Praias de águas doces e salgadas, grandes lagos, cachoeiras belíssimas, grutas misteriosas e muitos rios formam os melhores balneários para visitar na Amazônia

A rica biodiversidade da Amazônia é conhecida no mundo inteiro. Imensas florestas, banhadas por imponentes rios e cheias de espécies da fauna e da flora, a tornam um lugar único.

O turismo na Amazônia também é bem diverso, indo de passeios pela floresta às grandes cidades e comunidades ribeirinhas, onde é possível conhecer mais da cultura dos povos da Amazônia. 

Leia também » 100 lugares para viajar no Brasil em 2021

Mas você sabia que, além de toda riqueza natural que já mencionamos, a floresta amazônica guarda ótimos balneários, que não deixam a desejar, em nada, para alguns destinos do litoral?

Praias de águas doces e salgadas, grandes lagos, cachoeiras belíssimas, grutas misteriosas e muitos, muitos rios formam cenários deslumbrantes, emoldurados pela mata nativa.

Ficou com vontade de conhecer? Então, veja nossas dicas sobre os melhores balneários para visitar na Amazônia.

Saiba quais são os melhores balneários para visitar na Amazônia

Preparamos uma lista com dicas sobre os melhores balneários para visitar na Amazônia. É um lugar mais lindo que outro. Pode ter certeza que, ao final da leitura, vai querer conhecer cada um deles.

Veja, a seguir, mais detalhes sobre esses destinos incríveis na Amazônia:

Ilha de Marajó

Foto: magicway.com.br

Um lugar onde você pode curtir praia de mar e praia de rio, assim é a Ilha de Marajó, no Pará. Sem dúvida, é um dos melhores balneários para visitar na Amazônia.

Famosa por abrigar o maior rebanho de búfalos do Brasil, a Ilha de Marajó impressiona pela beleza natural e opções de passeios, entre as praias, manguezais, igarapés, fazendas e os centrinhos de suas cidades.

A ilha é separada do continente pelo delta do Amazonas, pelo complexo estuário do rio Pará e pela baía do Marajó.

Lá, o mar é tão tranquilo que é difícil distinguir quando se está em uma praia de mar ou de rio. Além disso, as águas não são tão salgadas. É o que ocorre na Praia de Barra Velha. 

Outra opção em frente ao mar é a Praia de Joanes que, além do visual lindo, abriga as ruínas dos Jesuítas, que remetem à colonização do Pará.  

Se você prefere praia de rio, não pode deixar de conhecer a Praia do Pesqueiro, a mais famosa da ilha. Em suas areias há guarda-sóis naturais e redes, além de mesas e cadeiras próximas aos restaurantes. É um lugar para ir e passar o dia tranquilamente.

Algodoal

Foto: Carlos Macapuna / Wikimedia Commons

A Ilha de Maiandeua, no Pará, é conhecida por muitos como a Ilha do Algodoal. Mas a realidade é que Algodoal é apenas uma vila de lá. 

Mas o mais importante a saber sobre esse balneário da Amazônia é que é um lugar com praias belíssimas e muito tranquilas, ideais para quem procura por sossego. 

As ruas não têm asfalto e não permitem a circulação de carros. As praias e as matas são bem preservadas. E as vilas tem aquele clima de interior em que o tempo demora a passar.

Na praia da vila de Algodoal, há opção de banho em águas salgadas ou doces. Há algumas casas sobre palafitas e pousadas simples. Um típico cenário paradisíaco. Outra praia bem tranquila é a Praia Fortalezinha, onde não há muita estrutura e o que reina é a natureza.

Agora, se você busca um lugar para relaxar com mais estrutura e um pouco de agito, conheça a Praia da Princesa ou a Praia Marudá.  

Alter do Chão

Foto: lubasi / Flickr

Banhada pelas águas dos rios Tapajós e Arapiuns, a vila de Alter do Chão tem praias de água doce belíssimas, que desbancam, inclusive, muitos destinos do litoral brasileiro.

A vila faz parte do município de Santarém e tem pouco mais de 600 habitantes. É um lugar para esquecer do mundo e curtir somente a natureza, entre praias, rios, lagoas, igapós, igarapés e muita floresta. 

As praias são a principal atração, não há como negar. São tantas porções de areia surgidas entre as águas dos rios que muitas não têm nem nome. 

Porém, as mais famosas, além de um nome, possuem estrutura para receber os turistas. Um exemplo é a Ilha do Amor, a mais popular de Alter do Chão. Lá você encontra vários quiosques e serviços.

Há, ainda, outras opções de lugares para se refrescar em Alter do Chão, como a Ponta do Cururu, a Ponta de Muretá, a Ponta das Pedras, a Ponta do Caxambu, o Lago Preto, Pindobal e Maguari. 

Presidente Figueiredo

melhores balneários para visitar na Amazônia

Foto: Luciano cta / Wikimedia Commons

Presidente Figueiredo, a 130 km de Manaus, é um refúgio do Amazonas. A cidade é cercada por mata nativa e muitas cachoeiras, entre grutas e cavernas.

Várias trilhas ecológicas e parques levam a esses paraísos encravados na floresta amazônica, garantindo muita diversão para quem visita a cidade.

