O governo federal suspendeu o reajuste nos valores dos ingressos e atividades dos Parques Nacionais por seis meses. A portaria do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) foi publicada no dia 19-10 no Diário Oficial da União.

O ICMBio havia atualizado a tabela de cobrança dos ingressos, medida agora revista em razão da pandemia de covid-19. Entretanto, os reajustes poderão ser aplicados no caso de parques concedidos, como o Parque Nacional do Iguaçu, por exemplo, quando os serviços de visitação estão delegados a empresas privadas.

Nesse caso, a concessionária poderá optar por não aplicar o reajuste, desde que tal medida não justifique futuro pedido de reequilíbrio econômico-financeiro do respectivo contrato de concessão. Os novos valores poderão ser cobrados a partir de 1º de novembro.

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Reserve passagens aéreas com até 40% de desconto para qualquer destino.
Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Durma sob as luzes da aurora boreal nesse hotel com quartos iglu

Artigo anterior

Cruzeiros e viagens de barco: a gestante pode fazer?

Artigo seguinte

Você pode gostar