Brasileiros que vivem na Turquia relatam como está a situação do coronavírus no país e comentam sobre retorno do turismo. Confira:

A Turquia foi um dos países com grande número de casos da COVID-19, mas, por outro lado, se destacou positivamente ao criar uma reação bem rápida do combate à pandemia. No início de março, quando os primeiros casos surgiram, as cidades mais populosas entraram em lockdown. Enquanto isso, lugares mais abertos e naturalmente isolados, como a região da Capadócia, tiveram um isolamento horizontal. 

Agora, com a situação mais controlada, o país aposta em medidas de segurança e outras ações para a retomada do turismo pelos destinos turcos. O governo local lançou, recentemente, o “Certificado de Turismo Seguro”, que introduz novas medidas em diversos serviços turísticos, desde transporte a acomodação, instalação e estado de saúde dos passageiros, se tornando o primeiro país europeu a lançar um sistema seguro de certificação. 

Mas, como tem sido acompanhar esse retorno, ainda que gradativo, na prática? Brasileiros que vivem na Turquia e acompanharam de perto desde o início das ações até o cenário atual, explicam como está a situação do coronavírus no país. Para entender melhor, entrevistamos Andy Sevinc, profissional da Kleos Turquia, empresa de receptivo especializada em receber brasileiros no país, realizando tours por diversos destinos turcos. 

Coronavírus na Turquia: brasileira que vive no país fala sobre situação atual 

Brasileiros Turquia coronavírus

Foto: Unsplash

Guia Viajar Melhor: A Turquia entrou na lista de países que tiveram um grande número de casos, mas uma reação bem rápida no combate à pandemia. Como foi vivenciar isso no dia a dia?

R: Houve uma resposta muito rápida e assertiva do governo, sem margem para discussões. No dia 12/03 as escolas foram fechadas, assim como os escritórios e nos dias que seguiram houve fechamento de lojas, restaurantes, museus, hotéis entre outros estabelecimentos. As maiores províncias da Turquia entraram em lockdown, porém mesmo nas outras (que é o caso da Capadócia) houve isolamento horizontal.

A população se manteve alerta e houve uma comunicação muito efetiva do governo que diariamente realizava transmissões ao vivo com o Ministro da Saúde e em alguns casos o Presidente, sempre informando dados estatísticos da evolução da pandemia. Como moradores, de um modo geral, sempre sentimos que a situação estava sob controle.

Guia Viajar Melhor: A população, de forma geral, respeitou as normas de distanciamento social? Como tem sido sua vida pessoal nesses últimos dois meses?

R: Sim, também porque como forma de contenção; o governo estabeleceu decretos muito específicos que previam a cobrança de multa com valor acima de um salário mínimo por infração. O desconfinamento tem sido gradativo, porém na metade do mês de maio o comércio já havia sido reaberto em grande parte e a partir de junho os aeroportos já voltaram a funcionar tanto para voos internacionais quanto domésticos.

Atualmente já podemos frequentar lojas, parques, museus, viajar para outras cidades, visitar restaurantes; respeitando sempre as normas de higiene e distanciamento social. O uso de máscara em local fechado é obrigatório e os estabelecimentos têm disponibilizado álcool em gel.

Guia Viajar Melhor: Como está ocorrendo esse retorno à normalidade?

R: De forma gradativa e cautelosa. O governo continua informando a população diariamente através de pronunciamentos oficiais e sempre alertando que nenhuma medida é definitiva até que se tenha o controle absoluto da pandemia.

Guia Viajar Melhor: Como está sendo a reabertura do turismo no país?

R: Entramos no verão (alta temporada) recentemente e como já é hábito do povo turco, muitos procuram por viagens domésticas. As medidas de segurança e higiene já estão vigentes em hotéis, restaurantes, museus, transportes e aeroportos. Os museus estão abertos desde 01/06, os voos foram retomados em 10/06. Atualmente não existe restrição ao turista brasileiro que queira visitar a Turquia, no entanto os voos diretos ainda não foram retomados.

Guia Viajar Melhor: A Turquia retomou recentemente alguns voos internacionais, com testes nos aeroportos. Como tem sido esse retorno?

R: Gradual. Alguns destinos ainda não possuem voos diretos e algumas companhias aéreas estão operando em capacidade reduzida, seguindo as normas de higiene e segurança. Um dos fatores de maior impacto na decisão de reabertura dos voos para certos destinos é a questão do contingente. Operar trajetos aéreos com pouquíssimos passageiros a bordo resulta num custo elevado que as companhias aéreas ainda não estão prontas para assumir.

A Turkish Airlines é a empresa de aviação que voa para mais destinos no mundo e a previsão otimista de retomada total das operações é para o mês de setembro.   

Guia Viajar Melhor: A Turquia foi o primeiro país a lançar um pacote de seguro-saúde que inclui o tratamento da COVID-19 para os turistas que visitarem o país. Quais as expectativas frente a isso?

