Documento pode ser emitido pelo Conecte SUS em três idiomas. Além de ser exigido para a entrada em alguns estabelecimentos, o certificado digital de vacinação pode ser útil para quem planeja viajar

Você já se vacinou contra a Covid-19 e, agora, precisa emitir o certificado digital de vacinação? Então, vamos te explicar, de maneira bem simplificada, como emitir o documento através da plataforma Conecte SUS, do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com a flexibilização das medidas de isolamento e reabertura gradual das atividades por estados e municípios, o certificado de vacinação torna-se, cada vez mais, um documento indispensável para a entrada em vários estabelecimentos.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Além disso, para quem planeja viajar a países que já permitem a entrada de brasileiros mediante a apresentação do comprovante de vacinação, a emissão do documento é essencial.

“O cidadão pode apresentar o certificado nacional sempre que necessitar, a exemplo de viagens internacionais, onde alguns países que reconhecem o documento para a entrada de brasileiros em seu território, visto que ainda não tem uma definição de um certificado internacional”, informou o Ministério da Saúde.

Vale destacar, no entanto, que o certificado digital de vacinação não tem validade internacional, ficando a critério de cada país decidir sobre sua aceitação. Por isso, antes de viajar, consulte sempre as regras com a embaixada do destino.

Como obter certificado de vacinação contra a covid

conecte sus

Foto: Divulgação

O certificado de vacinação contra a Covid-19 pode ser emitido em português, espanhol e inglês através da plataforma Conecte SUS. Esta ferramenta permite que o cidadão consulte o tipo da vacina aplicada, a data de cada aplicação e o lote de fabricação dos imunizantes. A plataforma está disponível na web ou em aplicativo para iOS e Android.

Para acessar o Conecte SUS é preciso ter uma conta no gov.br, plataforma do Governo Federal que centraliza a identificação do cidadão em todos os serviços públicos digitais. Caso você não tenha ainda uma conta no gov.br, vamos te explicar como criá-la, não se preocupe.

Então, vamos ao passo a passo para emitir o certificado digital do SUS?

1º passo: Acesso ao Conecte SUS com a conta gov.br

Se você já tem uma conta gov.br, basta acessar a plataforma Conecte SUS e clicar no botão “Acessar” no bloco azul intitulado “Cidadão”. Uma nova página será carregada, com um botão azul na parte inferior escrito “Entrar com gov.br”. Clique nele e faça seu login.

Para quem não tem a conta gov.br, será necessário, antes, acessar este link e clicar em “Iniciar”. Em uma nova página que será aberta, clique no botão “Crie sua conta gov.br” e escolha entre as opções de cadastro: CPF, login com QR Code, seu banco, seu certificado digital e seu certificado digital em nuvem. A opção mais simples é a do CPF.

Após preencher os dados solicitados, o sistema encaminhará uma confirmação por e-mail ou SMS, que você deverá copiar e colar no campo indicado. Por fim, você será direcionado para a área de criação da senha, com no mínimo 8 caracteres. Pronto, seu cadastro estará pronto e você poderá acessar o Conecte SUS.

2º passo: Emissão do certificado de vacinação contra a Covid-19

Após acessar o Conecte SUS na web ou no aplicativo em seu smartphone, clique no ícone “Vacinas”. Nele, você poderá ver todas as informações relativas à sua imunização, como qual tipo de vacina e quantas doses recebeu, lote de fabricação, datas e locais das aplicações.

Na parte inferior desta página, você verá um botão intitulado “Carteira de Vacinação Digital”. Clique nele. Automaticamente será gerado um documento, com validade de um ano, com todas essas informações e um QR Code que poderá ser utilizado pelas autoridades competentes para validar sua autenticidade. Para salvá-lo, clique na opção “PDF” na parte superior da página. O site ou aplicativo fará o download do certificado para seu computador ou smartphone.

Quem já tomou as duas doses do imunizante ou a dose única da Jansen, pode emitir o certificado em português, espanhol ou inglês. Basta clicar em uma das bandeiras dos países correspondentes, localizadas ao lado do botão “PDF” para gerar o documento no idioma desejado. O cidadão que tomou apenas uma dose das vacinas que necessitam de duas aplicações para imunizar, só poderá emitir o certificado digital do SUS em português.

Mais informações sobre o certificado digital de vacinação

Confira todas as informações do certificado digital de vacinação antes de emiti-lo. Caso encontre alguma divergência em seus dados, primeiro fale com o suporte da plataforma através do botão “Fale com o Conecte SUS”.

De acordo com o Ministério da Saúde, o certificado de vacinação contra a Covid-19 fica disponível na plataforma digital em até 10 dias após a aplicação. Caso isso não aconteça, procure o local de vacinação ou a Secretaria Municipal de Saúde para solicitar o envio das informações para a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Vários países já estão abrindo suas fronteiras para brasileiros vacinados. Alguns exemplos são França, Espanha, Suíça, Reino Unido, Portugal, Estados Unidos e Peru. No entanto, é preciso se atentar às regras específicas de cada um deles antes de viajar.

Por isso, consulte a embaixada do destino antes de viajar para não ter problemas para o ingresso no país. Veja se é necessária a apresentação do certificado de vacinação contra a Covid-19 ou do teste negativo.

Diferentemente do que ocorre com a febre amarela, que já tem um Certificado Internacional de Vacinação (CIVP) para viajantes, emitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda não se sabe quando haverá um sistema internacional para a comprovação da vacina contra a covid. Por isso, cada país está impondo suas próprias regras para receber os viajantes.

Nesse sentido, é extremamente importante ter o certificado digital do SUS que, por ser um documento emitido pelo governo federal com QR Code para validação, tem mais credibilidade do que o comprovante de vacinação que recebemos no momento da aplicação das doses, geralmente preenchido com caneta.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Olímpia (SP) ganha o maior resort do Brasil em número de quartos

Artigo anterior

Serra do Corvo Branco, em SC, ganhará passarela de vidro entre o vão das montanhas

Artigo seguinte

Você pode gostar