Agitada e iluminada, a capital japonesa, sem dúvida, conquista turistas pelo estômago e pela história milenar. Conheça Tóquio!

Tóquio - Japão

Foto: Perati Komson / Shutterstock

Certamente, o Japão é um dos países de maior densidade demográfica do mundo e sua capital reflete a movimentada rotina nas ruas, lojas e restaurantes. Sem dúvida, andar por Tóquio é encantar-se com a tecnologia, a excelente infraestrutura e o clichê do caos organizado. Isso porque a cidade é o principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão. Entre arranhas-céus de vidro e aço encontram-se templos budistas e jardins zen que convidam o turista e os habitantes à reflexão. Por isso, por onde quer que você ande é normal reparar na tecnologia de ponta e um clima de modernidade convivendo com tradições antigas.

Além disso, a cidade é pontuada por prédios altíssimos que oferecem uma linda vista da região, como o Tokyo Metropolitan Government Building. Mas, se você quer ver a agitação de perto, sente nos cafés na região central, como Shibuya, e assista à correria quando o semáforo de pedestre abre e começa a travessia do cruzamento mais movimentado do mundo, o Shibuya Crossing.

Cultura japonesa

Com toda a certeza, conhecer a cultura local também é uma tarefa obrigatória. Mas, aqui o turista pode fazer isso de maneiras distintas, seja vendo as antiguidades do Tokyo National Museum, passeando pelas coloridas ruas de Shinjuku com cosplays ou conhecendo as novidades tecnológicas de Akihabara.

Em meio a tantas atividades e opções, Tóquio também oferece locais de tranquilidade, como, por exemplo, um passeio de barco pelo Rio Sumida, os parques Ueno Park e Shinjuku Gyoen e os templos Senso-ji e Meiji Jingu.

Nesta metrópole, o bom funcionamento dos serviços urbanos e a segurança da cidade, certamente, surpreendem até o mais viajado dos turistas. Isso porque, a cidade conta com o mais eficiente sistema de transporte do mundo, com trens, ônibus e metrôs que partem assustadoramente no horário, e policiais que, por causa da baixíssima criminalidade, gastam mais do seu tempo dando informações turísticas do que caçando bandidos.

Leia também:

5 ilhas paradisíacas para conhecer na Ásia
9 destinos no sudeste da ásia que você precisa conhecer
Veja a beleza dos templos mais impressionantes da Ásia
Vacinas obrigatórias para viagens ao exterior

O que conhecer em Tóquio:

Capital do Japão

Foto: chairedevil / iStockphoto

– Akhibara

Trata-se de uma região de Tóquio onde estão os maiores centros comerciais de tecnologia do mundo. A região é conhecida pela infinidade de coisas úteis e inúteis em termos de tecnologias. Além disso, é um ponto de referência para comprar souvenirs e mangás. Por isso, esse bairro é o favorito dos fãs de vídeo games e animês. Aqui há uma oferta impressionante de eletrônicos e jogos em galerias e prédios inteiros, além de restaurantes temáticos onde os funcionários se vestem como personagens famosos. Os japoneses também são muito fãs desse tipo de atividade, por isso o local é muito frequentado por moradores.

– Museu Nacional de Tóquio

Como ponto mais oriental das antigas rotas comerciais que cruzavam da Europa a Ásia, o Japão foi recebendo sucessivas influências artísticas de distintos povos durante séculos. Um vasto panorama das fontes inspiradoras e das obras que dela resultaram estão no ótimo Museu Nacional de Tóquio, o mais importante do país em arte asiática.

– Santuário Meiji Jingu

Depois de ser totalmente destruído durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, o santuário Meiji Jingu  foi totalmente reconstruído em 1958 com donativos de todo o país e do exterior.

– Templo Sensoji

Construído há muitos séculos em homenagem à deusa da misericórdia. Como resultado, o templo mais antigo de Tóquio atrai muita gente para sua oração budista e observação cultural.

– Tokyo Tower

A Torre de Tóquio foi criada como reprodução da famosa Torre Eiffel de Paris, sendo ainda mais alta que a original. Como resultado, das plataformas de observação situadas na Torre de Tóquio, você poderá apreciar uma vista incrível da cidade. Além disso, você pode tanto parar no observatório geral, situado a 150 metros de altura, como subir até um observatório especial, situado a 250 metros de altura. Em dias de céu claro, é possível ver até mesmo o Monte Fuji.

