Um estudo recente realizado pela UNESCO apontou que 13% dos museus do mundo podem não reabrir após a pandemia

A pandemia do novo coronavírus prejudicou atrações turísticas pelo mundo todo. Entre elas, um dos lugares mais atingidos com a redução de visitantes foram os museus. Mesmo que alguns tenham disponibilizado parte de seu acervo online, ainda assim foram fortemente impactados.

Um estudo recente realizado pela UNESCO e pelo Conselho Internacional de Museus (Icom, em inglês) mostrou que 90% das instituições culturais do mundo ficaram fechadas durante a quarentena. Além disso, a pesquisa mostrou que, infelizmente, 13% podem não reabrir mesmo após o período de isolamento.

Qual o futuro dos museus após o fim da pandemia?

museus pandemia

Foto: Unsplash

De acordo o levantamento, 85 mil museus e centros culturais permaneceram  fechados em decorrência da pandemia. O estudo ainda mostrou que os países em desenvolvimento, com Haiti e Guiana, foram os mais afetados e somente 5% de seus museus conseguiram oferecer tours online.

Sobre essa situação, a diretora geral da UNESCO, Audrey Azoulay, explicou a importância de promover o acesso a cultura. “Esta pandemia também nos lembra que metade da humanidade não tem acesso às tecnologias digitais. Devemos trabalhar para promover o acesso à cultura para todos, especialmente os mais vulneráveis ​​e isolados”, disse em um relatório divulgado.

No levantamento, ainda, a organização realizou um panorama de apoios necessários para o retornos dos museus e centros culturais após o fim da pandemia. O desenvolvimento de atrações online, a digitalização de acervos e o inventários das coleções foram algumas ações apontadas pelo estudo como prioridades.

Para conferir o estudo completo clique aqui.

Leia também:

» Milhares de flores azuis formam paisagem mágica em parque no Japão
» Ilha da Madeira reabre fronteiras em julho para viajantes internacionais
» Japão vai pagar metade dos gastos de viagem dos turistas? Entenda
» Chipre cobrirá os custos dos viajantes que pegarem COVID-19 no país

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

7 destinos inusitados para visitar no Brasil após a pandemia

Artigo anterior

Festival de cinema virtual exibe mais de 100 filmes gratuitos no YouTube

Artigo seguinte

Você pode gostar