Procurando um lugar para se refrescar próximo à capital paulista? Conheça as 10 melhores cachoeiras para dar um mergulho pertinho de São Paulo

São Paulo não decepciona, em nada, os amantes de cachoeiras. 

Existem quedas d’água espalhadas por todo o estado, das mais diferentes alturas e para os mais variados gostos. 

Leia também » 100 lugares para viajar no Brasil em 2021

Tem cachoeira imponente, com mais de 80 metros de altura, assim como aquelas bem pequenas, que são mais um poço para banho. 

Há cachoeiras no litoral, no interior e, até, na beira da rodovia. Umas são selvagens, outras ficam em meio a grandes estruturas, em propriedades particulares.

Não importa o tipo, todas são extremamente belas e formam cenários impressionantes.

E aí, ficou com vontade de conhecer uma dessas quedas d’água e tomar um banho refrescante?

Então, se liga nessa lista com as 10 cachoeiras para dar um mergulho pertinho de São Paulo.

Melhores cachoeiras para dar um mergulho pertinho de São Paulo

Entre tantas quedas d’água presentes nas matas brasileiras, São Paulo reúne uma porção privilegiada de cachoeiras ótimas para banhos. 

Procurando um lugar para se refrescar? Conheça as 10 melhores cachoeiras para dar um mergulho pertinho de São Paulo.

Cachoeira Queda do Meu Deus – Eldorado 

Foto: Luan Alves Chaves / Wikimedia Commons

Localizada no município de Eldorado, a Cachoeira Queda do Meu Deus tem 53 metros de altura. 

A imponente queda d’água surge de uma nascente em mata fechada, que atravessa 4 km no interior da Caverna do Diabo, outra atração da cidade.

Para chegar até a cachoeira Queda do Meu Deus é preciso percorrer uma trilha de dificuldade média por aproximadamente 1 hora. No trajeto, há piscinas naturais com águas cristalinas e outras três quedas menores. 

Há outro caminho mais extenso que leva até a cachoeira: a Trilha do Vale das Ostras. No entanto, ele só pode ser feito com acompanhamento de guia. O percurso passa por 11 quedas d’água.

Cachoeira do Saltão – Brotas 

Foto: Diogo Rodrigues Gonçalves / Wikimedia Commons

Com 75 metros de altura, a Cachoeira do Saltão está entre as maiores cachoeiras de São Paulo. Ela fica na região de Brotas, no município de Itirapina.

Em seu entorno foi criado o Mirante das Águas da Cachoeira Saltão, um parque com 220 mil m² que preserva a área. No local, além do ótimo poço para banho formado pela Cachoeira do Saltão, há excelente estrutura para receber os visitantes, incluindo um camping.

Poço Azul – Lavrinhas

Foto: Divulgação

As águas cristalinas em tons de azul tornam este um lugar único na divisa de São Paulo e Rio de Janeiro. O Poço Azul fica em Lavrinhas, no pé da Serra da Mantiqueira.

A coloração das águas é decorrente da presença de sulfato de alumínio. Ele é formado por uma pequena queda d’água e é um lugar ideal para se refrescar. 

A trilha que leva até o Poço Azul tem grau de dificuldade médio e o local pode ser frequentado por qualquer pessoa, porém, com pagamento de taxa, por estar em uma propriedade particular.

Cachoeira Cassorova – Brotas 

Foto: cachoeiracassorova

A Cachoeira Cassorova, em Brotas, tem 60 metros de altura e uma ótima piscina natural para banho. Ela fica dentro do Ecoparque Cassorova que, além da queda d’água, tem outras atrações, incluindo piscinas, mirantes, tirolesa e outras cachoeiras.

Ideal para a prática de canionismo, a Cachoeira Cassorova é uma das mais bonitas de Brotas. Para chegar até ela, basta percorrer uma trilha de 200 metros, toda calçada e autoguiada dentro do parque. 

