No primeiro semestre de 2020, o consumo de vinhos teve um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior. Se em 2019 as pessoas consumiram, em média, 2,13 litros, esse número passou para 2,37 litros por pessoa em 2020. O ápice aconteceu no segundo trimestre do ano, quando a média de consumo de vinho por pessoa chegou a 2,81 litros, o que representa um aumento de 72% em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com a Ideal Consulting.

Para os amantes de vinho e para os que durante a pandemia desenvolveram um apreço pela bebida, as opções não param de crescer. No começo de 2021, a VinhoBR anunciou que passou a importar os rótulos da Vik Wine.

A vinícola chilena nasceu em 2006 com a pretensão de ter rótulos reconhecidos mundialmente por sua qualidade. Para isso, enólogos, climatologistas, geólogos, viticultores e engenheiros agrônomos se uniram para pesquisar o melhor terroir — combinação entre clima e solo favoráveis para a produção de vinhos.

Leia também » 100 lugares para viajar no Brasil em 2021

O local escolhido foi Millahue, no Vale de Cachepoal. Além das condições naturais ideais, o processo de vinificação da Vik Wine é extremamente cuidadoso. As uvas, por exemplo, são colhidas manualmente e durante a noite, quando as temperaturas são mais baixas, o que ajuda a otimizar os processos e imprimir no vinho qualidade de primeira linha.

Vinhos da Vik Wine importados plea VinhoBR

São quatro os rótulos que podem chegar mais facilmente na mesa dos brasileiros agora:

Vik La Piu Belle Rose – feito a partir de 86% de uva cabernet sauvignon, 10% de cabernet franc e 4% de syrah, a bebida tem um aroma intenso, equilibrado e elegante. No início se destacam aromas de morango, framboesa e berries, amadurecendo para flores como lavanda e violeta. Para aumentar a complexidade, ainda é possível sentir toques de carvalho. Na boca, o vinho tem corpo e estrutura, além de taninos redondos e final extenso. O resultado extremamente fresco e sedoso faz parte da fermentação em tanque de aço inox e estagia em barrica usada.

Milla Calla – produzido a partir de 67% de cabernet sauvignon, 17% carmenere, 11% merlot, 4% cabernet franc e 1% syrah, o vinho é harmonioso, com uma elegância constante.  Seu aroma remete a especiarias frescas e tem uma acidez equilibrada. O Syrah ainda imprime aromas de lavanda, violeta, frutas secas e um toque de moka. Na boca, a bebida é sedosa, elegante e volumosa.

VIK Millahue – premiado, o vinho tem características similares aos grandes rótulos de Bordeaux, mas com mais frescor, dinamismo e mais frutado. Ele é feito a partir de 67% cabernet sauvignon, 17% cabernet franc, 14% carmenere e 2% de Merlot. O resultado é um aroma de frutas vermelhas com notas do barril em que fica por 23 meses. Na boca, a bebida é fresca, sedosa, com taninos elegantes e redondos.

La Piu Belle Tinto – formado por 45% de cabernet sauvignon, 40% carmenere, 10% syrah e 5% merlot, o vinho tem um aroma intenso, equilibrado e elegante. O início é de frutas vermelhas e se desenvolve em florais, como lavanda e violeta. Na boca é fresco e sedoso, com corpo e estrutura.

Os vinhos da vinã Vik estarão disponíveis para venda ao consumidor diretamente no site da Vinhobr.com.br, que está há mais de 10 anos no mercado e entrega para todo o Brasil.

Leia mais:

» Onde comer bem em Roma
» Passeio de caiaque em Punta Arenas
» Argentina e Chile lançam a mais longa rota de vinho do mundo
» 6 cidades para visitar no interior do Rio Grande do Sul

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$ 350 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Reserve passagens aéreas com até 40% de desconto para qualquer destino.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Parque Nacional Cavernas do Peruaçu tem cavernas surreais em MG

Artigo anterior

16 hotéis e pousadas pé na areia no litoral de SP

Artigo seguinte

Você pode gostar