Com mais de 13 milhões de doses de vacina aplicadas, de acordo com o site do governo federal, o estado do Ceará está com os números estatísticos bastante adiantados. Possui hoje mais de 16 milhões e meio de doses distribuídas, sendo 6,8 milhões da primeira dose e 6,06 milhões da segunda dose ou da dose única.

O mesmo site informa sobre a retrato da pandemia no Brasil. Segundo ele, são mais de 21,40 milhões de casos recuperados, 22,16 milhões de casos registrados e 15,5 milhões de doses de reforço aplicadas.

A grande dúvida que fica na mente das pessoas é sobre a variante Ômicrom. As notícias acusam uma possível dominância dessa variante no país em 2022, por isso todo cuidado é pouco.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Na primeira quinzena de janeiro, segundo depoimento do virologista Fernando Spilki, coordenador da rede Corona-Ômica (que reúne laboratórios brasileiros para capturar, sequenciar e analisar o genoma de amostras) a variante deve alcançar o patamar de dominância.

Spilki disse ainda que a notificação de casos e sequenciamento está longe de ser o que se pode fazer, “mas temos vários sinais de que essa variante está chegando”. Os dados ainda estão desencontrados e devido à insuficiência de notificações, há problemas de dados com o Ministério da Saúde. As paradas de fim de ano e a retomada tardia das atividades também forma um problema para a tabulação dos dados.

O Brasil, no entanto, continua nos esforços de monitorar a pandemia da melhor forma possível. Quando os primeiros indícios da chegada da Ômicron o Ministério da Saúde montou uma sala de situação para monitorar o cenário epidemiológico da variante e avaliar os riscos para a adoção das medidas necessárias.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reiterou a necessidade de se trabalhar de forma integrada com estados e municípios. “É a força desse conjunto que vai dar o que a sociedade precisa. Neste momento, é necessário que a população brasileira confie ainda mais nas autoridades sanitárias”, disse.

Para conseguir intensificar mais a capacidade de realizar o exame de sequenciamento genético, que identifica a presença de variantes, o Ministério da Saúde reforçou a estrutura dos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen) dos estados, com capacidade de análise de 10 mil amostras sequenciadas por mês.

A Ômicrom já foi identificada em 26 países. Sabe-se que possui um índice de transmissibilidade maior que as anteriores, mas ainda não foi possível produzir estudos que comprovem sua severidade. os especialistas confirmam que as atuais tecnologias de testagem são suficientes para a sua detecção.

Vacinação em Fortaleza

calendário de vacinação em fortaleza

Foto: Divulgação

O esquema de vacinação em Fortaleza liberou, segundo a Prefeitura, a aplicação da terceira dose sem agendamento prévio, para aqueles que completaram o intervalo de quatro meses da segunda dose. O atendimento para esse público é feito exclusivamente no Centro de Eventos do Ceará. O agendamento também foi excluído para o atendimento daqueles que já possuem cinco meses ou mais de intervalo entre as duas doses.

No caso de crianças entre cinco e 11 anos a Prefeitura orienta que pais ou responsáveis realizem o cadastro no Saúde Digital, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), para a vacinação. Isso é necessário porque as doses infantis são diferenets das demais aplicadas, pois contém dosagem menor das que são aplicadas em maiores de doze anos.

Consulte as listas com a relação dos agendados aqui.

Lembrete: ao comparecer ao centro de vacinação é obrigatória a apresentação dos seguinte documentos em versão original: identidade (com foto), CPF, Cartão Nacional de Saúde (CNS) e comprovante de residência. Para adolescentes que ainda não possuem emitido o RG a alternativa é levar a certidão de nascimento junto com um documento com foto, que nesse caso pode ser tabnto o bilhete único quanto a carteira estudantil. Em caso de aplicação da segunda dose, apersente também o cartão de vacinação entregue anteriormente.

Onde se vacinar em Fortaleza

O atendimento acontece nos seguintes locais de aplicação:

Primeira dose

1 – Adolescentes que possuem de 12 a 17 anos:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

2 – Pessoas entre 18 e 59 anos, cadastrados há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Sesi da Parangaba
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

3 – Pessoas que possuem 60 anos ou mais, cadastrados há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

4- Gestantes cadastradas há mais de 24h no Saúde Digital, residentes de Fortaleza:

  • Centro de Eventos
  • Shopping RioMar Fortaleza

Segunda dose

1 – Para quem faltou ao agendamento ou chegou à data limite da 2a dose da marca AstraZeneca:

  • Centro de Eventos
  • Shopping Iguatemi
  • Sesi da Parangaba
  • Demais postos de saúde que possuem sala de vacinação Covid-19

2 – Para quem faltou ao agendamento ou chegou à data limite da 2a dose da marca Pfizer:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

3 – Para quem faltou ao agendamento ou chegou à data limite da 2a dose da marca CoronaVac:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Sesi Parangaba

4 – Para quem faltou ao agendamento da 2a dose da marca Janssen:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Sesi da Parangaba

Terceira dose

1 – Para idosos que perderam seu agendamento anterior da 3a dose:

  • Centro de Eventos (drive)
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

2 – Para imunossuprimidos que perderam seu agendamento anterior da 3a dose (comparecer portando comprovante da imunossupressão):

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza

3 – Para trabalhadores da saúde que perderam seu agendamento anterior da 3a dose:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

4 – População em geral que perdeu seu agendamento anterior da 3a dose:

  • Centro de Eventos
  • Shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza
  • Demais postos de saúde que possuem sala para vacinação Covid-19

Os postos de saúde de Fortaleza funcionam das 9h às 16h, com intervalo para o almoço de 12h às 13h.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Eduardo Kobra: Encante-se com 27 obras do artista brasileiro

Artigo anterior

Melhores restaurantes em Brasília para incluir no seu roteiro gastronômico

Artigo seguinte

Você pode gostar