

Por volta dos 40 anos de idade, o artista Aleijadinho começou a desenvolver uma doença degenerativa nas articulações, que primeiramente começaram a reduzir os movimentos das mãos e dos pés. Embora não se sabe ao certo qual foi a doença que o debilitou, muitos historiadores sugerem a hipótese de que tenha sido hanseníase. Popularmente conhecida como lepra, essa foi inegavelmente uma das doenças mais temidas da antiguidade. 

Informações disponíveis sobre a biografia de Aleijadinho dizem que após adquirir a doença, o artista pedia para um ajudante amarrar suas ferramentas em seus punhos e surpreendentemente continuava fazendo suas criações. 

Inclusive, uma das principais obras de Aleijadinho foi feita no final da sua vida. Os Doze Profetas é considerado por muitos sua obra-prima, criada no momento em que sua doença já estava em fase crítica. Os 12 profetas, esculpidos em pedra-sabão, foram produzidos durante uma década (1794 – 1804) e posteriormente marcaram o auge de inspiração do artista. Mesmo com a saúde prejudicada, Aleijadinho mantinha sua técnica e talento de maneira idêntica a antes da doença. 

Esses doze personagens bíblicos criados em tamanho real, foram feitos quando ele tinha 66 anos de idade, dez anos antes da morte do artista. A obra de imenso valor estético e histórico está exposta até os dias de hoje no alto do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas. A cidade integra o roteiro que passa pelas cidades históricas de Minas Gerais e está a apenas 56 km de Ouro Preto.

Nos últimos dois anos de vida, já com a saúde completamente debilitada, quase cego e com os membros ainda mais danificados, Aleijadinho já não tinha mais recursos e ficou dependendo cada vez mais dos poucos parentes que tinha.

Principais obras de Aleijadinho

Um dos maiores artistas brasileiros faleceu na cidade de Ouro Preto por volta do ano de 1814 com 76 anos de idade, pobre e com pouquíssimo reconhecimento. O conjunto de suas obras impressionam até os dias de hoje e atraem milhares de pessoas para ver suas criações todos os anos. Atualmente, Antônio Francisco de Lisboa é considerado o mais importante artista da arte barroca brasileira.

As principais obras de Aleijadinho são consideradas as maiores peças da arte barroca brasileira e podem ser conferidas nas cidades mineiras de Ouro Preto, Congonhas, Tiradentes, São João del Rei, Mariana e Sabará. São esculturas, altares, peças de arte sacra, fachadas de igrejas e projetos arquitetônicos que evidenciam o estilo barroco no período colonial

Principais obras de Aleijadinho: Os Doze Profetas 

Principais obras do Aleijadinho

Foto: Wikimedia Common

Uma das principais obras de Aleijadinho e provavelmente a mais icônica, é o conjunto denominado Os Doze Profetas. Os profetas parecem proteger o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas. A obra criada por Aleijadinho teve início em 1758 e anos depois, todo o complexo entrou na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Principais obras de Aleijadinho: Capelas Passos da Paixão de Cristo

Obras aleijadinho Minas Gerais

Foto: Wikimedia Common

As seis capelas expostas diante do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, no estado de Minas Gerais, trazem cenas mostrando diferentes etapas da Paixão de Cristo. Os detalhes mostram técnicas sofisticadas que o artista e recria temas como a última ceia, Jesus sendo preso, Jesus carregando a cruz e sendo crucificado. 

O artista criou cenários hiper realistas completos, mostrando algumas das passagens bíblicas mais emblemáticas. 

Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto

Obras Aleijadinho Minas Gerais

Foto: Alexandre Amorim Fotografo

Na Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, encontra-se uma das principais obras de Aleijadinho, na qual elaborou o projeto básico da fachada e da decoração. 

O artista também entalhou algumas das imagens da igreja e sua capela-mor, que contém diversas representações de santos e anjos, portanto, não deixe de visitar a capela quando estiver na cidade.

Projeto para a fachada da Igreja de São Francisco em São João del-Rei

Minas Gerais

Foto: Wikimedia Commons

Com autoria de Aleijadinho, o projeto original de uma das principais igrejas de São João del-Rei foi comprovado pelo Museu da Inconfidência de Ouro Preto.

Igreja de São João Batista, em Barão de Cocais

Foto: trekearth.com

Erguida em 1763, a Igreja Matriz de São João Batista é de fato a atração mais importante da cidade de Barão de Cocais, em Minas Gerais. Um dos destaques da construção é a imagem de São João Batista, produzida com pedra-sabão, localizada no nicho da fachada principal.

Imagem de Nossa Senhora da Piedade

Foto: Wikimedia Common

O Santuário Nossa Senhora da Piedade – Padroeira do Estado de Minas Gerais é alvo de visitação intensa. Uma das peças mais importantes do conjunto é a imagem de Nossa Senhora da Piedade, produzida pelo mestre Aleijadinho.

» Hotéis e pousadas de charme na Estrada Real
» 5 passeios bate volta saindo de Belo Horizonte
» Roteiro pelas 5 principais cidades históricas de Minas Gerais
» Revista norte-americana aponta Tiradentes como a cidade mais bonita do Brasil

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Portugal: 15 fotos de Óbidos que vão te convencer a visitar a vila

Artigo anterior

Porto de Galinhas inaugura farol turístico com vista para os corais

Artigo seguinte

Você pode gostar