R: Excelentes, uma vez que demonstra a preocupação do governo em manter um turismo seguro e um viajante protegido. A Turquia dá imenso valor ao turismo e é um dos governos que mais incentiva as atividades turísticas locais. De acordo com o que foi anunciado, o plano é desenvolver pacotes de seguro de saúde que cobrirão custos médicos em decorrência da COVID-19.

Guia Viajar Melhor: Quais destinos ou atrações turcas as agências estão priorizando neste momento?

R: Os museus e palácios fechados, assim como mesquitas estão passando por rigoroso controle e desinfecção. Há limite de pessoas por vez assim como tempo de permanência. Além disso a Turquia é conhecida como o maior museu ao ar livre do mundo possuindo diversas atrações e atividades ao ar livre, além de praias, montanhas, parques naturais e outros. Provavelmente esses serão os principais destinos para uma retomada segura.

Guia Viajar Melhor: Quais os principais cuidados que estão sendo tomados neste retorno do turismo em relação à hotelaria, restaurantes, visita e reuniões religiosas nas mesquitas, atrações, etc?

R: Os hotéis estão trabalhando com máxima higiene e desinfecção de todos os quartos. Os padrões de limpeza e manutenção foram elevados para estarem compatíveis com as novas demandas. Os restaurantes também passaram por mudanças, assim como as empresas de transporte. Estivemos em um dos principais museus do país para entender como será essa nova fase e além das exigências de saúde haverá também um limite de pessoas por vez e um limite de permanência.

Guia Viajar Melhor: Por que um turista brasileiro deve incluir a Turquia como destino assim que tudo estiver normalizado?

R: Além das medidas de segurança que estão sendo tomadas para proporcionar um turismo seguro, a Turquia oferece múltiplas vantagens ao turista: é um dos destinos mais baratos pra se viajar com qualidade. Num único país e dentro de poucas horas de voo; você pode visitar templos milenares, uma metrópole culturalmente rica, cidades subterrâneas, praias maravilhosas e montanhas incríveis. A culinária da Turquia é deliciosa, muito farta; além de oferecer muitas opções para vegetarianos. O país é muito bem interligado. Você pode voar para praticamente qualquer cidade a qualquer hora.  

Guia Viajar Melhor: O que os turistas brasileiros que desejam visitar a Turquia assim que possível podem esperar? 

R: Um país naturalmente organizado, que agora se preocupa ainda mais com o bem estar, a segurança e a saúde de seus visitantes.

Guia Viajar Melhor: Como a Kleos Turquia está se preparando para receber o turista brasileiro assim que a situação estiver controlada? Há planos de disponibilizar itens de segurança individual como máscaras, álcool em gel e outros?

R: Já nos adaptamos e estamos seguindo todos os protocolos necessários para atuação no turismo. Nossos veículos estão sendo higienizados a cada uso, disponibilizamos um kit de higiene personalizado para nossos clientes no momento da chegada. Nossos funcionários foram treinados e estão cumprindo todas as normas exigidas pelo Ministério do Turismo.

Guia Viajar Melhor: Existe alguma previsão ou expectativa de quando os turistas brasileiros poderão voltar a visitar o país?

R: Na verdade já não existe nenhum impedimento. O turista brasileiro que quiser visitar a Turquia já pode fazê-lo. Embora os voos diretos ainda não estejam operantes, é possível chegar até a Turquia em voos com escala em outros países. Advertimos aos passageiros que verifiquem sempre as regras de trânsito em países de conexão.

Guia Viajar Melhor: Você tem recebido solicitações de turistas para viagens no final deste ano ou em 2021? Em caso positivo, poderia informar quais são as perguntas mais comuns nesse primeiro momento?

R: Sim, temos recebido solicitações dos mais diversos serviços e as questões principais são sempre relativas ao funcionamento das atividades turísticas como por exemplo: há voos domésticos? Os museus estão abertos? Quais hotéis recomendamos? É possível manter uma programação de viagem segura?, entre outras.

+Info
Kleos Turquia
Yukari Mah. Fatıh Cadd. No 71 – Uchisar/ Cappadocia / Turquia
Tel.: +90 (384) 219 2047/ +90 (549) 861 0050 (português)
Site: https://kleostourism.com/

Leia também:

» Serra catarinense registra temperaturas negativas e geadas
» Nova Zelândia propõe semana com apenas 4 dias de trabalho
» Turquia: golfinhos dão show no Canal de Bósforo durante quarentena
» Explorar a própria cidade faz bem para a saúde mental, indica pesquisa

Dicas para planejar sua viagem:

» Descubra as melhores opções de aluguel de carros com a Localiza.
» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]

A retomada do turismo na Itália na visão de um brasileiro que vive no país

Artigo anterior

Saiba como está a situação da pandemia em Nova York na visão de um brasileiro

Artigo seguinte

Você pode gostar