Quer saber como criar um blog de viagem? Este post foi idealizado para você, que pretende começar a escrever artigos sobre o tema enquanto viaja o mundo

Já imaginou trabalhar compartilhando experiências remotamente enquanto viaja o mundo? Conseguir o emprego dos sonhos é possível e vamos te mostrar em 5 passos como iniciar essa trajetória.

Com o poder que a internet nos proporcionou, diversos viajantes encontraram no mundo virtual uma forma de abraçar a liberdade trabalhando remotamente, conciliando a vida profissional com viagens.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Se você sonha em se tornar um nômade digital e adora compartilhar histórias e experiências pessoais, saiba que é possível trabalhar viajando o mundo e ainda ser remunerado por isso.

Com trabalho dedicado e força de vontade, você consegue alavancar seu desempenho e ficar feliz com os resultados! Para lhe ajudar, reunimos algumas dicas valiosas para começar a escrever artigos de viagem inspiradores.

Está planejando iniciar uma carreira usando plataformas como a Mystudybay.com.br e outras? Separamos 5 dicas para você começar a escrever os seus próprios artigos de viagem e se destacar neste mercado cada vez mais competitivo.

Foto: Pixabay

Tenha um enredo claro em mente

Criar um conteúdo relevante sobre viagens requer alguns levantamentos básicos e o primeiro de tudo é pensar em um bom enredo que tire dúvidas e ajude os seus leitores.

É importante pensar em como você vai se comunicar com a sua audiência. Mesmo que seja uma pequena parcela inicialmente, sempre aborde conteúdos informativos e que não sejam cansativos. Portanto, como redator, seu primeiro trabalho é decidir sobre a história que você deseja contar e os eventos que a compõem, garantindo com que todos essas informações sejam interessantes ou úteis para o seu público alvo.

Certifique-se de que seu artigo tenha um propósito

Algumas viagens têm um objetivo físico, como chegar a um destino, informar um roteiro que auxilie viajantes ou para descrever alguma atração interessante. Esse tipo de informações darão a direção e o propósito aos seus textos.

Nesse caso, é extremamente importante compartilhar informações úteis que ajudem de fato o público alvo. Por exemplo, se o seu texto é sobre museus imperdíveis em Nova York, é fundamental descrever pontos importantes como horários de funcionamento, site da empresa, contato, além do seu ponto de vista pessoal.

Mas, muitas viagens, os textos podem ser focados em inspiração ou um texto opinativo que não têm um objetivo óbvio de início. Eles são mais sobre descobrir um lugar, desvendar uma história ou conhecer um povo. Nesse caso, crie uma meta pessoal para dar ao leitor uma noção de para onde você está o levando.

Frases como “Eu queria descobrir …”, “Eu estava ansioso para entender …” ou “No retorno as aulas desejava que…” dão aos leitores uma ideia do que está por vir, em vez de você simplesmente mergulhá-los no desconhecido.

Edite sua experiência para se adequar à sua história

As histórias têm situações, personagens, diálogos – e todas essas coisas precisam ser moldadas e organizadas para prender a atenção do leitor.

Depois de conhecer seu enredo, reúna as experiências que se encaixam nele – e descarte o resto. Um conteúdo considerado relevante possuí de 10 a 20 parágrafos, então aproveite para separar bem as suas ideias transmitindo tudo o que pretende, sem omitir informações importantes nem incluir coisas irrelevantes.

Escreva um primeiro parágrafo irresistível

Você pode começar um artigo de viagem da maneira que quiser, desde que prenda a atenção do leitor. Você pode usar drama, humor, diálogo (ou todos os três) – mas as primeiras frases devem ser explicativas, com o intuito de oferecer um pequeno preview do que estar por vir..

Muitos artigos de viagens começam no meio da história e depois voltam para explicar como você se encontrou nessa situação. Experimente esse estilo se você não tiver certeza de outra maneira de começar.

Avalie a diferença entre ‘mostrar’ e ‘dizer’

‘Mostrar’ e ‘contar’ são duas técnicas de narrativa que você provavelmente usa sem perceber.

Mostrar é quando você desacelera sua escrita e descreve uma cena em detalhes – o que você viu, provou, ouviu, sentiu – você está mostrando ao leitor o mundo através de seus olhos.

Contar é simplesmente mover a história adiante: “Voltamos às tendas para um merecido descanso”.

Os artigos geralmente alternam repetidamente entre o drama de “mostrar” e a economia prática de “contar” – você precisa de ambos, então inclua uma boa combinação em seu artigo. E, não menos importante, sempre que quiser mais inspirações, a melhor forma de aprender algo é estudando e na arte da escrita isso também se repete.

Dessa forma, sempre leia blogs de viagens para se inspirar e ver como os outros escritores abordam temas parecidos com os seus. Entender as regras é fundamental para que depois você possa desconstruí-las, inserindo em seus textos um olhar totalmente único e que é só seu.

Leia também:

» Blogs de viagem e turismo que você precisa conhecer
» Podcasts de viagem inspiradores que você precisa acompanhar
» Barbados estuda criar visto para quem deseja fazer home office no país
» 30 cursos online e gratuitos que todo viajante deveria fazer

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Turismo esportivo no novo normal: como viajantes estão usando a internet para torcer

Artigo anterior

Minas Gerais é eleita uma das 10 regiões mais acolhedoras do mundo

Artigo seguinte

Você pode gostar