Dicas de turismo sobre Fez: saiba quais são os lugares mais interessantes para conhecer em uma das cidades mais fascinantes do Marrocos

Localizado no extremo noroeste da África, o Marrocos é sem dúvida um dos países mais misteriosos e exóticos para visitar no mundo. Com tradições milenares e cenários que parecem ter saído de um filme bíblico, o país é cheio de contrastes e oferece inúmeras opções de cidades onde é possível desbravar um verdadeiro turismo autêntico. 

Graças à proximidade com a Europa, muitos viajantes escolhem o Marrocos como um país extra para visitar em um roteiro integrado que conecta os dois continentes. O valor acessível para voos partindo da Europa – ou fazendo o caminho inverso -, é um incentivo a mais para quem sonha em conhecer as cidades imperiais marroquinas, dormir uma noite no Deserto do Saara ou aproveitar outras inúmeras surpresas encontradas no país, como a surpreendente Fez, um berço importante da cultura marroquina que merece destaque no seu roteiro.

Fez é a segunda maior cidade do Marrocos e é considerada o coração cultural e religioso do país. A metrópole também faz parte das chamadas Cidades Imperiais do Marrocos, junto com Rabat, Meknes e Marrakech, e impressiona qualquer turista que visita o destino pela sua arquitetura com forte influência islâmica, sua gastronomia cheia de especiarias e sua cultura vibrante. 

A língua não costuma ser uma barreira para turistas que visitam o Marrocos. É comum que os comerciantes falem mais de 4 línguas. O árabe é considerada o idioma oficial do país, mas praticamente todos os marroquinos também falam berbere e francês. A proximidade com a Espanha (os países são divididos pelo minúsculo Canal de Gibraltar) faz com que muitos marroquinos do Norte do país tenham familiaridade com o espanhol. Como o Marrocos recebe muitos turistas vindo de outros continentes, o inglês também é muito utilizado durante as negociações.

Com mais de mil anos de história, a cidade de Fez é repleta de construções imponentes que dão um ar medieval no destino. São mais de 10 mil edifícios históricos, entre eles, mesquitas, casas tipicamente marroquinas, muralhas e palácios, que formam um cenário fascinante inteiramente em tons pastéis.

Considerada Patrimônio Mundial declarado pela UNESCO, a medina labiríntica de Fez possuí mais de 9 mil ruelas sinuosas e abriga mais de 100 mil moradores dentro da área fortificada da cidade. Esse é sem dúvidas o melhor local para começar um tour na região e descobrir os mistérios e o curioso estilo de vida dos marroquinos. Essa também é a área onde estão concentradas as principais atrações turísticas de Fez, como a Universidade Al Qarawiyyin, considerada a mais antiga do mundo. Sua fundação data meados do ano de 859, uma verdadeira relíquia histórica ainda viva. 

Outros pontos imperdíveis da Medina de Fez são a Madrassa Attarine, uma antiga escola de estudos islâmicos inteiramente revestida com os famosos mosaicos marroquinos, e a Praça Seraffine, local onde é possível conferir o trabalho minucioso dos ferreiros que fabricam diversos produtos de prataria e cobre a céu aberto, assim como era feito a séculos atrás.

A gastronomia marroquina é abundantemente diversificada e esse é um dos pontos altos em uma viagem para Fez. A cidade é considerada um dos melhores destinos do Marrocos para desfrutar a culinária autêntica do país e oferece inúmeros restaurantes. As melhores opções estão concentradas na Medina Fez el-Bali e nos arredores da Porta Bab Bou Jeloud. As refeições marroquinas são verdadeiros banquetes e dificilmente você conseguirá ficar menos de 1 hora e meia dentro de um estabelecimento. Como um ritual, os pratos são servidos em ordem apresentando diferentes opções e sabores impossíveis de serem descritos. 

Para conhecer bem a culinária local procure um estabelecimento que sirva harira, uma sopa servida como entrada que contém diversos ingredientes. Como prato principal escolha o tagine, um delicioso guisado feito com legumes e carne ou a pastilla, uma espécie de massa folhada recheada com carne, legumes e amêndoas. Outra opção é o famoso cuscuz marroquino, o prato mais ancestral da tradicional gastronomia do Marrocos. Para sobremesa, prove um dos doces à base de mel e amêndoas, acompanhado de um chá de hortelã para finalizar o ritual.

A cidade de Fez também é conhecida pela sua tradição em confeccionar artesanatos e outros produtos comercializados em diferentes lugares do Marrocos e do mundo. Entre eles, peças de couro, utensílios em cobre e prata, objetos de cerâmicas, tecidos, tapete e artigos de decoração.

