Louvre, Vaticano, MIS e outros museus pelo mundo, temporariamente fechados por conta do coronavírus, disponibilizam acervo online

Em tempos de coronavírus, ficar em casa para evitar a propagação da doença é necessário, mas pode se tornar um pouco entediante. Com o cancelamento de eventos, como shows, e o fechamento temporário de museus, buscar alternativas de entretenimento  sem sair de casa é sempre uma boa ideia.

No entanto, para quem aprecia arte e cultura, esse momento pode ser uma boa oportunidade para conhecer o acervo de grandes museus pelo mundo. Admirar a beleza da Capela Sistina, observar as feições da Monalisa e voltar no tempo com as preciosidades da Grécia antiga estão entre as possibilidades para conhecer online.

Além de museus que disponibilizam em seus sites parte de seu acervo,  a ferramenta Google Arts & Culture também reúne dezenas de visitas virtuais em espaços de arte mundo afora.

Assim, separamos abaixo acervos que podem ser visitados sem sair de casa. Confira:

Pinacoteca di Brera

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

Considerada um dos mais importantes museus da Itália, a Pinacoteca di Brera, em Milão, apresenta um acervo impressionante, onde é possível apreciar obras de Raffaello, Bellini, Caravaggio, entre outros. 

Por conta do coronavírus, o espaço permanecerá fechado até o dia 3 de abril. No entanto, o espaço convoca visitantes, que podem conferir parte de seu acervo pela internet.

Museus do Vaticano

museus coronavírus online

Foto: Michal Osmenda/ Wikimedia Commons

Os Museus do Vaticano formam um conjunto de museus que concentram grandes obras do renascentismo italiano como as peças de Rafael, Da Vinci, e Caravaggio. Portanto, apesar de fechados até o dia 3 de abril por conta da pandemia, parte de seu rico acervo, como a Capela Sistina e as Salas de Rafaello, pode ser acessado online.

Galeria Uffizi

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

A Galeria Uffizi, em Florença, é um palácio que abriga um dos melhores, mais antigos e famosos museus do mundo. Assim, o local é responsável por guardar o principal acervo de obras renascentistas da humanidade, só por isso dá para ter uma ideia de sua importância.

Fechado por conta das medidas para contenção do coronavírus na Itália, em sua exposição virtual é possível ler as dicas de seus curadores e conhecer parte de sua preciosa coleção.

Museu Arqueológico de Atenas

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

O Museu Arqueológico de Atenas é o maior da Grécia e apresenta em seu acervo a maior coleção do mundo de artefatos da antiguidade. Como todos os museus do país, inclusive toda a Acrópole que paira sobre Atenas, permanecerão fechados até o final de março, realizar um tour virtual por seu acervo é uma ótima oportunidade.

Museu da Imagem e do Som (MIS)

museus coronavírus online

Foto: Divulgação

Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) também permanecerá fechado pelos próximos 30 dias para conter o avanço do coronavírus no Brasil. A boa notícia é que ele também oferece com um acervo virtual, disponibilizando acesso ao conteúdo das coleções de fotografia, áudio e vídeo.

Museu do Prado

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

O Museu do Prado, em Madri, assim como muitos outros espaços de arte da Espanha, está fechado devido ao coronavírus. Seu acervo é composto por mais de 17 mil obras, incluindo trabalhos de Velázquez e Goya.

No entanto, você pode checar parte de suas coleções por meio de uma visita online, onde é possível, inclusive, pesquisar pelo nome do artista e obra de sua preferência.

Museu do Louvre

museus

Foto: Pixabay

O Museu do Louvre, em Paris, é um dos mais importantes espaços de arte do mundo. Seu acervo conta com mais  de 380 mil itens, entre eles La Gioconda, também conhecida como Mona Lisa, de Leonardo da Vinci.

Portanto, apesar de fechado por tempo indeterminado por conta do coronavírus, o Louvre oferece uma exposição virtual por diversas salas e galerias. 

Museu Britânico

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

Considerado um dos museus mais antigos do mundo, o Museu Britânico, em Londres, apresenta um acervo com algumas das mais importantes obras da antiguidade.

O espaço também disponibiliza parte de suas ricas coleções online, incluindo tesouros como a famosa pedra Rosetta, que ajudou na compreensão dos hieróglifos do Egito, e as esculturas do Partenon de Atenas.

Museu Metropolitano 

museus coronavírus online

Foto: Pixabay

O Museu Metropolitano de Nova York (Met) é um dos mais visitados do mundo. Suas amplas coleções concentram mais de dois milhões de obras, entre elas pinturas de Monet e Cézanne, além de objetos da antiguidade.

Por conta de seu fechamento temporário devido ao coronavírus, uma outra forma de visitá-lo é por meio de seu acervo online.

Galeria Nacional de Arte

museus

Foto: Pixabay

Por fim, a Galeria Nacional de Arte, em Washington, oferece mais de 150 mil obras em seu acervo, entre pinturas, esculturas, ilustrações, entre outras. Trabalhos de artistas como Rafaello , Velázquez, Tiziano, Rembrandt, entre outros estão entre as preciosidades expostas.

Para este período em que as pessoas estão evitando sair de casa por conta do avanço do coronavírus, realizar um tour virtual pelo espaço é uma excelente distração.

Leia também:

» Gol cancela todos os voos internacionais por coronavírus
» Sem turistas, águas dos canais de Veneza surgem cristalinas
» Mapa mostra em tempo real países ainda não afetados pelo coronavírus
» Coronavírus: Peru fecha fronteiras e avalia quarentena em todo país

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Quarentena na Itália e China diminui emissão de gases a níveis históricos

Artigo anterior

Viagens internacionais de ônibus estão suspensas por 60 dias

Artigo seguinte

Você pode gostar