Conheça o Parque Nacional da Chapada das Mesas, no sul do Maranhão

Pacote_saldao_300x250

Conhecido internacionalmente por seu deserto tropical formado com dunas de areias brancas e lagoas com águas cristalinas, o Maranhão costuma ser lembrado sempre pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, mas o 8º maior estado do Brasil está localizado em uma área com forte transição de biomas e ecossistemas das regiões Norte e Nordeste formando outros cenários surpreendentes que podem ser conferidos em inúmeros pontos do  estado.

Uma dessas atrações é a magnífica Chapada das Mesas, região que se destaca pelas belezas naturais compostas pela grande quantidade de montanhas, cânions, cachoeiras, rios e grutas presentes no destino. A porta de entrada para o Parque Nacional é a cidade de Carolina, localizada no extremo sul do estado a 800 km da capital São Luís, já na divisa com o Tocantins.

A pacata cidade teve seu apogeu no passado por sua localização privilegiada às margens do Rio Tocantins, sendo parada indispensável de colonizadores que buscavam aprisionar índios para o trabalho na exploração de ouro. Até hoje o município tem vestígios dessa época presente em construções históricas que podem ser conferidas na ruas e praças de Carolina que tem como plano de fundo imensas montanhas e formações rochosas com o cume plano que lembram mesas de diferentes tamanhos e formatos.

A Chapada das Mesas ainda é um destino pouco explorado por turistas mas tem muito a oferecer, são dezenas de cachoeiras, trilhas, mirantes, bosques de buritizais, rios e poços de águas incrivelmente transparentes formam cenários surpreendentes e intocados que na maioria das vezes só podem ser acessados em veículos 4×4.

As belezas naturais das paisagens ao redor das estradas que ligam Carolina as principais atrações da Chapada das Mesas vem despertando o desejo de adeptos de cicloturismo a desbravarem todos os encantos da região sul do estado de bicicleta, aumentando as maneiras de explorar e aproveitar esse pedaço tão especial do Brasil.

O que fazer:

Portal da Chapada
Para chegar ao principal cartão postal da Chapada das Mesas, o visitante precisa subir no alto de um paredão composto por fenda aberta com a ação do vento que tem a forma do mapa do Tocantins, estado que está bem ao lado do destino.

Foto: Observatório Turismo

Foto: Observatório Turismo

Cachoeira de São Romão
A Cachoeira São Romão fica no Rio Farinha a 70km de Carolina dentro da área do Parque Nacional da Chapada das Mesas. Além de apreciar a imensa cortina d’água com m, o visitante também pode apreciar a atração em uma trilha que segue em direção a uma gruta localizada atrás da queda.

Foto: Gustavo Albano

Foto: Gustavo Albano

Morro do Chapéu
Outro belo cartão postal da chapada, o Morro do Chapéu possui 376 metros de altura e é visita obrigatória para adeptos de trekking e escalada que desejam ter uma visão bem extensa da região.

Foto: Gustavo Albano

Foto: Gustavo Albano

Santuário Pedra Caída
O Santuário fica dentro do complexo turístico Pedra Caída a poucos km de distância de Carolina, para chegar até a cachoeira em meio a um paredão o visitante precisa primeiro percorrer alguns metros entre um cânion alagado.

Foto: Pedra Caída

Foto: Pedra Caída

Poço Azul
Principal atração da cidade de Riachão, a 130km de Carolina o Poço Azul é a atração mais cobiçada de toda a chapada. O motivo são suas águas transparentes que despejam em um maravilhoso poço que chega até 5m de profundidade.

Foto: Gustavo Albano

Foto: Gustavo Albano

Cachoeira Santa Bárbara
Cachoeira formada pelo Rio Cocal, está no município de Riachão e tem 76 metros de altura. A cachoeira foi batizada com esse nome graças a uma excêntrica formação rochosa presente no meio da cachoeira.

Foto: Gustavo Albano

Foto: Gustavo Albano

Cachoeira do Itapecuru

As cachoeiras ficam localizadas junto à BR-230, 33 Km distante de Carolina e também são conhecidas como cachoeiras gêmeas.

Foto: Gustavo Albano

Foto: Gustavo Albano

Outros atrativos da Chapada das Mesas

  • Cachoeira do Dodó
  • Cachoeira da Mansinha
  • Cachoeira do Prata
  • Cachoeira da Caverna
  • Cachoeira do Capelão
  • Torre da Lua
  • Encanto Azul
  • Praias do Rio Tocantins
  • Cachoeira do Garrote
  • Cachoeira da Porteira

Como chegar:

De avião
O aeroporto mais próximo da Chapada das Mesas é o de Imperatriz (200km), São Luís (833km) e Palmas – TO (500km). Em seguida a melhor maneira de chegar até lá é seguir de carro ou ônibus.

De carro
Vindo de Imperatriz – acesso pela BR-010 e BR-230 Vindo de São Luis (811 km) – acesso pela BR-135 (até BR- 226), MA-012, MA-132 e BR-230. São 850 km

De ônibus
A região recebe ônibus diários saindo de Imperatriz, São Luís e Palmas. Para informações atualizadas de quais companhias operam até Carolina, vale ligar na rodoviária da cidade:
Tel: (99) 3531-2076

Melhor época para visitar a Chapada das Mesas:

A região da Chapada das Mesas tem temperaturas elevadas durante o ano todo. Em julho as praias fluviais do Tocantins aparecem e são invadidas por turistas da região. As estações predominantes são o inverno (de Setembro a Maio época em que são freqüentes as trovoadas) e o verão (de Junho a Agosto).

Agência Receptivo:

Eco Trilhas Turismo

Rua 28 de julho, n°31, Centro – Carolina – MA
Tel.: (99) 3531-8284 / 99127-6691
E-mail: [email protected]

Planeje sua viagem:

Encontre o melhor preço de hospedagens, passagens aéreas e promoções em tempo real sem pagar nada a mais por isso. Pesquise o seu voo em todas as companhias de uma só vez e tenha certeza de ter feito o melhor negócio. Planeje: Passagens Aéreas | Reservar Hotéis

Leia mais:

Turismo no Maranhão: 9 destinos incríveis para visitar no estado
Turismo em São Luis: o que ver e fazer

Diário de Bordo – roteiro de 5 dias em São Luís do Maranhão
Dicas do que fazer no Parque Nacional dos Lençois Maranhenses
Trekking nos Lençóis Maranhenses, travessia em 4 ou 5 dias
Turismo em Barreirinhas: o que ver e fazer

_728x90_CGH_SDU.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>