França começa a reabrir: entenda como será o desconfinamento, retorno do comércio, transporte e outras atividades

A França iniciou nesta semana seu processo para reabrir após um período de quarentena. Basicamente, o país está divido entre duas zonas: uma com as cidades mais afetadas pelo coronavírus e outra onde o número de infectados está controlado. A primeira, que envolve Paris e cidades próximas, é onde o retorno à vida normal ocorrerá de forma mais lenta e progressiva.

O primeiro-ministro Édouard Philippe apresentou o que efetivamente mudará e como o país retomará, aos poucos, suas atividades. As medidas começaram a valer na última segunda (dia 11). Confira:

Como será o desconfinamento na França

frança começa a reabrir

Foto: Unsplash

Desde a última segunda (dia 11) as pessoas puderam deixar o isolamento social e retornar às ruas. Antes, a qualquer saída de casa era necessário apresentar um atestado com os motivos. Agora, isso não será mais necessário, inclusive para idosos, embora a recomendação é que, se possível, este grupo de risco permaneça em suas casas.

No entanto, o “atestado”, que pode ser apresentado impresso ou no celular, continuará valendo pra viagens. Em distâncias de mais de 100 quilômetros de seus domicílios, as pessoas deverão apresentar o documento.

Além das regras acima, o primeiro-ministro também informou a realização massiva de testes para detectar novos infectados. Quando um novo caso de coronavírus for confirmado, pessoas que tiveram contato com o paciente infectado serão localizadas e terão que realizar o isolamento, além de fazer um teste. De acordo com o jornal El País, o governo francês acredita que mais de 700 mil pessoas serão testadas por semana.

Transporte público na região metropolitana de Paris

frança começa a reabrir

Foto: Unsplash

Na região metropolitana de Paris as pessoas só poderão usar o transporte público apresentando uma declaração com uma justificativa – como motivos profissionais ou de força maior. Ainda assim, será necessário usar máscara para entrar nos veículos. No entanto, para nadar nas ruas, o uso da máscara não é obrigatório.

Reabertura de escolas na França

frança começa a reabrir

Foto: Unsplash

Na última segunda (11) alguns jovens franceses também retornaram à escola. As escolas de ensino infantil e primário reabriram em todo o país – no entanto, o retorno dos alunos é voluntário.

Ainda assim, será permitido o máximo de 10 alunos por sala na pré-escola e 15 no primário. De acordo com o Jornal EL País, o ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer, informou que entre 80% e 85% das escolas abrirão. O esperado é receber 1 milhão de alunos e 130.000 professores.

Comércio, bares e restaurantes

frança começa a reabrir

Foto: Unsplash

Todos os comércios da cidade retomaram suas atividades na última segunda (11) mantendo as medidas de distanciamento social. No entanto, restaurantes, bares e cafés ainda permanecem fechados – o assunto será reavaliado ao final do mês de maio. As empresas devem manter o esquema de home-office pelas próximas semanas.

Já estão funcionando espaços como barbearias, lojas de roupa, floriculturas e livrarias. Centros comerciais com mais de 40.000 metros quadrados também não poderão reabrir por enquanto. Eventos que reúnam mais de 5 mil pessoas deverão permanecer fechados até setembro – portanto, alguns pequenos museus já reabriram.

Leia também:

» Grécia quer abrir hotéis em julho – veja o que os viajantes podem esperar
» Veja algumas formas de ajudar os hospitais de Manaus sem sair de casa
» Fernando de Noronha tem infectados curados e zera casos de coronavírus
» Gramado e Canela reabrem parcialmente suas atrações

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Solstício de verão em Stonehenge será transmitido ao vivo pela primeira vez

Artigo anterior

Faça um tour virtual pelo Inhotim, maior museu a céu aberto do mundo

Artigo seguinte

Você pode gostar