Quando ir para Maragogi? Confira nossas dicas e entenda qual é a melhor época para visitar a cidade e curtir todos os encantos deste destino alagoano

Existe uma melhor época para visitar Maragogi? Essa é, com certeza, uma das principais perguntas feitas por quem decide conhecer esse destino incrível do litoral de Alagoas e, claro, uma das mais pertinentes, já que há vários fatores que interferem no sucesso ou não de uma viagem, como o clima, oferta de serviços, lotação dos locais, etc. Por isso, é importante saber quando ir para Maragogi para aproveitar ao máximo este lugar.

E, apesar de a cidade ser um destino para conhecer em qualquer época do ano, há algumas particularidades que tornam alguns períodos mais recomendados para viajar para lá. E é sobre isto que vamos tratar neste post. Portanto, se você está planejando uma viagem para Maragogi, precisa ler todas as nossas dicas até o final para garantir uma experiência inesquecível neste lugar sensacional.

Leia também » Estes são os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

Melhor época para visitar Maragogi

melhor época para ir em Maragogi

Quando ir para Maragogi?  descubra a época certa de visitar o destino. Foto: Gites.Fr

A melhor época para visitar Maragogi é, sem dúvida, o verão, sobretudo em dezembro e janeiro. Este é o período em que menos chove na cidade e, por isso, as águas ficam mais cristalinas, perfeitas para o mergulho nas piscinas naturais da região – conhecidas como Galés de Maragogi. Entre abril e agosto, por exemplo, é quando chove mais na cidade e a água do mar não fica tão transparente.

Em contrapartida, dezembro e janeiro são os meses em que o destino fica mais cheio e movimentado por turistas. Portanto, se você quer curtir Maragogi sem a badalação da alta temporada, pode optar por viajar para lá nos meses de outubro e novembro, quando a época seca já começou, as águas já estão bem claras, a procura pelos viajantes ainda não se intensificou e os preços são mais razoáveis.

Em relação à temperatura, o clima quente prevalece em Maragogi o ano todo. A temperatura média anual na cidade fica em torno dos 25ºC, sendo que no inverno é de 23ºC e no verão, 25ºC. Não há grandes mudanças de tempo ao longo do ano e a região tem um vento constante que ajuda a amenizar o calor dos dias mais quentes, quando a temperatura ultrapassa os 30ºC, principalmente em dezembro e janeiro.

Tábua de Marés em Maragogi

quando ir para maragogi

Quando viajar para Maragogi? Confira nossas dicas e aproveite ao máximo as praias do destino. Foto: wyndhamclubbrasil

Um dos principais atrativos de Maragogi, as piscinas naturais podem ser vistas e aproveitadas somente na maré baixa, por isso, outra questão fundamental ao viajar para lá é se atentar à tábua de marés – tabela que mostra a movimentação do nível do mar ao longo do dia – para curtir o melhor desse destino.

Mas por que isso é tão importante? Para te responder, é preciso que você saiba, primeiro, como funciona a movimentação das águas do mar. As marés são influenciadas pela força gravitacional do Sol e, especialmente, da Lua. O nível da água do mar desce e sobe em relação ao seu nível regular à medida que o movimento entre a Terra, Sol e Lua acontece.

A maré alta é quando as águas atingem seu ponto máximo, enquanto a maré baixa ocorre quando as águas recuam ao ponto mínimo em relação ao nível regular. E é justamente na maré baixa que as piscinas naturais ficam mais evidentes e, portanto, podem ser visitadas.

Vale ressaltar, no entanto, que o movimento das marés é cíclico: as águas sobem por seis horas até atingir o nível máximo e se retraem pelo mesmo período, até recuarem ao nível mínimo, e isto ocorre ao longo de todo o dia. Por isso, é preciso sempre consultar a tábua de marés para saber em qual horário do dia haverá a maré baixa – uma vez que os horários variam diariamente – e, assim, poder aproveitar o melhor das piscinas naturais de Maragogi.

A tábua de marés é disponibilizada no site da Marinha e traz informações sobre a movimentação do mar em vários locais durante o ano todo, tendo como pontos de referências os portos. Como Maragogi não tem um porto, você pode tomar como referência o porto de Maceió, capital de Alagoas, localizada a 129 km. Os números mais elevados indicam a maré alta e os menores, a maré baixa.

Se você quer curtir as Galés de Maragogi, por exemplo, deve escolher os períodos em que o nível da maré está próximo de 0.0 – o mais baixo. As agências de turismo que realizam passeios para as piscinas naturais acompanham a tábua de marés e realizam as excursões justamente nesses horários. Geralmente, os barcos partem 1 hora antes do pico da maré baixa e retornam 1 hora depois.

Veja, um passo a passo simples de como consultar a tábua de marés:

  1. Entre no site da Marinha, na seção da tábua de marés.
  2. Escolha o destino e clique no link que dá acesso à tabela. Lembre-se, a Marinha usa como referência os portos espalhados pelo litoral para indicar a tábua de marés da região. No caso de Maragogi, como não há um porto no destino, clique no porto de Maceió.
  3. Abra a tabela e consulte o período em que deseja viajar. A Marinha disponibiliza a tábua de marés do ano todo, dividida pelos meses e com indicação da movimentação das águas do mar a cada dia.

Outra forma de saber em qual época haverá mais picos de maré baixa em Maragogi é verificar as fases da Lua, porque, como já dissemos, a força gravitacional da Lua tem forte influência no movimento das marés. Portanto, escolha viajar para Maragogi nos períodos de lua nova ou lua cheia, quando há as marés mais baixas. Nos períodos de lua minguante e nova a maré não sobe nem desce muito, o que dificulta aproveitar o melhor do destino.

Como a tábua de marés disponibilizada pela Marinha só traz as informações referentes ao ano vigente, caso sua viagem esteja programada para o próximo ano, é uma boa alternativa escolher a data com base nas fases da Lua, a fim de garantir os períodos com mais possibilidades de marés bem baixas.

Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Hotel fazenda em São Paulo: 9 opções para o fim de semana

Artigo anterior

Angra dos Reis: atrações, onde ficar e quando ir

Artigo seguinte

Você pode gostar