Produção artesanal de comunidades tradicionais e ateliês é um dos atrativos de Paraty. Confira onde encontrar o melhor do artesanato em Paraty

É comum, ao viajar, buscar uma lembrança do destino para levar para casa. E, a depender do lugar que se visita, essa recordação geralmente é um artesanato produzido ali mesmo, sobretudo aqui no Brasil, onde a produção artesanal é bem diversificada. Mais do que isso, há destinos em que o artesanato é parte dos roteiros turísticos, dada a importância que tem para a comunidade local. E é justamente isto que ocorre com o artesanato em Paraty.

Famosa por seu centro histórico com casas coloniais com portas e janelas coloridas e natureza exuberante, que mescla praia e Mata Atlântica, a cidade do litoral sul do Rio de Janeiro também é responsável por produzir peças belíssimas que enchem os olhos de quem a visita. E o mais legal é que elas são feitas por comunidades tradicionais e ajudam a contar um pouco da história dos povos que ali vivem. Por isso, é impossível viajar para Paraty sem dedicar um tempo para conhecer seus ateliês e, aqui, vamos te contar onde encontrar o melhor do artesanato paratiense.

Leia também » Os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Artesanato em Paraty: tradição e história

Artesanato em Paraty

Foto: Estrela Tours/Divulgação

Antes, porém, para que você entenda a importância da produção artesanal paratiense, precisamos te contar mais sobre como o artesanato passou a fazer parte dos roteiros turísticos deste lugar. Formada por comunidades caiçaras, ribeirinhas, indígenas, quilombolas e hippies, Paraty se desenvolveu ao longo dos anos como um destino de turismo pela beleza de suas praias e arredores cobertos por matas preservadas, onde há cachoeiras e cenários incríveis.

Assim como o turismo, o artesanato em Paraty também é muito ligado à natureza, utilizando materiais retirados justamente do meio ambiente. Além disso, grande parte do artesanato nasceu de objetos utilizados pelos moradores locais em seu dia-a-dia, que se transformaram diante da demanda turística, tornando-se elementos decorativos e ajudando no sustento das comunidades tradicionais.

Um exemplo disso são os barquinhos de madeira coloridos que podem ser encontrados em praticamente todas as lojas de artesanato da cidade. Criados por caiçaras do Saco do Mamanguá para servirem de diversão para seus filhos, que não tinham acesso a brinquedos industrializados, os barquinhos de madeira chamaram a atenção dos turistas. Hoje, são um dos artesanatos mais tradicionais de Paraty. 

As réplicas dos barcos usados pelos pescadores são feitas em madeira e pintadas com cores fortes, típicas das embarcações da região. É possível encontrar desde canoas até traineiras nos mais diferentes tamanhos.

Outro exemplo é o artesanato indígena, facilmente visto pelas ruas do centro histórico de Paraty. São cestarias, ferramentas em madeira, instrumentos musicais e outros objetos utilizados pelos índios que, para nós, servem como decoração ou lembrança de viagem. Assim como a produção artesanal quilombola, que conta muito sobre a história das comunidades que vivem no entorno da cidade.

Onde ver artesanato em Paraty

Arte indígena em Paraty

Foto: Estrela Tours/Divulgação

É fácil encontrar artesanato em Paraty, seja no centro histórico da cidade ou em seus arredores. Mas não é só isso. A produção artesanal paratiense é bem variada. Você encontrará pinturas das mais diversas técnicas e esculturas em cerâmica, metal e papel machê, além de objetos em madeira e cestarias feitas com fibras da vegetação nativa. E não precisa ser um amante do artesanato para se encantar com as peças, pois tudo é muito lindo. Pode ter certeza que, ao viajar para Paraty, você não vai conseguir voltar sem, ao menos, uma lembrança.

Centro histórico

Artesanato em Paraty

Foto: Mauro Lima/Unsplash

Um dos lugares mais visitados e também onde há muitos ateliês e lojas de artesanato em Paraty, o centro histórico é um prato cheio para quem ama arte. Seja na fachada dos casarões coloniais ou nas peças artesanais, é fácil se perder entre tantas opções do que ver e admirar. Mas um olhar cuidadoso revela não só a beleza como a cultura paratiense através da produção artística.