O que fazer em Fez

Dicas de turismo em Fez

Dicas de turismo em Fez. Foto: Guia Viajar Melhor

Medina Fez el-Bali

Caótica e peculiar, a Medina Fez el-Bali concentra os principais pontos turísticos do destino. Protegida por uma imensa muralha, a medina é semelhante a um interessante labirinto que te surpreende em cada esquina percorrida. São mais de 300 bairros e 9 mil ruelas que escondem monumentos, museus, mercados, cafés charmosos e vistas impressionantes da cidade. 

Para andar sem medo de se perder, o aconselhável é caminhar pela Talaa Kbira e Talla Sghira, as duas ruas principais da medina e pegar algumas ruelas mantendo ambas as ruas como referência.

Medina Fez el-Jdid

Conhecida também com a “Nova Medina” (que ainda contém algumas centenas de anos, a Medina Fez el-Jdid concentra três atrações imperdíveis da cidade: o Palácio Real, o Bairro Judeu (Mellah) e o Museu Dar Batha.

Palácio Real

Construído no século XIV, o Palácio Real de Fez é um dos maiores e mais antigos do Marrocos. Apesar de não permitirem visitação, a construção é realmente impressionante e vale uma visita. São sete portas de bronze com diferentes tamanhos, adornadas por milhares de azulejos de cerâmica que representam os sete dias da semana e os sete níveis da monarquia.

Souk

Os mercados tradicionais árabes funcionam como as veias pulsantes da cidade. Uma enorme vitrine que nos convida a observar a rotina caótica e ao mesmo tempo tão bonita dos marroquinos. No souks você encontrará todo tipo de produto: tecidos, temperos, peças de cerâmica, carnes, luminárias, artigos de couro, calçados e até eletrodomésticos. Uma gigantesca concentração de barracas e lojas amontoadas em ruas estreitas e cheia de pessoas. Um verdadeiro caos organizado e apaixonante!

Madrassa Attarine

As madrassas são antigas escolas de estudos islâmicos, onde os alunos podiam residir. Essas construções são famosas por suas histórias e pela arquitetura impressionante.

A madrassa contém um enorme pátio inteiramente adornado com belos mosaicos e algumas frases do Alcorão. Também é possível visitar os cômodos que serviam de dormitórios para os estudantes no segundo e no terceiro andar. Outras opções interessantes são as Madrassas de Bou Inania e Cherratine.

Curtume Chouwara

O local contém diversas fossas com tintas naturais que colorem couro utilizado em confecções de malas, bolsas, sapatos, jaquetas, casacos e outros acessórios. 

O processo de coloração acontece em três etapas: a primeira é a introdução das peles em barris com cal e excremento de pombas, depois as peças são colocadas em fossas com pigmentos naturais, finalizando com a secagem do couro. Apesar de ser um local com cheiro extremamente forte, o Cortume Chouwara forma uma das paisagens mais coloridas e curiosas de Fez. O tour é iniciado com um guia que oferece hortelã aos visitantes para amenizar o cheiro das fossas e termina nas lojas que expõem diversos produtos confeccionados com o couro produzido no local. Marcas do mundo todo, inclusive grandes grifes internacionais, compram os tecidos de Fez para lançarem suas novas coleções. 

Porta Bab Bou Jeloud

O acesso principal à Medina Fez el-Bali também é conhecida como “Porta Azul”, uma entrada monumental com três arcos cheios de detalhes, decorados por azulejos. Ao atravessar esse portal você chegará a principal área comercial de Fez, com diversas lojas, restaurantes, comércios e cafés. 

Mesquita Al Qarawiyyin

Construída no ano 859, sob o mandato de Fátima al Fihriya, a Mesquita Al Qarawiyyin é um dos maiores complexos arquitetônicos da cidade de Fez e está localizada entre o Mausoléu de Moulay Idriss e a Praça Seffarine.

A mesquita abriga a Universidade Al Qarawiyyin, a mais antiga do mundo, construída no mesmo ano e fundada por Fátima al Fihriya. A universidade também abriga uma biblioteca que já chegou a ter mais de 320 mil livros e manuscritos. Hoje, o local possui 30 mil títulos e alguns dos documentos muçulmanos mais raros e antigos do mundo. 

Museu Dar Batha

O Museu Dar Batha concentra um grande acervo de arte e objetos artesanais tradicionais do país. Quem visita o local pode conferir peças de madeira entalhada, bordados, tapetes berberes, objetos de cerâmica, entre outros. O museu está instalado em um palácio construído no final do século XIX que também apresenta um charmoso jardim em estilo andaluz que rende ótimas fotos.

Praça Seffarine

A pequena praça está localizada no coração da medina e é famosa por concentrar um dos ofícios mais antigos de Fez: os artesãos caldeireiros. Esses artesãos dedicam-se a preservação dos trabalhos feitos com cobres a séculos. Quem visita o local pode conferir de perto como são produzidos diversos itens como chaleiras, panelas, bandejas e outros objetos produzidos com cobre vermelho.

