Cliente já pode despachar bagagem via totens de autoatendimento em quatro aeroportos no país

A companhia aérea Latam Brasil decidiu abolir o processo de check-in para os voos domésticos. Os clientes que compram passagens pelos sites e aplicativos da empresa desde o início da semana já recebem o cartão de embarque logo que o pedido é finalizado. É a primeira aérea no país a digitalizar o processo.

Foto: Nathan Coats / Wikimedia Commons

Caso haja qualquer mudança de informações sobre o voo do momento da compra até o embarque, a Latam afirma que o passageiro é notificado, e seu bilhete atualizado automaticamente. O passageiro agora também pode escolher se quer receber as informações sobre seu voo por whatsapp, e-mail ou SMS.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

A iniciativa deverá reduzir ainda mais a quantidade de passageiros que utiliza os balcões de check-in nos aeroportos, já reduzida desde que as companhias aéreas começaram a cobrança pelo despacho de bagagens.

Além do check-in automático, a Latam também vai aumentar os dispositivos para que os próprios clientes façam o despacho e a etiquetagem de suas bagagens em aeroportos no Brasil. Esse processo, chamado de self bag drop, já é usado rotineiramente em outros mercados, como os Estados Unidos, mas ainda é pouco comum no país.

Hoje, a Latam já tem totens de autoatendimento para que o próprio passageiro etiquete e despache sua bagagem em quatro aeroportos do país: Guarulhos, Brasília, Galeão e Salvador. Até o fim do ano, mais sete aeródromos vão receber os equipamentos. A Latam diz que o serviço é implementado primeiro nos aeroportos que recebem mais voos da companhia.

A intenção da empresa, de acordo com Paulo Miranda, vice-presidente da área de clientes da Latam, é que em breve até os totens sejam substituídos. — A gente quer chegar em um ambiente em que nem o totem de despacho de bagagem vai ser necessário.

O passageiro chegaria com seu celular e se necessário o usaria para se conectar a uma impressora no aeroporto e imprimir sua etiqueta de bagagem. A transação seria toda pelo celular. A gente já testou isso no aeroporto Santos Dumont — diz ele.

Leia também:

» Gol oferece desconto em teste para covid-19 para quem precisa viajar
» Lufthansa testa poltronas que viram cama na classe econômica em voos do Brasil à Europa
» Companhia aérea Air Canadian oferece passe de voo ilimitado
» Um chef com estrela Michelin está fazendo refeições para a classe econômica nesta companhia aérea

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Reserve passagens aéreas com até 50% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Japão vai eliminar carros à gasolina até 2035

Artigo anterior

Grécia registra maior nevasca em mais de uma década e tem rara cena de Acrópole coberta por neve

Artigo seguinte

Você pode gostar