O artesanato, inclusive, faz parte de roteiros turísticos pelo lugar. O city tour realizado por agências de turismo contam também a história das comunidades que produzem as peças, por exemplo. Por isso, essa é uma ótima opção para quem quer conhecer mais sobre a produção artesanal paratiense. Além disso, as lojas do centro histórico vendem também artesanatos provenientes de outros pontos do país, principalmente de Minas Gerais.

Quilombo do Campinho

Produção artesanal para ver em Paraty

Foto: Estrela Tours/Divulgação

Mas se o que você deseja é conhecer mais a fundo a produção artesanal paratiense, vale a pena fazer uma visita ao Quilombo do Campinho. Localizado no caminho entre Paraty e a vila de Trindade, o lugar é um convite ao mergulho na cultura e nos costumes da população quilombola, que criou raízes por ali nos idos do século XIX.

Oficialmente Quilombo da Independência, o local tem uma loja de artesanato que funciona como uma espécie de museu da comunidade. Ela fica bem ao lado da Igreja de São Benedito. Em suas paredes é possível ver fotos de figuras ilustres que lutaram pela liberdade e pela preservação da terra. Além disso, há diversas peças de arte quilombola, entre objetos de entalhe em madeira, cestarias, roupas e bijuterias feitas com palhas.

Paraty-Mirim

Artesanato em Paraty-Mirim

Foto: Estrela Tours/Divulgação

A produção artesanal paratiense também conta com peças feitas por indígenas Guaranis Nhande-iva Tambeopé. Ademais, você pode conhecer um pouco deste trabalho tanto nas ruas do centro histórico como na própria aldeia, localizada na estrada que leva à Paraty-Mirim. As peças vão de instrumentos de pesca e musicais até objetos utilizados pelos indígenas no dia a dia. Ou seja, são cestos, abanos, caximbos, colares e arcos e flechas.

Vila de Trindade

Chapéus de palha são encontrados em Paraty

Foto: Karol Olson/Pixabay

Mais um lugar para ver artesanato em Paraty, a vila de Trindade tem uma rua dedicada à exposição da produção dos artistas locais. A Rua das Artes recebe todos todos os finais de semana e feriados a Feira de Artesãos que expõe e vende as peças produzidas na comunidade caiçara. Além disso, assim como em Paraty, há várias lojas espalhadas pela vila. Nelas é possível encontrar roupas em tie-dye, peças em crochê e tricô, esculturas, estatuetas de personagens, chapéus coloridos, bijuterias feitas em materiais naturais e ourivesaria em prata.

Dica extra para reservar hotéis

Para encontrar inúmeras opções de acomodação e reservar hotéis e pousadas com os melhores preços, utilizamos o Booking.com - disponível em milhares de destinos.

Passagens aéreas mais baratas

Para economizar com voos, consultamos primeiro as passagens aéreas na MaxMilhas, - quase sempre encontramos os melhores preços tanto no Brasil quanto no exterior. As passagens podem ser emitidas mesmo para quem não tem milhas aéreas.

Outras dicas úteis

Encontre informações úteis sobre os melhores destinos do mundo, com guias de viagens especializados sobre diferentes lugares para conhecer no Brasil e no exterior. São milhares de dicas de viagens com sugestões de onde ir na sua viagem, recomendação de hotéis, notícias atualizadas e muito mais.

Precisa de um carro na sua viagem? Encontre aluguel de carro na Rentcars e cote modelos diferentes podendo ser parcelado em até 10x. Já para passeios e ingressos antecipados, fechamos tudo sempre pela Get Your Guide.

Deseja falar com a redação, promover a sua marca ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

  Inscreva-se em nosso canal:
 

Planeje sua Viagem


5 piscinas naturais que vão fazer você se apaixonar pelo Rio Grande do Norte

Artigo anterior

Brasileiros precisarão de visto físico para viajar para o México

Artigo seguinte

Você pode gostar