Na última quinta-feira (2), durante a assembleia geral da Organização Mundial do Turismo, que aconteceu na Espanha, a Rota do Enxaimel, em Pomerode, Santa Catarina, foi eleita pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das melhores vilas turísticas do mundo por sua sustentabilidade e preservação histórica. Entre mais de 75 países, e 170 destinos que se inscreveram, apenas 41 foram selecionados e o roteiro catarinense era o único representante do Brasil.

Ércio Kriek (DEM), prefeito de Pomerode, recebeu das mãos do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o selo internacional Best Tourism Village – que reconhece zonas rurais onde o turismo gera oportunidades de maneira sustentável, preservando tanto o meio ambiente quanto às tradições locais.

A Rota do Enxaimel

Rota Enxaimel

Foto: Renato Soares/MTur

A Rota do Enxaimel passa pela zona rural do município, onde há uma concentração considerável de edificações no estilo que leva o mesmo nome – são 50 em um percurso de 16 km tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A técnica Enxaimel, que foi trazida da região da Pomerânia em meados de 1860, consiste no encaixe de vigas de madeira e não utiliza nenhum prego ou parafuso para a construção das casas – por serem apenas encaixadas, as casas podem ser facilmente desmontadas e montadas em outros locais.

Leia também » Os 100 lugares mais lindos para viajar no Brasil

A locomoção no local pode ser feita de várias formas: em tour guiado, por conta própria, de carro, jipe, bicicleta ou até carro de mola. A viagem também é recomendada para todas as idades, inclusive famílias com crianças pequenas.

Muitas atividades em Pomerode, Santa Catarina, estão relacionadas a essa herança alemã, que pode ser notada por todos os lados: desde os traços da população à arquitetura típica. A cidade pode ser visitada durante o ano todo, mas o destaque fica para os períodos festivos, principalmente em janeiro, quando ocorre a Festa Pomerana, uma homenagem à cultura dos
imigrantes alemães, com muita música e gastronomia típica alemã.

Conheça Pomerode

Rota Enxaimel

Foto: Renato Soares/MTur

A cidade fica na região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, no meio do caminho entre Blumenau e Jaraguá do Sul. Pomerode foi colonizada pelos alemães na segunda metade do século XIX e é considerada “a cidade mais alemã do Brasil”. Ainda com muitas características tradicionais, trazidas por esses colonizadores, passar um tempo em Pomerode vai te apresentar a arquitetura, culinária e os costumes alemães sem precisar viajar até a Europa.

Se o seu objetivo é, além de conhecer a cidade e a rota, aproveitar o comércio local, veja essas dicas:

Casa Siewert

Foi construída em 1913 e desde então é passada de geração em geração, pertencendo à mesma família. O atual proprietário se encarrega sempre de mostrar cada detalhe e contar diversas histórias dos seus familiares.

Recanto Kuglin e Casa Wachhol

Se depois de tanto andar pela cidade, bateu uma dúvida de como seria morar por lá, você pode ter uma sensação parecida, já que esses dois locais se tornaram pousadas e permitem a hospedagem por quanto tempo você quiser. Ambas são casas de enxaimel.

Delicaten Bolachas e Cucas

um docinho sempre vai bem, certo? Em um lugar tão pitoresco quanto Pomerode saiba que você vai encontrar uma loja com receitas de famílias prontinhas para você levar para a sua casa.

KeksHaus

E se você é daqueles que gosta de um biscoito, é aqui você vai encontrar biscoitos artesanais deliciosos.

Preservação Cultural na Rota do Enxaimel

A comunidade preserva história e costumes de diversas maneiras por Pomerode: em dois clubes de caça e tiro, na Igreja Luterana, no cemitério dos imigrantes, em uma escola bilíngue (português-alemão) fundada há 150 anos, na culinária típica e no artesanato. Além da herança da imigração germânica, o bairro conserva áreas de Mata Atlântica com diversas nascentes de água e cachoeiras.

O turismo na Rota do Enxaimel é uma possibilidade de sustentação econômica para preservação das tradições e do patrimônio. Por isso, os moradores estão se interessando pelo assunto, observando as oportunidades que o ambiente rural pode proporcionar.

Osterfest

pomerode

Foto: Renato Soares/MTur

A Festa da Páscoa, ou Osterfest, vem ganhando cada vez mais espaço e reconhecimento. Faz parte da tradição alemã pendurar ovos de galinha com a casca pintada em árvores, chamadas de Osterbaum. Desde 2017, Pomerode é responsável pela maior Osterfest do mundo. São mais de 100 mil cascas de ovos pitadas a mão, que são colecionadas pelos moradores da cidade durante o ano.

Em 2019, a cidade montou o maior ovo de Páscoa do mundo, com 15m de altura e 8m de diâmetro. Ela ganhou o título reconhecido pelo Guiness World Records. No ano seguinte, a festa foi cancelada em decorrência do avanço da Covid-19 pelo país.

Como chegar

Como dito, Pomerode fica em Santa Catarina. São 172 km de Florianópolis, trajeto que pode ser feito em aproximadamente 2h40 pela BR-101 e BR-470. Se você for por Curitiba, vai percorrer 195 km em mais ou menos 3h pela BR-376. A distância de Blumenau a Pomerode é de 30 km – trajeto que pode ser feito em menos de 40 minutos pela rodovia XV de Novembro.

Quem não é da região Sul do Brasil, pode optar por desembarcar no Aeroporto Internacional de Navegantes, no Vale do Itajaí, localizado a 55 km de Blumenau.






Inscreva-se em nosso canal:



Planeje sua Viagem




Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

15 viagens internacionais para fazer gastando menos de 4 mil reais

Artigo anterior

Reino Unido permite entrada de pessoas vacinadas com Coranavac

Artigo seguinte

Você pode gostar