– Ginásio Ryogoku Kokugikan

Sem dúvida, entre todas as artes marciais, nenhuma é mais puramente japonesa que o sumô. Isso porque, esse esporte tem raízes ligadas ao xintoísmo a religião nativa do Japão.

– Palácio Imperial

Construído em 1457, quando a capital do país mudou de Kyoto para Tóquio, é a residência oficial da família imperial japonesa. A edificação é cercada por lindos jardins, lagos e pontes, que formam o Palace East Gardens, e foi reconstruída exatamente como o modelo original, depois de ser destruída na Segunda Guerra Mundial.

– Shinjuku

As ruas dessa região são coloridas, modernas e focadas em adolescentes. Muito frequentada por adeptos de cosplay, o local tem muitas lojas de roupas e artigos descolados, mas também tem outras atrações, como o Santuário Meiji Jingu, o parque Shinjuku Gyoen e o Tsukiji Market, maior mercado de peixe do mundo.

– Shibuya

Certamente, é o bairro mais agitado da capital e não por coincidência tem o cruzamento mais movimentado do mundo. Além disso, a região é cheia de restaurantes, casas noturnas e lojas de departamento.

– Disneyland e DisneySea

Tokyo Disneyland é inspirado nos parques americanos e, inaugurado em 1983, foi o primeiro parque da Wat Disney Company construído fora dos Estados Unidos. Por outro lado, DisneySea tem uma proposta nova por contar histórias ligadas aos oceanos e é o único do tipo administrado pela empresa.

– Tokyo Metropolitan Government Building

As duas torres de 48 andares vão chamar a sua atenção de muitos pontos da cidade. Os visitantes podem subir nos observatórios localizados no topo do prédio para ter uma vista única de Tóquio e, se o dia estiver limpo, do monte Fuji. A atração é gratuita e fica aberta até 22h30.

Outros lugares para conhecer em Tóquio:

  • Ryogiku Kukugikan
  • Rio Sumida
  • Roppongi Hills
  • Deboin Garden
  • Parque Shinjuku Gyoen
  • Shibuya Crossing
  • Estátua de Hachiko
  • Tokyo Tower
  • Estação de Shinjuku
  • Harajuku
  • Santuário Meiji Jingu
  • Takeshita Dori
  • Tsukiji Market
  • Omotesando
  • Asakusa
  • Templo budista Senso-ji
  • Rua Nakamise
  • Tokyo Skytree
  • Ueno Park
  • Rio Sumida
  • Ginza
  • Rua Chuo-Dori
  • Kabukiza Theater

Como chegar em Tóquio:

Tóquio

Foto: Sean Pavone / Shutterstock

A cidade tem dois aeroportos internacionais, Narita International Airport, localizado a 20 km do centro. E Tokyo International Airport, que fica cerca de 70k m distante da cidade. Ambos são boas opções, pois oferecem acesso à cidade de ônibus, trem e táxi.

Além disso, vale destacar que não há voos diretos do Brasil para o Japão. Por isso, o viajante deve fazer ao menos uma escala em países como Chile, Canadá, Estados Unidos, Etiópia ou Emirados Árabes.

Melhor época para visitar Tóquio:

Tokyo

Foto: bennymarty / iStockphoto

Isso depende da preferência do viajante. Pois, a alta temporada acontece nos meses de verão, quando os termômetros chegam a 40°C, o clima é bem quente e úmido. Por outro lado, durante o inverno as temperaturas ficam abaixo de 10°C e podem ocorrer nevascas ocasionais.

Por fim, entre os meses de março e maio, assim como entre setembro e novembro, o clima é mais ameno para caminhar e curtir a cidade.

Onde se hospedar em Tóquio:

Encontre hospedagens em Tóquio aqui.

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

Experiências únicas e inesquecíveis para curtir no Brasil

Artigo anterior

Cidades brasileiras que vão te deixar com a sensação de estar em outro país

Artigo seguinte

Você pode gostar