A campanha de Maceió para a vacinação contra a covid-19 e suas variantes está entrando na fase da aplicação das doses de reforço. Trata-se de uma maneira de tranquilizar a população e garantir que a doença esteja sob controle mesmo com as variantes que continuam a correr pelo mundo.

A cidade está hoje com 88,58% da população adulta totalmente imunizada. Cerca de 65.55%  recebeu a 2a dose e, até o momento de redação deste artigo, 136.064 pessoas haviam recebido a dose de reforço (terceira dose), com mais de um milhão e meio de doses aplicadas até o dia quatro de janeiro de 2022, segundo aponta o vacinômetro do site Vacina Maceió, da prefeitura.

Por mais que as pessoas reclamem da necessidade de receber tantas doses da vacina, um ponto é necessário ser destacado: o vírus é um dos mais mortais de que se tem notícia. Fazer esse tipo de trabalho é necessário para que se possa mapear as reações dos pacientes e como o agente transmissor pode ou não influenciar outros aspectos do comportamento humano.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Apesar disso, não se engane: uma vez que estejam aplicadas, estas versões do antígeno fornecem uma proteção completa e eficaz. Porém, com um vírus mutável como o da Covid-19, novas variantes vão surgindo e, com elas, cresce a necessidade de manter seus sistema imunológico tão atualizado quanto o sistema operacional do dispositivo onde você está lendo este texto. Por isso é importante ficar o mais atento possível e não perder nenhuma das aplicações disponibilizadas.

O problema maior é que não há como prever o rumo que a disseminação do vírus pode tomar. Daí o surgimento das doses de reforço. A vacina Covid-19 que usa a plataforma de RNA mensageiro foi uma das primeiras que apareceu durante a pandemia, incluindo a Pfizer-BioNTech. Muitas se mostraram seguras e eficazes, mas devido ao novo aumento do número de casos, principalmente aqueles que foram vacinados muito cedo, é necessária uma dose de reforço.

Um exemplo do esforço é o que aconteceu em Israel, um país pioneiro na vacinação, mas onde surgiram casos de alta tecnologia após a segunda dose da vacina, o que motivou o início precoce da aplicação da terceira dose. O objetivo do estudo da dose de reforço foi avaliar se a aplicação dessas doses pode reduzir a taxa de mortalidade da doença.

Calendário de Vacinação contra Covid em Maceió – 2022

Segundo o site da Prefeitura de Maceió a aplicação da dose de reforço das vacinas terá intervalo reduzido de 120 dias contados a partir da data de aplicação da segunda dose das vacinas Aztrazeneca, Coronavac ou Pfizer. Tudo segue as medidas decretas pelo Ministério da Saúde, conforme a nota técnica divulgada, cujo conteúdo original foi divulgado em forma de documento pdf.

A prefeitura da cidade ressalta ainda que a dose de reforço com intervalo reduzido para 120 dias “é direcionada a todas as pessoas com mais de 18 anos de idade e deve ser administrada a partir de 120 dias após a última dose do esquema vacinal (segunda dose), independente do imunizante aplicado”.

A Secretaria de Estado da Saúde do Alagoas reforçou ainda que o Secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, lembrou a população a necessidade de se tomar as três doses da vacina e continuar com o uso das máscaras e do hábito e higineizar as mãos com doses de álcool 70o. Segundo ele, “todos os adultos devem ficar atentos ao calendário de vacinação para a dose de reforço e também para a segunda dose, porque só a vacinação reduz de maneira significativa a ocorrência de casos graves, óbitos e, consequentemente, a diminuição da ocupação hospitalar pelo novo coronavírus”.

Quarta dose

Esta nota técnica também estipula a quarta dose para pessoas imunocomprometidas, ou seja, com sua imunidade comprometida de alguma forma, maiores de 18 anos que receberam três doses (duas doses e uma dose adicional) no regime principal. A população deve receber essa quarta dose em até 120 dias após o agendamento da última dose recebida.

E quem são as pessoas imunocomprometidas? Confira a seguir as características e cheque se este é seu caso:

I – Imunodeficiência primária grave.
II – Quimioterapia para câncer.
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.
IV – Pessoas vivendo com HIV/AIDS
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1).
VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias.
VIII – Pacientes em hemodiálise.
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Para conseguir se vacinar as pessoas com 18 anos ou mais que forem receber o reforço devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e carteira de vacinação contendo as informações da etapa anterior ou o certificado de vacinação emitido na página do serviço Connect SUS.

O Ministério da Saúde de Maceió destacou que devido à paralisação temporária do sistema do Ministério da Saúde, atualmente é impossível emitir cópia da carteira de vacinação sem ao menos imprimir o certificado de vacinação e anexar os dados dos vacinadores na etapa acima.

Ainda sobre as pessoas com imunidade comprometida: para obter a terceira dose será necessário apresentar, além do documento de identificação e do comprovante de residência, um dos seguinte documentos: prescrição médica com justificativa; exames específicos que estabeleçam o diagnóstico; relatório médico; receitas para terapêutica específica de condições descritas; ou guia de encaminhamento específico.

Onde se vacinar em Maceió

A terceira dose estará disponível para quem tomou as duas doses das vacinas Astrazeneca, Coronavac e Pfizer. Aqueles que estão aptos devem comparecer das 9h às 21h aos pontos instalados nos Shoppings Maceió (Mangabeiras) e Pátio (Cidade Universitária) e nos drive-thrus de Jaraguá e da Justiça Federal.

Outros quatro pontos de vacinação funcionam todos os dias das 9h às 16h: Papódromo (Vergel), Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho), Terminal do Osman Loureiro (Clima Bom) e Praça Padre Cícero (Benedito Bentes). Aos sábados e às segundas os pontos dos drive-thrus e dos shoppings também funcionam no mesmo horário. No domingo não há atendimento.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Tailândia anuncia data de reabertura da praia de Maya Bay para turistas em 2022

Artigo anterior

8 passeios baratos para aproveitar a Av. Paulista

Artigo seguinte

Você pode gostar