As principais atrações são a Caverna de Maroaga e a Gruta da Judeia – que podem ser conhecidas em conjunto -, a Cachoeira do Santuário, a Cachoeira da Neblina, a Cachoeira da Pedra Furada, a Cachoeira da Iracema, a Cachoeira do Mutum, a Cachoeira Asframa, a Corredeira do Urubuí, a Lagoa Azul do Maranhão e a Lagoa Azul Park. 

É um lugar mais belo que o outro, com cenários impressionantes, como a Cachoeira da Pedra Furada, que surge de uma fenda na rocha, ou a Lagoa Azul do Maranhão, com sua coloração sem igual.

Se você é um amante da natureza, precisa conhecer esse balneário da Amazônia.

Parque Nacional de Anavilhanas

melhores balneários para visitar na Amazônia

Foto: wittmann-tours.de

Formado por mais de 400 ilhas, 600 lagos e lagoas e banhado pelas águas do Rio Negro, o Parque Nacional de Anavilhanas é um dos melhores balneários para visitar na Amazônia.

De tão belo, foi eleito como uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza e todas as atrações são voltadas à floresta amazônica e às águas do rio.

Trilhas em meio à mata, focagem dos animais nativos e canoagem pelos igapós e igarapés são alguns dos passeios obrigatórios a quem visita Anavilhanas.

Outro passeio imperdível é a procura por botos em seu habitat nas águas turvas do Rio Negro. Há também a opção de interagir com estes animais na Estação Flutuante dos Botos, na orla do Novo Airão. 

O Parque Nacional Anavilhanas fica a 200 km de Manaus. 

Lago do Robertinho (Roraima)

melhores balneários para visitar na Amazônia

Foto: Divulgação

O cerrado de Roraima abriga um dos melhores balneários da Amazônia: o Lago do Robertinho.

Localizado a 50 km da capital Boa Vista, o lago tem águas claras e mornas, perfeitas para banhos relaxantes. A vista é incrível e pode ser contemplada de uma das várias redes colocadas em sua margem, dentro d’água.

Guarda-sóis feitos de madeira e palha completam o cenário e proporcionam conforto para quem visita o local. Há ótima estrutura, com restaurante e chalés à sua volta. 

É um lugar muito tranquilo, ótimo para passeios em família. Além disso, conta com um toboágua que garante a diversão dos mais aventureiros.

Ilha do Combu

balneario_amazonia

Foto: Carolrmoraes / Wikimedia Commons

A Ilha do Combu fica bem perto da capital do Pará, Belém, a apenas 15 minutos de barco. Por isso, é considerada um refúgio para quem visita a cidade. 

Nela, além de ver de perto a natureza exuberante da floresta amazônica, os turistas podem se refrescar nas águas do Rio Guamá. Há várias trilhas pela ilha e uma tirolesa a partir do topo de uma gigante samaúma – árvore típica da região.

Outro atrativo da Ilha do Combu são os vários restaurantes em sua orla, que servem os pratos mais tradicionais da culinária paraense. 

Praia de Ponta Negra

melhores balneários para visitar na Amazônia

Foto: Naldo Arruda / Wikimedia Commons

Localizada na cidade de Manaus, a Praia de Ponta Negra é formada quando as águas do Rio Negro baixam. 

As areias claras contrastam com a água turva do rio e formam um cenário muito bonito, em meio aos prédios da capital paraense. 

Mais do que apenas uma praia, Ponta Negra é um complexo turístico, com amplo calçadão, quadras para esportes, mirantes e um anfiteatro para shows.

A vista do imponente Rio Negro é incrível e uma das principais atrações da Praia de Ponta Negra. Além disso, toda a estrutura torna este balneário um local muito agradável para conhecer.

Parque Nacional do Jaú

melhores balneários para visitar na Amazônia

Foto: Pedro Peron / Wikimedia Commons

Reconhecido pela Unesco como Patrimônio Mundial Natural e Reserva da Biosfera, o Parque Nacional do Jaú fica no Amazonas e protege praticamente toda a bacia hidrográfica do Rio Jaú.

Nela, fica uma das maiores extensões de floresta tropical úmida contínua do mundo, com rica biodiversidade e muitos lugares impressionantes para conhecer.

Para visitar o Parque Nacional do Jaú é preciso percorrer de barco cerca de 100 km do Rio Negro. Por ser uma área isolada, geralmente os passeios para lá duram, no mínimo, dois dias, com pernoite em acampamentos na mata.

É um lugar para quem curte ecoturismo e uma dose de aventura. Entre trilhas e passeios de barco é possível avistar muitos animais, como macacos, capivaras e diversas aves. 

Viu quantos balneários incríveis para visitar na Amazônia? Vale a pena incluir esses destinos em seus planos de viagem para 2021.

Leia também:

» 8 roteiros incríveis para fazer na Amazônia
» Como é se hospedar em um hotel de selva na Amazônia
» Conheça quatro projetos para fazer trabalho voluntário na Amazônia
» O que fazer na Amazônia? Dicas de viagens na maior floresta tropical do mundo

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$ 350 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Reserve passagens aéreas com até 40% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Praias imperdíveis para conhecer em Ilhabela  

Artigo anterior

Hotéis e pousadas mais charmosas de Santo Antônio do Pinhal

Artigo seguinte

Você pode gostar