As visitas podem ser feitas das 9h às 17h.

Cachoeira Grande – Lagoinha

Foto: Wikimedia Commons

Encravada em meio à Mata Atlântica, a Cachoeira Grande tem 38 metros de altura e um poço raso, excelente para banhos. Ela fica no município de Lagoinha, no Vale do Paraíba.

A Cachoeira Grande fica dentro de uma propriedade particular aberta ao público e, além da queda d’água, o local conta com estrutura completa para receber os visitantes.

Toda área é coberta por vegetação nativa e pode-se observar alguns animais silvestres.

Cachoeira do Prumirim – Ubatuba 

Foto: Divulgação

A Cachoeira do Prumirim fica às margens da Rodovia Rio-Santos, em Ubatuba.

O acesso é feito através de uma trilha de aproximadamente 7 minutos, bem pequena. Há duas quedas d’água e um poço ótimo para banho entre elas.

Ela surge da Serra do Mar, em meio à Mata Atlântica. Distante 19 km do centro de Ubatuba, é um dos lugares mais procurados por quem visita a região.

Cachoeira do Elefante – Parque Estadual da Serra do Mar

Foto: Divulgação

A Cachoeira do Elefante tem 80 metros de altura e fica dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, em Biritiba Mirim.

O caminho até ela, porém, não é muito fácil. São 11 km de trilha entre encostas íngremes e Mata Atlântica preservada.

A Cachoeira do Elefante é formada pelas águas do Rio Itapanhaú e pode ser vista da Rodovia Mogi-Bertioga. 

Cachoeira dos Veados – Parque Nacional da Serra da Bocaina 

Foto: Divulgação

Com três quedas d’água que chegam a 200 metros de altura, a Cachoeira dos Veados fica no Parque Nacional da Serra da Bocaina, na divisa entre São Paulo e Rio de Janeiro.

As quedas formam poços com até 2 metros de profundidade. A 20 km da entrada do parque, ela pode ser acessada após um dia de caminhada pela Trilha do Ouro. 

Cachoeira do Itambé – Cássia dos Coqueiros

Foto: Divulgação

Com 84 metros de altura, a Cachoeira do Itambé é a maior e mais famosa queda d’água de Cássia dos Coqueiros, interior de São Paulo.

Há duas trilhas que levam até a Cachoeira do Itambé: a primeira sai do Restaurante e Camping do Zezé e a outra parte da Pousada Recanto dos Pássaros.

Em ambos caminhos, para chegar à base da queda d’água é preciso descer por trilha íngreme e perigosa, com muitas pedras escorregadias.

Cachoeira de Santo Isidro – São José do Barreiro

Foto: Halley Pacheco de Oliveira / WIkimedia Commons

A Cachoeira de Santo Isidro é a maior de São José do Barreiro, em São Paulo. Com 70 metros de altura, a imponente queda d’água forma um delicioso poço, ótimo para banho.

Ela fica dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, a 2 km de sua entrada principal. A trilha que leva até a Cachoeira Santo Isidro passa por um rio e segue pela mata até sua base.

Todas essas cachoeiras estão pertinho de São Paulo só esperando você para dar um mergulho. Tá esperando o quê, então?

Só uma dica: em tempos de pandemia, antes de se dirigir às cachoeiras que ficam dentro de propriedades particulares, como a Cachoeira Grande, vale a pena consultar se o local está aberto à visitação.

Leia também:

» 30 trilhas para fazer no Estado de São Paulo
» 5 viagens incríveis para fazer no estado de São Paulo
» 10 lugares com águas cristalinas para aproveitar o verão em SP
» 16 cidades do interior de São Paulo que você precisa conhecer

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$ 350 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Reserve passagens aéreas com até 40% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Praias imperdíveis para conhecer em Ubatuba

Artigo anterior

11 lugares secretos e imperdíveis para visitar em Porto Alegre

Artigo seguinte

Você pode gostar