Lavandário da Colônia Witmarsum: conheça esta atração incrível localizada no Paraná

Cansado do dia-a-dia corrido em cidades grandes onde o concreto parece limitar sua capacidade de absorver a vida? O Paraná pode ser a solução para seus problemas. Venha conosco conhecer o Lavandário da Colônia Witmarsum, localizado em Palmeira, nos Campos Gerais do estado.

“Mas o que é um Lavandário?”, todo mundo pergunta, com cara curiosa.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Trata-se de uma propriedade voltada exclusivamente para o cultivo de lavanda (de onde vem o nome) e ervas aromáticas. São terras rurais que ficam em regiões montanhosas que se dedicam a desenvolver essências e óleos que servirão de base na confecção de vários tipos de produtos alimentícios, de sorvetes a salgados, além de compor temperos muito apreciados pela cozinha gourmet.

A atração no Paraná ressalta ainda mais o papel da Lavanda nos dias de hoje. Trata-se de um gênero de 47 espécies conhecidas de plantas com flores na família da hortelã, Lamiaceae. É nativa do Velho Mundo e encontrada em Cabo Verde e nas Ilhas Canárias; na Europa até o norte e leste da África, passando pelo Mediterrâneo, sudoeste da Ásia e Índia.

Muitos membros do gênero são cultivados extensamente em climas temperados como plantas ornamentais para uso em jardins e paisagens, como ervas culinárias e também comercialmente para a extração de óleos essenciais. A espécie mais amplamente cultivada, Lavandula angustifolia, é frequentemente chamada de lavanda, e há uma cor que leva o nome da sombra das flores dessa espécie.

A alfazema tem sido usada ao longo dos séculos na medicina tradicional e cosméticos, e “ensaios clínicos limitados apóiam o uso terapêutico da alfazema para dor, afrontamentos e desconforto perineal pós-natal”.

Colônia Witmarsum

lavandario colonia witmarsum

Foto: Divulgação

A colônia onde está o lavandário que nos interessa fica a 60 quilômetros de distância de Curitiba. Com um ar de cidade alemã, apresenta arquitetura, gastronomia e costumes fortemente enraizados na cultura daquele país, herdados de imigrantes germânicos que vieram na década de 1930 para se estabelecer por lá.

Hoje a comunidade conta com uma população de dois mil habitantes. Os moradores de Curitiba e região estão sempre por perto aproveitando o fim de semana por lá. Muito desse tempo é gasto apreciando a cozinha alemã.

Para aqueles que adorariam saber detalhes da história da colônia, bem como conhecer mobília, vestuário,  imagens da época e até andar por alguns cômodos da Fazenda Cancela, onde a construção da comunidade começou, deve se dirigir ao Museu de História Witmarsum para saber de mais detalhes.

Lavandário

As verdadeiras vedetes da Colônia Witmarsum são mesmo os campos de cultivo de lavandas, espalhados em nove tipos diferentes. Para conhecê-los, os visitantes devem passar pelo chamado Vale dos Sonhos.

O lugar está dentro do Armazém do Campo. Durante o trajeto a partir da capital do estado, os visitantes passam por trechos cheios de plantações e dignos de serem cenários usados em filmes. Muitos interrompem a viagem por alguns instantes, somente para fotografar a beleza bucólica.

Você pode visitar em qualquer época do ano, pois há campos com flores no período do outono. Os próprios visitantes aconselham a deixar as visitas para a primavera entre fim de setembro e dezembro para obter a melhor experiência possível.

Nessa mesma época os cultivos estão em seu ápice e já é possível sentir o doce e inconfundível odor da lavanda no ar. Por perto, o visitante também encontrará outros tipos de plantas e pequenos lagos.

Se você quiser ainda encontrar itens raros que podem render uma lista inédita de presentes basta dar um pulo na lojinha de souvenirs mantida por lá. O catálogo  inclui todo tipo de itens inspirados nas propriedades da lavanda, incluindo chás, sais de banho, creme para mãos e hidratante corporal. Há ainda o Armazém do Campo, onde podem ser encontradas  toalhas bordadas com a marca Vale dos Sonhos, além de velas e difusores baseados no aroma dos campos.

lavandario vale dos sonhos

Foto: Foto: Instagram / @lavandariovaledossonhos

lavandario vale dos sonhos

Foto: Foto: Instagram / @lavandariovaledossonhos

lavandario vale dos sonhos

Foto: Foto: Instagram / @lavandariovaledossonhos

lavandario vale dos sonhos

Foto: Foto: Instagram / @lavandariovaledossonhos

lavandario vale dos sonhos

Foto: Foto: Instagram / @lavandariovaledossonhos

Como chegar

O mundo da lavanda está ao seu alcance aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h. O ingresso custa R$ 15,00 por pessoa. Com mais R$ 10,00 o visitante pode levar para casa um pote de pequeno porte com um delicioso sorvete de lavanda.

O Vale dos Sonhos pode ser visitado com o mesmo ingresso por até uma hora. Para tirar fotos, entretanto, deve-se pagar uma taxa extra de R$ 45,00.

Para chegar no local a partir de Curitiba via automóvel basta ir pela Rodovia do Café e pegar a BR-376. O percurso leva aproximadamente 59 minutos para percorrer 68,6 quilômetros.

Ciclistas percorrem o trajeto em 3h52. Também é possível ir com um serviço de motoristas (Uber ou 99). O percurso custa em média de R$ 50,00 a R$ 64,00.

+ info:

Lavandário Vale dos Sonhos
Telefone para contato: (41) 99724-0477
Instagram: @lavandariovaledossonhos
Facebook: Lavandário Vale dos Sonhos

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Conheça o novo roteiro turístico integrado entre São Luís e Fortaleza

Artigo anterior

De pousadas com casas na árvore a quarto bolha; veja seleção de hotéis incríveis

Artigo seguinte

Você pode gostar