Fenômeno raro da bioluminescência reapareceu após 60 anos em praia de Acapulco, no México. Confira fotos: 

Você já deve ter ouvido falar em bioluminescência, um fenômeno que deixa a água de praias ao redor do mundo brilhando no escuro. De acordo com reportagem do jornal Daily Mail, nos últimos dias, moradores de Puerto Marqués, uma praia em Acapulco, no México, foram surpreendidos bela beleza desse show de luzes no mar.

De acordo com o conselho de turismo de Acapulco, o raro fenômeno não surgia nas praias da cidade mexicana há mais de 60 anos. O momento foi fotografado pelos moradores e compartilhado em suas redes sociais. 

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Muitas pessoas acabaram atribuindo o acontecimento ao isolamento social, decretado no México para conter os avanços do coronavírus. No entanto, ao Daily Mail, o biólogo marinho Enrique Ayala Duval descartou essa ideia. “A bioluminescência é um efeito produzido como resultado de uma reação bioquímica”, explicou. 

Por fim, no Twitter, o Conselho de Turismo de Acapulco também explicou o fenômeno. “A bioluminescência é um fenômeno que se estende a todos os níveis biológicos: bactérias, moluscos, crustáceos, insetos, peixes e águas-vivas. No caso de Acapulco, o fenômeno ocorreu pelas microalgas ou plâncton luminoso”.

Confira abaixo fotos da Bioluminescência:

Bioluminescência praia

Bioluminescência praia

Leia também:

» Atrações turísticas da Holanda permanecerão fechadas até 1º de setembro
» Maior jardim de tulipas do mundo oferece tour online
» 12 países que aceitam brasileiros para trabalhar
» 5 praias que brilham no escuro para conhecer no mundo

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Viajar para o Peru, Europa e Estados Unidos está ficando mais caro

Artigo anterior

Estudo da FGV prevê normalização do turismo no Brasil apenas no fim de 2021

Artigo seguinte

Você pode gostar