Em homenagem aos 500 anos da morte de Rafael, 12 tapeçarias produzidas pelo gênio renascentista ficarão expostas na Capela Sistina, no Vaticano, até o dia 23 de fevereiro

Quem tiver a chance de visitar a Capela Sistina, no Vaticano, até o dia 23 de fevereiro, poderá se encantar com 12 belas tapeçarias produzidas pelo gênio renascentista Rafael Sanzio (1483-1520). Isso porque, de forma inédita e após 400 anos, as peças retornaram ao local.

rafael

Foto: Divulgação

Os tapetes, produzidos pelo artista em Bruxelas, representam as vidas de São Pedro e São Paulo e foram encomendadas pelo papa Leão X (1475-1521). Na época, elas ficaram expostas na Capela Sistina por algumas semanas. Em 1983 e em 2010 algumas dessas tapeçarias chegaram a voltar em algumas exposições ao Vaticano, mas elas não eram colocadas contemporaneamente ali desde o século 16.

O retorno das peças à Capela Sistina, mesmo que provisoriamente, tem um motivo: homenagear o aniversário de 500 anos da morte de Rafael. O artista faleceu em 6 de abril de 1520, em Roma, aos 36 anos, quando finalizava alguns trabalhos para o papa Júlio III. Nos Museus do Vaticano, onde também se encontra a Capela Sistina, a galeria “Stanze di Rafaello” apresenta diversos afrescos produzidos pelo italiano.

Leia também:

» Por dentro dos Museus do Vaticano e da Capela Sistina
» Roma: barreira de proteção será construída em torno da Fontana di Trevi
» Itália oferece R$3.100 mensais a quem ocupar vilarejos vazios
» Onde ficar em Roma: melhores bairros para se hospedar

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Hospedagem charmosa em Buenos Aires: conheça o Selina Palermo Soho

Artigo anterior

10 dicas para economizar em uma viagem para Buenos Aires

Artigo seguinte

Você pode gostar