Repleto de cenários naturais impressionantes e atrações imperdíveis, esses destinos em Santa Catarina precisam entrar nos seus planos de viagem

Está procurando lugares incríveis para conhecer no sul do país? Então, esse post é para você! Nossa intenção, aqui, é te apresentar 5 destinos em Santa Catarina que não estão entre os mais visitados, mas que você precisa incluir em seus planos de viagem com urgência.

Você pode, até, já ter ouvido falar sobre algum deles. Mas, aqui, vai entender o porquê vale a pena conhecê-los. Não há como negar que Santa Catarina é um dos estados mais belos do Brasil e você pode ter certeza que, em qualquer um destes destinos, encontrará paisagens belíssimas, atrações imperdíveis e muitas experiências para viver.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Confira quais são os destinos que você precisa conhecer em Santa Catarina

Separamos opções de destinos para quem ama a natureza, curte passeios histórico-culturais ou é daqueles que não dispensa uma aventura. Veja só!

Castelo Britânico

atrações em santa catarina

Foto: Divulgação

Para começar, vamos falar de uma atração imperdível que você precisa conhecer em Santa Catarina: o Castelo Persevere. O local parece um cenário de filme inglês: uma imponente construção coberta por pedras, rodeada por um lindo jardim, em frente a um lago.

O castelo britânico foi idealizado, claro, por um grupo de ingleses, e começou a ser planejado em 1998, sendo finalizado em 2006. Ele foi feito com inspiração em filmes, pesquisas e várias viagens à Inglaterra, que serviram, inclusive, para buscar objetos que, hoje, compõem a decoração.

A princípio, o castelo não entrou para os roteiros turísticos e foi utilizado para eventos e ensaios fotográficos. Mas, no último ano, ganhou destaque no Instagram e começou a receber cada vez mais visitantes.

O Castelo Persevere é um pedacinho da Inglaterra no interior de Santa Catarina, na cidade de Cocal do Sul, que você precisa conhecer antes de morrer. Acredite, você ficará impressionado com a riqueza de detalhes dos ambientes, que recriam cenários ingleses importantes em seus quatro andares e 20 cômodos.

Gruta de Botuverá

lugares em santa catarina

Foto: Divulgação

Maior caverna do sul do país, a Gruta de Botuverá fica em Santa Catarina e tem 1.200 metros de extensão, sendo considerada também uma das maiores da América Latina. Em seu interior há verdadeiras obras de arte esculpidas pelo gotejamento da água ao longo de 65 milhões de anos, entre espeleotemas, estalactites, estalagmites, travertinos, fendas, vielas, cortinas, entre outras formações rochosas.

No total, a Gruta de Botuverá tem nove salões abertos à visitação do público. O mais famoso é o Salão das Orquídeas, repleto de flores de aragonita, um tipo de pedra. As outras seis galerias são fechadas para preservação dos animais que vivem ali, sendo sete espécies de morcegos e 35 animais invertebrados.

Ela fica no Parque Grutas de Botuverá que tem outras cavernas menores, uma grande área de flora nativa e uma queda d’água, além de uma ótima infraestrutura que inclui o Museu de Imigração Italiana, restaurante, estacionamento, sanitários e várias churrasqueiras.

Serra do Rio do Rastro

lugares de santa catarina

Foto: Divulgação

Considerada uma das mais bonitas do mundo, a Serra do Rio do Rastro é uma via sinuosa que percorre uma paisagem incrível, composta por cachoeiras, grutas e cânions. Por isso, é um dos destinos que você precisa conhecer em Santa Catarina antes de morrer.

Aliás, a Serra do Rio do Rastro é um ótimo roteiro turístico para se fazer de carro. A estrada liga os municípios de Bom Jardim da Serra à Lauro Muller e tem 256 curvas em mais de 35 quilômetros de extensão. Por isso, é um caminho para se percorrer devagar, enquanto contempla a vista impressionante.

Vale a pena parar também nos vários mirantes ao longo da estrada. Em um dos pontos mais altos, há um mirante a cerca de 700 metros de altitude que permite avistar o Cânion das Laranjeiras, o Cânion do Funil, a Pedra Furada e a Cascata da Barrinha.

Rota das Cachoeiras de Corupá

destinos santa catarina

Foto: Divulgação

A Rota das Cachoeiras de Corupá é um roteiro turístico que permite conhecer 14 quedas d’água formadas pelo Rio Novo. Entre elas, está uma das maiores cachoeiras de Santa Catarina, a Salto Grande, com 125 metros de altura.

Conhecida como Trilha Passa Águas, a rota é composta pelas seguintes quedas d’água: Cachoeira do Suspiro, Cachoeira da Banheira, Cachoeira dos 3 Patamares, Cachoeira da Pousada do Café, Cachoeira do Repouso, Cachoeira do Remanso Grande, Cachoeira da Confluência I, Cachoeira da Confluência II, Cachoeira das Corredeiras, Cachoeira do Tombo, Cachoeira do Palmito, Cachoeira da Surpresa, Cachoeira do Boqueirão e a Cachoeira do Salto Grande.

Atualmente, o banho é permitido apenas na Cachoeira da Confluência. O caminho entre as quedas d’água é composto por trilhas sinalizadas, com pontes, escadas e passarelas. Além disso, o parque conta com lanchonetes, centro de informação, banheiros, duchas e estacionamento.

Ilha do Campeche

praias catarinenses

Foto: DIvulgação

Localizada na capital do estado, a Ilha do Campeche é um dos lugares imperdíveis para visitar em Santa Catarina. De tão bela, é considerada por muitos como o Caribe brasileiro devido ao mar em tons de esmeralda, com águas calmas e cristalinas, e à areia fina e branquinha. Um cenário paradisíaco!

A ilha fica a 1,5 km da Praia do Campeche, mar adentro, e é um dos destinos mais procurados por quem vai a Florianópolis. Sua principal atração é a Praia da Enseada, um dos melhores lugares em Santa Catarina para relaxar e curtir o mar. A praia tem 500 metros de extensão e, em uma de suas extremidades, piscinas naturais se formam entre as rochas e permitem banhos refrescantes.

Mas não são apenas as belezas naturais que tornam esse lugar tão especial. A Ilha do Campeche guarda pinturas rupestres datadas de 3.500 a.C, verdadeiros tesouros histórico-culturais que podem ser conhecidos através de trilhas na mata.

Por conta das pinturas rupestres, a Ilha do Campeche foi tombada como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Por esse motivo, como medida de conservação da área, a entrada na ilha é restrita ao número máximo de 770 pessoas na baixa temporada e 800 na alta temporada. E só é possível chegar até lá em um dos barcos com autorização de desembarque.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Conheça a rota da cerveja artesanal no Vale do Itajaí

Artigo anterior

Resorts com cassinos: oportunidade para impulsionar o turismo brasileiro no pós-pandemia?

Artigo seguinte

Você pode gostar