Outros lugares para conhecer em Fez:

  • Mausoléu de Moulay Idriss
  • Mellah
  • Sinagoga Danan
  • Mausoléu de Sidi Ali Boughaleb
  • Mesquita dos Andaluzes

Como chegar em Fez

Dicas de turismo sobre Fez. Foto: Guia Viajar Melhor

De avião

Não existem voos diretos do Brasil até o Aeroporto de Fez-Saïss, em Fez. Para chegar até o destino é necessário pegar um voo para a cidade de Casablanca, localizada a aproximadamente 3 horas de Fez. 

A companhia marroquina Royal Air Maroc tem voos semanais para a cidade partindo de São Paulo e Rio de Janeiro. Se você estiver pela Europa, é possível pegar alguma linha de baixo custo que realizam voos até Fez, como a Ryanair, a JetCost e a Vueling.

De trem

Outra forma de chegar em Fez é utilizando o serviço ferroviário do país. A duração do trajeto de Fez a Marrakech é de cerca de 7 horas, até Tânger, cerca de 4 horas e 20 minutos, e até Rabat, cerca de 3 horas. Para consultar os serviços e informações da viagem de trem é necessário entrar no site da ONCF.

De ônibus

As duas companhias mais conhecidas do país são a Supratours e a CMT. Ambas oferecem o serviço partindo de diferentes cidades do Marrocos.

Melhor época para visitar Fez

Dicas de turismo sobre Fez. Foto: Guia Viajar Melhor

A melhor época para visitar Fez é durante a Primavera (Março – Maio) e Outono (Setembro – Novembro), quando as temperaturas são consideradas mais amenas. 

Marrocos é extremamente quente no verão, podendo ter temperaturas acima dos 40ºC mesmo em cidades mais distantes do deserto. 

Outra época interessante de visitar o destino é o mês de junho, quando ocorre o famoso Festival de Fez das Músicas Sacras do Mundo. O festival anual é organizado desde 1994 e foi reconhecido pela ONU devido a importância do evento que busca promover o diálogo de culturas e religiões.

Onde se hospedar em Fez

Dicas de turismo em Fez

Dicas de turismo em Fez. Foto: Guia Viajar Melhor

Ao pesquisar sobre opções de hospedagens em cidades do Marrocos, nos deparamos com duas opções: riad e hotel. 

Se você está buscando se hospedar em um local tradicional, opte pelos riads. Esse tipo de hospedagem é uma espécie de hotel instalado em pequenos palácios que geralmente estão dentro das Medinas das cidades. Além da ótima localização, os riads oferecem espaços luxuosos e incrivelmente decorados. Nossa indicação em Fez são os riads Maison Bleu e Al Amine.

Para quem busca opções mais modernas e localização próxima da área nova da cidade, o Fes Marriott Hotel Jnan Palace é uma ótima opção. 

Links úteis para sua viagem no Marrocos

Confira uma seleção de artigos com dicas de turismo em Fez que certamente vai te ajudar no planejamento da sua viagem:

» O que saber antes de ir para o Marrocos: como ir e outras dicas
» 10 cidades bonitas para visitar no Marrocos
» 9 restaurantes incríveis para visitar no Marrocos 
» Dicas de turismo em Marrakech
» Roteiro no Marrocos: 15 dias percorrendo as cidades mais bonitas do país
» Riad Maison Bleue: opção de hospedagem em Fez, no Marrocos
» Roteiro de viagem no Norte do Marrocos
» Como ir de Casablanca para Tânger, no Marrocos
» Roteiro no Marrocos: conhecendo o sul do país
» Marrocos: dicas de como planejar uma viagem pelo país

Reserve seu hotel

Além de ter várias promoções, a Booking.com tem a possibilidade de cancelamento gratuito.

Se você prefere AirBnb, tem vários apartamentos e quartos incríveis em Dublin. Neste link você ganha descontos na sua primeira hospedagem pelo AirBnB.

Aluguel de carro

A Rent Cars é o site líder em aluguel de carros na América Latina e oferece até 60% de desconto em reservas. Além disso, quem utiliza a plataforma não precisa se preocupar com taxas de IOF e e tem vantagens com formas de pagamento mais facilitadas e cancelamento de serviço gratuito.

Passagens para Dublin

MaxMilhas é certamente uma das referências de quem busca viagens baratas. O site vende passagens aéreas com até 50% de desconto. Eles conseguem esses valores atraentes, pois compram as passagens aéreas com milhas de pessoas que querem vender pontos.

Tudo é feito com total segurança e se tornou o site predileto para viajantes assíduos que sempre compram passagens, simule o valor do seu voo com a MaxMilhas.

Seguro Viagem

Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Seguros Promo.

Tours

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

“La Praia Sem Papel”: ação recolhe mais de meia tonelada de lixo no litoral sul de SP

Artigo anterior

Passagens aéreas baratas saindo de Brasília

Artigo seguinte

Você pode gostar